Música Celtica

Exercícios Terapêuticos

Exercícios Terapêuticos
O universo está em constante movimento. O movimento significa vida. O movimento de uma espiral de energia vitaliza a célula única que marca o início de nosso tipo de vida humana. À medida que esse tipo de vida evolui, nós nos constituímos em um ser que constantemente troca energia com o cosmo. À medida que esta energia passa através de nós, ela nos alimenta, nos nutri e cria o movimento interno e externo de nossas vidas. Na expressão natural deste intercâmbio encontramos nossa saúde. O intercâmbio de energia é aumentado pelo movimento, e o movimento perfeito do corpo é uma extensão do interior para o exterior enquanto recebe estímulos que movem do exterior para o interior. (Greg Broòshy)

Translate

22.2.14

Benefícios da semente de Sésamo (gergelim )

Gergelim: o pequeno poderoso

O valioso grão previne câncer, regulariza o intestino, diminui a acidez do sangue combatendo artrite e reumatismos, fortalece a pele, protege e aumenta a atividade cerebral, retarda o envelhecimento.

Minúsculo e poderoso. É o gergelim que, na humildade de sua leveza – mil grãos não  pesam mais que quatro gramas –é utilizado há milênios para proteger o cérebro, fortalecer o coração, embelezar a pele, fortalecer ossos e muito mais. Seu uso, da medicina à cosmética, é uma herança milenar que ainda surpreende.
Um afresco que se encontra no túmulo de Ramsés III, que viveu no século XIII antes de Cristo, mostra egípcios adicionando gergelim à massa do pão.
Esse conhecimento, contudo, não era privilégio exclusivo dos egípcios. Índia, China e Grécia sempre fizeram uso regular do gergelim e esse bom costume perdura na Europa moderna. A Índia e a China detêm 50% da produção mundial, seguidos do Sudão, Etiópia e Bangladesh. Na América do Norte o produto foi introduzido pelos escravos africanos no século XVII.

Pouco uso no país
No Brasil o gergelim (Sesamum indicum L) existe no Nordeste desde o século XVI, trazido pelos portugueses, onde é cultivado para consumo local. No restante do país, as virtudes do gergelim são quase desconhecidas e seu uso pela maioria ainda é pouco mais que enfeite de pãozinho de sanduíche.
Muito além do enfeite culinário, no entanto, o poderoso grão fornece generosamente leite e óleo minerais e oligoelementos. E essas virtudes fazem a diferença na vida de quem o utiliza.

Fonte: Vida Integral
 

21.2.14

Benefícios da Couve

Santa Couve!

Descubra os benefícios dessa verdura que combate da celulite ao mau humor

Por Eliane Contreras
Couve picada

O que é que a couve tem?

Ingrediente indispensável da brasileiríssima feijoada e do caldo verde, que herdamos de Portugal, a couve, além de ser barata e fácil de encontrar em todo o país, oferece vários benefícios. Surpresa? Nós também ficamos. A questão é quanto mais os especialistas estudam essa verdura, mais surgem vantagens. Chega a parecer uma bula de remédio: a couve é antiinflamatória e cicatrizante. E, superimportante, ajuda a fixar o cálcio nos ossos.

De onde vêm esses poderes? Dos glicosinolatos, fitoquímicos naturais que, por terem ação desintoxicante, estimulam o organismo a se livrar até mesmo das substâncias cancerígenas, além de fortalecer o sistema imunológico. A partir daí, tudo funciona melhor. Quando você coloca a verdura no prato, também se serve de uma variedade incrível de vitaminas e minerais que, combinados aos fitoquímicos, favorece a absorção dos outros nutrientes da refeição, especialmente do cálcio. Nesse aspecto, a nutricionista Denise Madi Carreiro, de São Paulo, chega a comparar a folha ao leite materno.

Denise, que é conselheira do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional, afirma que a couve é um alimento até mais adequado para os ossos que o leite de vaca. “Além de ter cálcio e magnésio, ela carrega esses dois minerais na proporção adequada”, explica a nutricionista. O que isso significa? O cálcio precisa do magnésio na medida certa para conseguir exercer suas funções, entre elas, formar a massa óssea.

