Música Celtica

Exercícios Terapêuticos

Exercícios Terapêuticos
O universo está em constante movimento. O movimento significa vida. O movimento de uma espiral de energia vitaliza a célula única que marca o início de nosso tipo de vida humana. À medida que esse tipo de vida evolui, nós nos constituímos em um ser que constantemente troca energia com o cosmo. À medida que esta energia passa através de nós, ela nos alimenta, nos nutri e cria o movimento interno e externo de nossas vidas. Na expressão natural deste intercâmbio encontramos nossa saúde. O intercâmbio de energia é aumentado pelo movimento, e o movimento perfeito do corpo é uma extensão do interior para o exterior enquanto recebe estímulos que movem do exterior para o interior. (Greg Broòshy)

Translate

2.7.14

CÂNCER DE PÊNIS



O pênis é o órgão sexual masculino cuja função é expelir a urina e ao mesmo tempo depositar o sêmen na vagina feminina. O câncer de pênis é um tumor maligno raro, que ataca sempre os homens que têm fimose. Esse tipo de câncer aparece quando o homem não tem o hábito de limpar adequadamente a glande. Enfim, a prevenção é lavar o pênis diariamente com água e sabão.

O câncer de pênis tem maior incidência em homens a partir dos 50 anos, embora possa atingir também os mais jovens. Essa doença está relacionada às baixas condições socioeconômicas e de instrução, à má higiene íntima e a homens que não se submeteram à circuncisão (remoção do prepúcio, pele que reveste a glande – a “cabeça” do pênis).

O estreitamento do prepúcio é um fator de predisposição ao câncer peniano. Estudos científicos também sugerem a associação entre infecção pelo vírus HPV (papiloma-vírus humano) e o câncer de pênis. No Brasil, esse tipo de tumor representa 2% de todos os tipos de câncer que atingem o homem, sendo mais freqüente nas regiões Norte e Nordeste, onde o calor é mais intenso e os homens não lavam o pênis com muita freqüência. A cada ano mil homens brasileiros têm o pênis amputado por causa da doença. Em 2009 o câncer de pênis atingiu 4.637 homens, dos quais morreram 295.

Sintomas:

Os sintomas são o aparecimento de úlceras perniciosas, com cheiro forte e resistente aos tratamentos tópicos. A manifestação clínica mais comum do câncer de pênis é uma ferida ou úlcera persistente, ou também uma tumoração localizada na glande, prepúcio ou corpo do pênis. A presença de um desses sinais, associados a uma secreção ou membrana branca (esmegma). Essa substância se forma entre a glande e o prepúcio do pênis, bem como no clitóris da mulher. Isso pode ser uma indicação de câncer no pênis ou na vagina. Nestes casos, é necessário consultar um especialista. Além da tumoração no pênis, a presença de gânglios inguinais (ínguas na virilha), pode ser sinal de progressão da doença (metástase).

Terapia específica:

- Encomende um Guia de Avaliação da Saúde à Distância pelo e-mail: wilson_terapeuta@hotmail.com
Foto: CÂNCER DE PÊNIS

O pênis é o órgão sexual masculino cuja função é expelir a urina e ao mesmo tempo depositar o sêmen na vagina feminina. O câncer de pênis é um tumor maligno raro, que ataca sempre os homens que têm fimose. Esse tipo de câncer aparece quando o homem não tem o hábito de limpar adequadamente a glande. Enfim, a prevenção é lavar o pênis diariamente com água e sabão. 

O câncer de pênis tem maior incidência em homens a partir dos 50 anos, embora possa atingir também os mais jovens. Essa doença está relacionada às baixas condições socioeconômicas e de instrução, à má higiene íntima e a homens que não se submeteram à circuncisão (remoção do prepúcio, pele que reveste a glande – a “cabeça” do pênis). 

O estreitamento do prepúcio é um fator de predisposição ao câncer peniano. Estudos científicos também sugerem a associação entre infecção pelo vírus HPV (papiloma-vírus humano) e o câncer de pênis. No Brasil, esse tipo de tumor representa 2% de todos os tipos de câncer que atingem o homem, sendo mais freqüente nas regiões Norte e Nordeste, onde o calor é mais intenso e os homens não lavam o pênis com muita freqüência. A cada ano mil homens brasileiros têm o pênis amputado por causa da doença. Em 2009 o câncer de pênis atingiu 4.637 homens, dos quais morreram 295. 

Sintomas: 

Os sintomas são o aparecimento de úlceras perniciosas, com cheiro forte e resistente aos tratamentos tópicos. A manifestação clínica mais comum do câncer de pênis é uma ferida ou úlcera persistente, ou também uma tumoração localizada na glande, prepúcio ou corpo do pênis. A presença de um desses sinais, associados a uma secreção ou membrana branca (esmegma). Essa substância se forma entre a glande e o prepúcio do pênis, bem como no clitóris da mulher. Isso pode ser uma indicação de câncer no pênis ou na vagina. Nestes casos, é necessário consultar um especialista. Além da tumoração no pênis,  a presença de gânglios inguinais (ínguas na virilha), pode ser sinal de progressão da doença (metástase). 

Terapia específica: 

- Encomende um Guia de Avaliação da Saúde à Distância pelo e-mail: wilson_terapeuta@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário