Música Celtica

Exercícios Terapêuticos

Exercícios Terapêuticos
O universo está em constante movimento. O movimento significa vida. O movimento de uma espiral de energia vitaliza a célula única que marca o início de nosso tipo de vida humana. À medida que esse tipo de vida evolui, nós nos constituímos em um ser que constantemente troca energia com o cosmo. À medida que esta energia passa através de nós, ela nos alimenta, nos nutri e cria o movimento interno e externo de nossas vidas. Na expressão natural deste intercâmbio encontramos nossa saúde. O intercâmbio de energia é aumentado pelo movimento, e o movimento perfeito do corpo é uma extensão do interior para o exterior enquanto recebe estímulos que movem do exterior para o interior. (Greg Broòshy)

Translate

20.11.11

POR DENTRO DO CÉREBRO












Parte da entrevista rev. PODER, ao neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho, abaixo, quando lhe foi perguntado:

O que fazer para melhorar o cérebro ?
Resposta:

Vc. tem de tratar do espírito. Precisa estar feliz, de bem com a vida, fazer exercício. Se está deprimido, com a autoestima baixa, a primeira coisa que acontece é a memória ir embora; 90% das queixas de falta de memória são por depressão, desencanto, desestímulo. Para o cérebro funcionar melhor, você tem de ter motivação. Acordar de manhã e ter desejo de fazer alguma coisa, ter prazer no que está fazendo e ter a autoestima no ponto.

PODER: Cabeça tem a ver com alma?

PN: Eu acho que a alma está na cabeça. Quando um doente está com morte cerebral, você tem a impressão de que ele já está sem alma... Isso não dá para explicar, o coração está batendo, mas ele não está mais vivo.

PODER: O que se pode fazer para se prevenir de doenças neurológicas?

PN: Todo adulto deve incluir no check-up uma investigação cerebral. Vou dar um exemplo: os aneurismas cerebrais têm uma mortalidade de 50% quando rompem, não importa o tratamento. Dos 50% que não morrem, 30% vão ter uma sequela grave: ficar sem falar ou ter uma paralisia. Só 20% ficam bem. Agora, se você encontra o aneurisma num checkup, antes dele sangrar, tem o risco do tratamento, que é de 2%, 3%. É uma doença muito grave, que pode ser prevenida com um check-up.

PODER: Você acha que a vida moderna atrapalha?

PN: Não, eu acho a vida moderna uma maravilha. A vida na Idade Média era um horror. As pessoas morriam de doenças que hoje são banais de ser tratadas. O sofrimento era muito maior. As pessoas morriam em casa com dor. Hoje existem remédios fortíssimos, ninguém mais tem dor.

PODER: Existe algum inimigo do bom funcionamento do cérebro?

PN: O exagero.
Na bebida, nas drogas, na comida.
O cérebro tem de ser bem tratado como o corpo. Uma coisa depende da outra.
É muito difícil um cérebro muito bem num corpo muito maltratado, e vice-versa.

PODER: Qual a evolução que você imagina para a neurocirurgia?

PN: Até agora a gente trata das deformidades que a doença causa, mas acho que vamos entrar numa fase de reparação do funcionamento cerebral, cirurgia genética, que serão cirurgias com introdução de cateter, colocação de partículas de nanotecnologia, em que você vai entrar na célula, com partículas que carregam dentro delas um remédio que vai matar aquela célula doente. Daqui a 50 anos ninguém mais vai precisar abrir a cabeça.

PODER: Você acha que nós somos a última geração que vai envelhecer?

PN: Acho que vamos morrer igual, mas vamos envelhecer menos. As pessoas irão bem até morrer. É isso que a gente espera. Ninguém quer a decadência da velhice. Se você puder ir bem de saúde, de aspecto, até o dia da morte, será uma maravilha.

PODER: Hoje a gente lida com o tempo de uma forma completamente diferente. Você acha que isso muda o funcionamento cerebral das pessoas?