O leite de vaca tem nove vezes menos magnésio e três vezes mais cálcio do que a proporção necessária. Segundo Denise, isso faz com que o cálcio do leite tenha dificuldade de se fixar no nosso esqueleto. “Pior, ele rouba o magnésio existente no organismo. E, como a maior parte desse mineral fica concentrada dentro do osso, consumir mais cálcio do que magnésio aumenta o risco de perda de massa óssea. Daí para a osteoporose é um pulo”, diz a especialista.

O magnésio ainda é parceiro do cálcio em várias outras tarefas: ajudar o corpo a se livrar do acúmulo de gordura, manter a pressão arterial sob controle, regular a ação de hormônios e controlar os movimentos dos músculos (o cálcio contrai a musculatura e o magnésio relaxa). Além disso, o magnésio é fundamental para a formação e funcionamento de todos os neurotransmissores, sem exceção. É por isso que sem ele você se sente desanimada e até mal-humorada.

Na couve, o magnésio faz parte da clorofila – substância que dá a cor verde à folha e com potencial de renovar as células do nosso organismo. Quer dizer que a verdura tem mais essa vantagem: rejuvenesce. Depois de descobrir todos os poderes dela, a gente fica até com vontade de fazer uma “plantação” em casa. Mas como quase ninguém tem espaço nem tempo para isso, BOA FORMA foi atrás de sugestões práticas de consumo para você. Aproveite para colocar a couve mais vezes no seu cardápio. Você vai perceber a diferença na pele, no pique e na balança!

• combate a celulite

• ajuda a eliminar a gordura

• regula os hormônios


• melhora o humor

• desintoxica

Fonte: Boa forma

11.2.14

Vitamina B12

Vitamina B12, aprendamos un poco mas....

Un buen amigo, el profesor Juan David Castaño Roldán, investigador de salud, me pasó este artículo que les comparto:

"La vitamina B12, fuentes vegetales. (de Maxi Pedre.)

Se considera la vitamina B-12 como la vitamina anti-anemia. Hay una creencia extendida de que la fuente principal de esta vitamina es la carne. Pero de donde obtienen esta vitamina las vacas herbívoras? El Dr. Spencer y el Dr. Prevest afirman que "la fuente fundamental de toda la vitamina B-12 natural en el mundo son las bacterias . Las amistosas o benefactoras bacterias del tracto intestinal de los animales fabrican la vitamina B-12". Esto se cumple en todos los animales vegetarianos incluido el ser humano.

En una conferencia sobre la vitamina B-12 se afirmo: "Es difícil demostrar, para algunas especies, la necesidad de vitamina B-12, particularmente en los rumiantes, debido a la fuerte síntesis bacteriana en el rumen o tracto alimenticio. La anemia parece aflorar, no por la carencia o deficiencia en la dieta, sino por el deterioro de la capacidad de absorber vitamina B-12".

Las bacterias putrefactas destruyen a las bacterias benefactoras por lo que inhiben la síntesis de vitamina B-12. La putrefacción en el intestino es causada por la ingestión de proteínas animales cocinadas, malas combinaciones alimenticias, sobre alimentación con cualquier alimento proteínico concentrado, aditivos químicos y medicinas.

Los doctores West y Hillard demostraron que una dieta elevada de proteínas aumenta las necesidades de vitamina B-12. Otros estudios demuestran que la vitamina B-12 al ser calentada en la cocina se puede destruir en un 89%. Ademas aquellos que confían en la carne cocinada como fuente principal de vitamina B-12 son los mas propensos en el desarrollo de la anemia.

La vitamina B-12 se encuentra en cantidades significativas en los materiales fermentados en la naturaleza.

En los estudios sobre humanos vegetarianos, el Dr. Wolgang Tiling descubrió la síntesis de vitamina B-12 en el intestino de los niños que tenían una dieta de leche de soja.

Los estudios experimentales y clínicos en animales han mostrado que la anemia se puede tratar con éxito con clorofila. Creo que la clorofila destruye las bacterias putrefactas en el intestino y ayuda a restablecer la llora bacteriana natural que produce la vitamina B-12.

