Música Celtica

Exercícios Terapêuticos

Exercícios Terapêuticos
O universo está em constante movimento. O movimento significa vida. O movimento de uma espiral de energia vitaliza a célula única que marca o início de nosso tipo de vida humana. À medida que esse tipo de vida evolui, nós nos constituímos em um ser que constantemente troca energia com o cosmo. À medida que esta energia passa através de nós, ela nos alimenta, nos nutri e cria o movimento interno e externo de nossas vidas. Na expressão natural deste intercâmbio encontramos nossa saúde. O intercâmbio de energia é aumentado pelo movimento, e o movimento perfeito do corpo é uma extensão do interior para o exterior enquanto recebe estímulos que movem do exterior para o interior. (Greg Broòshy)

Translate

29.12.15


 link para a Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da SaúdeImagem Dicas em SaúdeClique aqui para imprimirClique aqui para fechar a página

Aumenta a letra do texto Diminui a letra do texto
Saúde da Coluna
A coluna vertebral é o eixo central do corpo. É exigida em quase todos os movimentos e ainda funciona como um duto de feixes nervosos, ligando diversos órgãos e outras partes do corpo ao cérebro.
Principais problemas da coluna vertebral:
•  Cifose: é também um desvio da coluna, mais facilmente percebido quando a pessoa está de lado, pois as costas ficam arqueadas, o tórax retraído e os ombros projetados para a frente;
•  Lordose: desvio da coluna característico na região da bacia, causando uma curvatura exagerada no local;
•  Hérnia do disco intervertebral: a parte mais central do disco, que se localiza entre as vértebras, sai da estrutura da coluna, causando dores muito fortes e até mesmo paralisação dos movimentos;
•  Artrose: conhecida como bico-de-papagaio, é causada pelo atrito entre as vértebras. Depois de algum tempo, surge uma espécie de calcificação, que pode comprimir alguns vasos sangüíneos ou nervos.
•  Escoliose: a coluna se desvia para o lado, passando a apresentar uma deformidade; surge por causa da má postura, ao se usar por tempo prolongado um só lado do corpo.
Como proteger sua coluna:
•  a melhor maneira de se deitar de lado é com um travesseiro entre a cabeça e o ombro e outro entre as pernas;
•  quando deitar de barriga para cima, coloque um travesseiro embaixo dos joelhos e outro embaixo da cabeça;
•  evitar dormir de bruços, pois além de forçar a coluna, dificulta a respiração;
•  ao levantar-se, vire-se de lado, apoie-se nos braços, levando as pernas para fora da cama;

•  ao elevar um objeto pesado do chão, abaixar-se com as pernas flexionadas;

•  usar um colchão ortopédico ou semi-ortopédico, de acordo com o peso e a altura de cada pessoa;
•  o travesseiro não deve ser muito fino nem muito macio, para não alterar a curvatura da coluna; o ideal é que seja da altura entre a cabeça e o ombro;
•  ao ficar de pé, contraia os músculos da barriga e das nádegas periodicamente; utilize esta técnica de relaxamento quando quiser aliviar dores;
•  ao trabalhar em frente a uma mesa, ou digitando no computador, manter as costas retas, encostadas ao encosto da cadeira; manter as pernas debaixo da mesa, evitando cruzá-las.
•  ao realizar alguma atividade em pé, repouse alternadamente um dos pés sobre um objeto;
•  procure posicionar ao seu alcance os objetos que esteja manuseando;
•  ao dirigir horas seguidas, é importante manter as costas retas, perfeitamente apoiadas no encosto;
•  não carregar mochilas ou sacolas, com o peso de um só lado. A mochila deverá ser apoiada nos dois ombros e as sacolas, divididas nas duas mãos;
•  ao caminhar, manter as costas retas, abdome contraído, olhar para a frente. O sapato deve ter salto de base larga e leve e no máximo 4 cm de altura;
•  nas atividades domésticas, evitar trabalhar com o tronco totalmente inclinado;
•  ao trabalhar agachado, flexione os joelhos e mantenha as costas retas.
 IMPORTANTE

15.12.15

Como combater fungos nos pés com aloe vera

Micose (doença causadas por fungos) nos pés é bastante comum e pode ser o resultado da falta de atenção que damos a esta área do nosso corpo.
Como combater fungos nos pés com aloe vera
Muitas vezes, limpamos os pés apenas no banho, de uma maneira apressada, pois eles são necessários para ficarmos de pé. Quem tem uma banheira em casa pode limpá-los mais profundamente, mas, de maneira geral, eles são apenas “lavados” enquanto tomamos uma ducha. Mas os pés necessitam de maiores cuidados, por estarem expostos a muitos fatores que os ressecam e geram um acúmulo de bactérias.