PN: O cérebro vai se adaptando aos estímulos que recebe, e às necessidades. Você vê pais reclamando que os filhos não saem da internet, mas eles têm de fazer isso porque o cérebro hoje vai funcionar nessa rapidez. Ele tem de entrar nesse clique, porque senão vai ficar para trás. Isso faz parte do mundo em que a gente vive e o cérebro vai correndo atrás, se adaptando.

Você acredita em Deus?

PN: Geralmente depois de dez horas de cirurgia, aquele estresse, aquela adrenalina toda, quando acabamos de operar, vai até a família e diz:

"Ele está salvo".

Aí, a família olha pra você e diz:

"Graças a Deus!".

Então, a gente acredita que não fomos apenas nós.

13.11.11

FERTILIDADE MASCULINA

Consumo excessivo de gordura pode ameaçar fertilidade masculina, diz estudo

06 de dezembro de 2010 (Bibliomed). Homens que têm uma alimentação rica em gorduras saturadas - encontradas nas carnes - e monoinsaturadas - presente no azeite, no abacate e no amendoim - podem ter mais dificuldades em ter filhos. É o que sugere um recente estudo do Massachusetts General Hospital, nos Estados Unidos, que associa uma alta ingestão dessas gorduras à baixa qualidade do esperma, e liga o consumo de gordura poli-insaturada - dos peixes ricos em ômega-3 - a melhores medidas de fertilidade, como mobilidade e morfologia do esperma.

Avaliando a qualidade do sêmen e a ingestão de gorduras de 91 homens com idades entre 18 e 55 anos que frequentavam o Centro de Fertilidade do Hospital, os pesquisadores conseguiram demonstrar relações significativas entre a ingestão de gorduras e os parâmetros de qualidade de sêmen. De acordo com os autores, os pacientes apresentavam, geralmente, excesso de peso, e aqueles com maior consumo de gorduras saturadas e monoinsaturadas tinham uma concentração espermática significativamente menor.

“As pesquisas no campo da reprodução humana estão, cada vez mais, se voltando para o papel da nutrição sobre a qualidade do esperma. Sabemos pouco, ainda, sobre como a dieta pode afetar a fertilidade masculina, mas a literatura médica atual dá suporte à hipótese de que componentes nutricionais específicos podem afetar os parâmetros de qualidade do sêmen”, destaca o pesquisador Joji Ueno.

Entretanto, segundo os pesquisadores, os resultados ainda não permitem concluir que os homens inférteis devem alterar sua dieta, diminuindo a ingestão de carnes vermelhas e gordura. Assim, enquanto mais estudos são realizados para confirmação, os pesquisadores recomendam que as gorduras sejam consumidas em moderação, além de que as pessoas façam atividades físicas regulares, para controle da obesidade e outros problemas associados.



Fonte: MW Consultoria de Comunicação. Press release. 03 de dezembro de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed,

9.11.11

REPELENTE












DENGUE I:
FAÇA O REPELENTE DOS PESCADORES EM CASA:



- 1/2 litro de álcool;
- 1 pacote de cravo da Índia (10 gr);
- 1 vidro de óleo de nenê (100ml)
Deixe o cravo curtindo no álcool uns 4 dias agitando, de manhã e de tarde;

Depois coloque o óleo corporal (pode ser de amêndoas, camomila, erva-doce, aloe vera).
Passe só uma gota em cada braço e pernas e o mosquito foge do cômodo.

O cravo espanta formigas da cozinha e dos eletrônicos, espanta as pulgas dos animais.
O repelente evita que o mosquito sugue o sangue, assim, ele não consegue maturar os ovos e atrapalha a postura, vai diminuindo a proliferação.

A comunidade toda deve usar, como num mutirão.

Não forneça sangue para o aedes aegypti!



Ioshiko Nobukuni

- sobrevivente da dengue hemorrágica