Para asegurar la producción activa de vitamina B-12 por las bacterias intestinales, los vegetarianos deberían limitar la ingestión de proteínas, cuidarlas combinaciones alimenticias y observar las otras reglas higiénicas.

Juan David Castaño Roldán
English teacher USB-UdeA
 
"Para que nada te falte, no te acostumbres a nada."
Vitamina B12, aprender um pouco mais...

Pesquisador da saúde um bom amigo, o Professor John David Brown Roldán, passei este artigo partilham: "vitamina B12, fontes vegetais. (de Maxi Pedre.)

Considera-se como o anti-anemia vitamina vitamina B-12. Há uma crença generalizada de que a principal fonte desta vitamina é a carne. Mas onde vão buscar essa vitamina herbívoras vacas? Dr. Spencer e Dr. Prevest afirmam que "a fonte fundamental de toda vitamina B-12 natural no mundo são as bactérias. Benfeitor ou amigáveis bactérias no trato intestinal dos animais fabricados vitamina B-12 ". Este ser humano é cumprido em todos os animais vegetarianos incluídos.

Em uma conferência sobre a vitamina B-12 é afirmou: "é difícil de provar, para algumas espécies, a necessidade de vitamina B-12, particularmente em ruminantes, devido a forte síntese bacteriana no rúmen ou digestivo. Anemia parece emergir, não por falta de ou deficiência na dieta, mas a deterioração da capacidade de absorver a vitamina B-12 ".

Bactérias putrefacção destruir bactérias benfeitor por inibir a síntese de vitamina B-12. A podridão no intestino é causada pela ingestão de proteínas animais cozidas, comida ruim, combinações, no poder com qualquer proteína concentrado, aditivos químicos e medicamentos.

Oeste e Hillard médicos mostraram que uma dieta rica em proteínas aumenta as necessidades de vitamina B-12. Outro estudos mostram que a vitamina B-12 para ser aquecida na cozinha pode ser destruída por 89%. Além disso, aqueles que contam com a carne cozida como principal fonte de vitamina B-12 são mais provável o desenvolvimento de anemia.

Vitamina B-12 é encontrada em quantidades significativas no fermentado em materiais da natureza.

Em estudos em humanos vegetarianos, Dr. Wolgang telha descobriu a síntese de vitamina B12 no intestino de crianças que tinham uma dieta de leite de soja.

Estudos clínicos e experimentais em animais têm mostrado que a anemia pode ser tratada com sucesso com clorofila. Eu acho que a clorofila destruir putrefacção bactérias no intestino e ajuda a restabelecer os gritos bacterianos naturais que produz vitamina B-12.

Para garantir a produção ativa de vitamina B-12 por bactérias intestinais, vegetarianos devem limitar a ingestão de proteínas, cuidar deles, combinações de alimentos e observar as regras de higiene.

John David Brown Roldán Inglês professor USB-UdeA "para que nada está faltando, não acostuma com tudo." (Traduzido por Bing)

Chá de gengibre acelera o metabolismo e ajuda a perder até 3 kg em uma semana

Graças às substâncias termogênicas, o chá de gengibre pode dar uma força para quem quer eliminar quilos extras. Ele acelera o metabolismo e garante vários outros benefícios. Conheça-os e saiba como incluir a bebida no seu cardápio.

Atualizado em 07/02/2014
Reportagem: Cíntia Marcucci - Edição: MdeMulher
Conteúdo VIVA!MAIS
Gengibre é rico em cálcio, ferro e vitaminas A, B e C
Foto: Getty Images
Existem alguns alimentos que auxiliam a perda de peso. É o caso do gengibre, um termogênico que faz nosso corpo trabalhar mais e, consequentemente, queimar calorias."As substâncias termogênicas do gengibre aumentam a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e a queima de gordura. Mas a simples inclusão do gengibre na dieta não garante a perda de peso. Ela precisa ser associada a um programa de reeducação alimentar e de atividade física", esclarece a nutricionista Francine Schmidt, de Curitiba.
 