Além disso, é preciso levar em conta o fato de estarem sempre mais submetidos a ambientes úmidos e quentes, lugar perfeito para a proliferação de fungos e outros micro-organismos nocivos.

O que é a micose?

As micoses são infecções causadas por fungos na pele, couro cabeludo e unhas, altamente contagiosas. Não são apenas antiestéticas, mas também podem causar muito mal, ao provocar coceira, irritação e dor.
Felizmente, hoje em dia existem muitos produtos que podem ajudar a combater micoses de maneira eficaz, sem prejudicar a pele. Uma das melhores alternativas é aproveitar os ingredientes naturais com propriedades antifúngicas, que inibem o crescimento dos fungos, ao mesmo tempo em que os eliminam de maneira eficaz.
Neste artigo, vamos compartilhar um tratamento simples com aloe vera, que pode ser muito útil para controlar essas infecções.

Benefícios da aloe vera

Aloe-vera

A aloe vera (ou babosa) tem sido usada como remédio desde a antiguidade, por diversas culturas. Seu alto teor de água, vitaminas, minerais e antioxidantes podem melhorar a saúde, prevenir e aliviar os sintomas de várias doenças.
Além de ser um dos grandes aliados de nosso bem-estar, os nutrientes e poderes cicatrizantes da aloe vera a transformam numa aliada para a beleza também. Conta com compostos hidratantes e restauradores que podem inibir a ação dos radicais livres, prevenindo o envelhecimento prematuro.
Também contém boas doses de vitaminas A e C, aminoácidos, polissacarídeos, enzimas e proteínas que trabalham juntos para garantir uma pele saudável.
Uma das qualidades mais interessantes da aloe vera é seu poder antisséptico e antifúngico. Já foi demonstrado que, ao aplicarmos uma pequena quantidade de aloe vera sobre a pele, ela pode combater o crescimento de fungos e bactérias. Por isso, é um remédio muito popular contra a caspa; a planta limpa o couro cabeludo e garante mais brilho aos fios.

Remédio de aloe vera para combater micoses nos pés

Remedio-de-aloe-vera

A aplicação diária de gel de aloe vera sobre as áreas afetadas nos pés pode ajudar a aliviar sintomas como a coceira ou irritação. Mas, antes de começar o tratamento, é essencial limpar e desinfetar todos os sapatos e meias, assegurando que os micro-organismos ali presentes também sejam eliminados.
Ingredientes
1 folha de aloe vera
1 colheres de sopa de óleo de coco
Água e sabonete neutro
1 par de meias
O que você deve fazer:
— Retire os espinhos laterais da folha de babosa, usando uma faca de cozinha e tomando cuidado para não se ferir.
— Corte a folha no sentido do comprimento, separando-a em duas metades. Com uma colher, raspe o gel no interior da folha e ponha em um recipiente.
— Adicione duas colheres de óleo de coco e mexa bem, até obter um creme homogêneo. Você também pode bater tudo no liquidificador.
— Lave bem os pés com água morna e sabonete neutro. Enxágue-os com uma toalha; os pés devem estar bem secos para receber a aplicação do creme de babosa.
— Aplique uma película uniforme do creme de óleo de coco e babosa. Deixe agir até que a pele absorva; não enxágue.
— Para melhores resultados, repita o tratamento todas as noites, antes de dormir, cobrindo os pés com meias, para que a pele possa absorver melhor o creme.
— Na manhã seguinte, enxágue os pés e seque-os bem.

Algumas vantagens deste remédio:

Pes-saudaveis
— É 100% natural, ecológico e econômico.
–Combate os fungos nos pés e mantém a pele nutrida e hidratada.
— Evita pés ressecados e calcanhares rachados.
— Sua elaboração é bem fácil. Se sobrar creme, pode guardar em um recipiente hermético na geladeira.
Advertência: algumas micoses exigem acompanhamento médico. Se você suspeitar que a infecção não cede com produtos naturais, recorra a um dermatologista de sua confiança, o quanto antes.

Fonte: Melhor com Saúde