Acelerador natural
 
As propriedades emagrecedoras do gengibre foram confirmadas por cientistas da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos. Os pesquisadores analisaram os efeitos de um chá bem forte, que pode ser consumido gelado, feito com uma colher (sopa) de gengibre em pó dissolvido em 180 ml de água. Os estudiosos notaram que, além de aumentar o gasto calórico até quando estamos em repouso, o gengibre ajuda a diminuir a fome. Isso porque ele estimula a produção de serotonina, substância ligada à sensação de bem-estar que diminui os riscos de ataques à geladeira em decorrência do estresse e da ansiedade. Esses efeitos do chá de gengibre, associados a uma dieta equilibrada, ajudaram voluntários norte-americanos a perder até 3 kg em uma semana. 
 
Outros benefícios do gengibre
 
· Ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, como o de próstata.
 
· Combate enjoos.
 
· Diminui as cólicas menstruais.
 
· Previne e trata gripes e resfriados.
 
· Reduz o colesterol.
 
· Tem ação anti-inflamatória e antioxidante.
 
· É ótimo diurético e reduz inchaços.
 
· Diminui as dores musculares que podem surgir depois de uma aula de ginástica mais puxada.
 
Contraindicação
 
Por acelerar demais o metabolismo, o gengibre não é indicado para quem tem hipertireoidismo, sofre de enxaqueca, tem pressão alta ou problemas cardíacos. Pessoas alérgicas ou com úlcera também devem evitá-lo, assim como gestantes, crianças e pacientes com doenças que provocam hemorragias.
 
Como preparar o chá
 
Ferva 180 ml de água e dissolva 1 colher (sopa) de gengibre em pó ou 8 colheres (sopa) de gengibre fresco ralado. Achou o sabor forte demais? Dilua em mais água. Acrescente gotas de limão ou hortelã depois que o chá esfriar a gosto.
 
Fonte MdeMulher

Prevenção Natural da Gripe


> O Dr. Vinay Goyal, urgentista reconhecido mundialmente, diretor de um
> departamento de medicina nuclear, tiroídica e cardíaca pede para você
> divulgar a mensagem abaixo para o maior número de pessoas possível, a
> fim de contribuir para minimizar o número de casos da Gripe A, causada
> pelo vírus H1N1.
>
> "As únicas vias de acesso para o vírus da gripe são as narinas, a boca
> e a garganta. Em relação a esta epidemia tão vastamente propagada,
> apesar de todas as precauções, é praticamente impossível não estar em
> contato com portadores do vírus que a promove. Contudo, alerto para o
> seguinte: o problema real não é tanto o contato com o vírus, mas a sua
> proliferação. Enquanto estamos em boa saúde e não apresentamos
> sintomas de infecção da gripe A (H1N1), há precauções a serem tomadas
> para evitar a proliferação do vírus, o agravamento dos sintomas e o
> desenvolvimento das infecções secundárias. Infelizmente, estas
> precauções, relativamente simples, não são divulgadas suficientemente
> na maior parte das comunicações oficiais.
>
> (Por que será? Por ser barato demais e não haver lucros ?).
>
> Eis algumas precauções:
>
> 1. Como mencionado na maior parte das publicidades, lave as mãos
> frequentemente.
>
> 2. Evite, na medida do possível, tocar no rosto com as mãos.
>
> 3. Duas vezes por dia, sobretudo quando esteve em contacto com outras
> pessoas, ou quando chegar em casa, faça gargarejos com água morna
> contendo sal de cozinha.
> Decorrem normalmente 2 a 3 dias entre o momento em que a garganta e as
> narinas são infectadas e o aparecimento dos sintomas. Os gargarejos
> feitos regularmente podem prevenir a proliferação do vírus. De certa
> maneira, os gargarejos com água salgada têm o mesmo efeito, numa
> pessoa em estado saudável, que a vacina sobre uma pessoa infectada.
> Não devemos subestimar este método preventivo simples, barato e
> eficaz. Os vírus não suportam a água morna contendo sais.
>
> 4. Ao menos uma vez por dia, à noite, por exemplo, limpe as narinas
> com a água morna e sal. Assoe o nariz com vigor, e, em seguida, com uma
> cotonete para ouvidos (ou um pouco de algodão) mergulhado numa solução
> de água morna com sal, passe nas duas narinas. Este é um outro método
> eficaz para diminuir a propagação do vírus.
> O uso de potes nasais para limpeza das narinas, contendo água morna e
> sal de cozinha, é um excelente método para retirar as impurezas que
> albergam os vírus e bactérias; trata-se de um costume milenar, da
> Índia.
>
> 5. Reforce o seu sistema imune comendo alimentos ricos em vitamina C.
> Se a vitamina C for tomada sob a forma de pastilhas ou comprimidos,
> assegure-se de que contem Zinco, a fim de acelerar a absorção da vit.C.
>
> 6. Beba tanto quanto possível bebidas quentes (chás, café, infusões etc.).
> As bebidas quentes limpam os vírus que podem se encontrar depositados
> na garganta e em seguida depositam-nos no estômago onde não podem
> sobreviver, devido o pH local ser ácido, o que evita a sua
> proliferação."
>
> Amigo (a): Será uma grande contribuição se você fizer chegar esta
> mensagem ao maior número de pessoas possível. Você prestará um serviço
> de grande utilidade pública, ajudando no combate desta gripe que já
> dizimou tantas pessoas.

10.2.14

Água com estômago vazio

Água com estômago vazio!!! Leiam, super interessante



Quanto mais se sabe, maiores hipóteses de sobrevivência...
Um cardiologista diz que se todos que receberem esta mensagem, a enviarem a pelo menos uma das pessoas que conhecem, pode ter a certeza de que, pelo menos, poderá salvar uma vida.
    
Beba água com estômago vazio.
Hoje é muito popular, no Japão, beber água imediatamente ao acordar. Além disso, a evidência científica tem demonstrado estes valores. Abaixo divulgamos uma descrição da utilização da água para os nossos leitores.
Para doenças antigas e modernas, este tratamento com água tem sido muito bem sucedido....
Para a sociedade médica japonesa, uma cura de até 100% para as seguintes doenças:
Dores de cabeça, dores no corpo, problemas cardíacos, artrite, taquicardia, epilepsia, excesso de gordura, bronquite, asma, tuberculose, meningite, problemas do aparelho urinário e doenças renais, vômitos, gastrite, diarreia, diabetes, hemorroidas, todas as doenças oculares, obstipação, útero, câncer e distúrbios menstruais, doenças de ouvido, nariz e garganta.


Método de tratamento:
1. De manhã e antes de escovar os dentes, beber 2 copos de água.
2. Escovar os dentes, mas não comer ou beber nada durante 15 minutos.
3. Após 15 minutos, você pode comer e beber normalmente.
4. Depois do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada durante 2 horas.
5. Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 2 copos de água, no início podem começar por tomar um copo de água e aumentar gradualmente.
6. O método de tratamento cura os doentes e permite aos outros desfrutar de uma vida mais saudável.


A lista que se segue apresenta o número de dias de tratamento que requer a cura das principais doenças:
1. Pressão Alta - 30 dias
2. Gastrite - 10 dias
3. Diabetes - 30 dias
4. Obstipação - 10 dias
5. Câncer - 180 dias
6. Tuberculose - 90 dias
7. Os doentes com artrite devem continuar o tratamento por apenas 3 dias na primeira semana e, desde a segunda semana, diariamente.


Este método de tratamento não tem efeitos secundários. No entanto, no início do tratamento terá de urinar frequentemente.
É melhor continuarmos o tratamento mesmo depois da cura, porque este procedimento funciona como uma rotina nas nossas vidas. Beber água é saudável e dá energia.
Isto faz sentido: o chinês e o japonês bebem líquido quente com as refeições, e não água fria.
Talvez tenha chegado o momento de mudar seus hábitos de água fria para água quente, enquanto se come. Nada a perder, tudo a ganhar!


Para quem gosta de beber água fria.


Beber um copo de água fria ou uma bebida fria após a refeição solidifica o alimento gorduroso que você acabou de comer. Isso retarda a digestão.
Uma vez que essa 'mistura' reage com o ácido digestivo, ela reparte-se e é absorvida mais rapidamente do que o alimento sólido para o trato gastrointestinal. Isto retarda a digestão, fazendo acumular gordura em nosso organismo e danifica o intestino.
É melhor tomar água morna, ou se tiver dificuldade, pelo menos água natural.

 
Nota muito grave - perigoso para o coração:
As mulheres devem saber que nem todos os sintomas de ataques cardíacos vão ser uma dor no braço esquerdo.
Esteja atento para uma intensa dor na linha da mandíbula. Você pode nunca ter primeiro uma dor no peito durante um ataque cardíaco.
Náuseas e suores intensos são sintomas muito comuns.
60% das pessoas têm ataques cardíacos enquanto dormem e não conseguem despertar. Uma dor no maxilar pode despertar de um sono profundo...
Sejamos cuidadosos e vigilantes.
Quanto mais se sabe, maior chance de sobrevivência...

(recebi por mail)

Um cardiologista diz que se todos que receberem esta mensagem, a enviarem a pelo menos uma das pessoas que conhecem, pode ter a certeza de que, pelo menos, poderá salvar uma vida.


Fernando Ramos às 23:01

1.2.14

Conheça a melhor fruta para emagrecer, reduzir o colesterol e a pressão alta.


Veja as melhores aliadas para tratar o diabetes, prevenir a azia, entre outros problemas

O consumo de frutas é muito importante para uma alimentação equilibrada. Quanto maior a variedade delas, melhor para a nossa saúde, já que suas diferentes cores garantem uma quantidade maior e mais variada de fitoquímicos, elementos que fazem bem para a nossa saúde. "As frutas possuem cores diferentes, pois tem vitaminas e minerais em diferentes quantidades", explica o nutricionista Israel Adolfo. Porém, essas propriedades variadas garantem efeitos específicos em alguns casos, o que faz com que algumas frutas sejam muito importantes para o dia a dia. O ideal é consumir de três a cinco porções diárias para obter a quantidade de vitaminas, nutrientes e fibras que o organismo necessita para funcionar. Mas já que a ideia é otimizar os benefícios dessa turma para a sua saúde e para a dieta, está na hora de fazer as escolhas certas. Veja que frutas você não pode deixar de incluir no cardápio, de acordo com a necessidade:
  • Maçãs - Foto: Getty Images
  • Abacate - Foto: Getty Images
  • Banana - Foto: Getty Images
  • Limão - Foto: Getty Images
  • Uva - Foto: Getty Images
  • Acerola
  • Morango - Foto: Getty Images
 
 
DE 7
Maçãs - Foto: Getty Images

Maçã para dar saciedade e reduzir o inchaço

A chave para o emagrecimento está em reduzir as calorias ingeridas e aumentar as gastas. Para ter sucesso na primeira empreitada, aumentar a saciedade é essencial, e as frutas em sua maioria oferecem essa característica. "Todas são muitos importantes no processo de diminuição da gordura corporal, pois são ricas em fibras e proporcional uma grande oportunidade de mastigar. Para isso, índico frutas mais duras, como a maçã", classifica o nutricionista Israel Adolfo.

Para completar o combo, a mação oferece outras vantagens, como a presença de pectina. "Esse é um tipo de fibra solúvel que se transforma em gel no estômago e arrasta a gordura para fora do organismo", ensina a nutricionista e clínica Daniela Jobst, membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional no Brasil. Suas fibras insolúveis da casca ficam no estômago por mais tempo, retardando mais ainda a fome. E fechando o currículo da fruta, ela ainda tem uma boa quantidade de potássio, nutriente que elimina o sódio extra do corpo, reduzindo a retenção de líquidos e, com ele, parte do inchaço.
Abacate - Foto: Getty Images

Abacate para reduzir o colesterol

Essa fruta é rica em gordura monoinsaturada, aquela considerada amiga do nosso organismo. "O ácido oleico, a mesma gordura do azeite de oliva, protege os vasos sanguíneos e o coração contra infartos, tromboses, entupimento das veias, doenças cardíacas e bloqueia a ação do LDL, chamado de colesterol ruim", explica a nutricionista Daniela. Por isso, o consumo regular do abacate reduz os níveis de colesterol total e eleva os de HDL, o chamado colesterol bom. Mas vale um alerta, já que a fruta tem muitas calorias. "Para apresentar apenas os benefícios, deve ser consumida na quantidade de uma colher de sopa ao dia", ressalta Israel Adolfo. E nada de consumi-lo com açúcar, prefira o cacau em pó se há necessidade de incrementar o gosto, como sugere a nutricionista clínica Nicole Trevisan. 
Banana - Foto: Getty Images

Banana para diminuir a queimação

A banana, principalmente quando está verde, tem substâncias que protegem as paredes estomacais, favorecendo quem sofre com gastrite e azia. "Um estudo preliminar cita que a fruta possui um flavonoide conhecido como leucocianidina, que previne contra o desenvolvimento de úlceras estomacais", explica o nutricionista Israel Adolfo. Além disso, antes de amadurecer ela tem mais amido, que é digerido primeiramente na boca, o que faz com que o estômago produza menos ácido para efetuar a digestão e irrite menos as paredes estomacais, como ressalta Daniela Jobst. Com o processo de maturação, esse amido vai se convertendo em frutose. Mas é preciso cuidado com um tipo em específico. "A banana nanica é ácida, não sendo indicada para quem tem gastrite", alerta a nutricionista Nicole Trevisan.
Limão - Foto: Getty Images

Limão para quem tem diabetes

A maior parte dos benefícios da fruta é voltada para a saúde do coração, que não deixa de ser prejudicada quando a pessoa tem diabetes, já que a alta da glicose no sangue desgasta e prejudica as artérias e veias. "A alta concentração de ácido nicotínico no limão protege as artérias, prevenindo problemas cardiovasculares, uma tendência para quem tem a doença. O alimento também diminui a viscosidade do sangue, o que é essencial, uma vez que, junto com o diabetes, existem alterações que predispõe a um maior risco de trombose", ensina a nutricionista Daniela Jobst.

Ele também evita hemorragias, devido à presença de ácido cítrico e ácido ascórbico, o que é vantajoso ao paciente com diabetes devido a sua dificuldade de cicatrização. Por fim, a parte branca do limão e a casca também contém pectina, "quando ela é dissolvida em água, produz uma massa viscosa que auxilia no trânsito intestinal e na saciedade, retardando a absorção dos açúcares", desvenda Nicole Trevisan. Isso evita picos glicêmicos, inimigos de quem tem diabetes
Uva - Foto: Getty Images

Uva para proteger o envelhecimento celular

Frutas de cores avermelhadas são ricas em antioxidantes. "Eles são compostos necessários para neutralizar os radicais livres, evitando assim que reajam com alguma célula e as destruam. Eles são naturalmente formados em nosso organismo nas reações metabólicas habituais e em situações como estresse, consumo de álcool, tabagismo, entre outros", define Israel Adolfo. Normalmente, os radicais livres são causadores de lesões nas células e tecidos, o que pode provocar diversas doenças à longo prazo. A uva é uma fruta rica em antioxidantes, principalmente na casca e na semente. "As pró-antocianidinas, presente nas cascas e sementes da fruta, são considerados super antioxidante, 20 vezes mais potente que a vitamina C e 50 vezes mais que a vitamina E", explica a nutricionista Daniela Jobst. 
Acerola

Acerola para aumentar a imunidade

A laranja que nos perdoe, mas não há fruta com mais vitamina C do que a acerola. De acordo com a Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos (TACO) da Unicamp, uma laranja tem cerca de 57 mg de vitamina C, contra 104 mg, aproximadamente, de uma única acerola. E o nutriente é muito importante para o sistema imunológico, pois participa da produção das células de defesa do organismo além de modular o funcionamento da nossa proteção natural. "Encontramos vários artigos que ressaltam a importância desta vitamina no aumento e manutenção da atividade de células do sistema imunológico, como, por exemplo, os mastócitos e macrófagos", considera o nutricionista Israel Adolfo. 
Morango - Foto: Getty Images

Morango para blindar o coração

Um estudo conduzido pela Harvard School of Public Health em Boston (Estados Unidos) em 2013 demonstrou que mulheres que consumiam morangos e mirtilos tinham menos chances de infartos do miocárdio. A grande responsável pelo benefício é uma substância chamada antocianina, presente em frutas de coloração vermelha e azul. "Ele também ajuda a reduzir a pressão graças à procianidina", acrescenta Daniela Jobst, nutricionista funcional a clínica. 

Fonte: Minha Vida