Música Celtica

Exercícios Terapêuticos

Exercícios Terapêuticos
O universo está em constante movimento. O movimento significa vida. O movimento de uma espiral de energia vitaliza a célula única que marca o início de nosso tipo de vida humana. À medida que esse tipo de vida evolui, nós nos constituímos em um ser que constantemente troca energia com o cosmo. À medida que esta energia passa através de nós, ela nos alimenta, nos nutri e cria o movimento interno e externo de nossas vidas. Na expressão natural deste intercâmbio encontramos nossa saúde. O intercâmbio de energia é aumentado pelo movimento, e o movimento perfeito do corpo é uma extensão do interior para o exterior enquanto recebe estímulos que movem do exterior para o interior. (Greg Broòshy)

Translate

24.7.11

BENEFÍCIOS DO ESPINAFRE












Espinafre é rico em Ômega-3 e folatos, que ajudam a reduzir o risco de doenças cardíacas, derrame e osteoporose. Folatos também aumentam o fluxo de sangue, o que pode ajudar a prevenir problemas sexuais relacionados ao avanço da idade. O espinafre ainda possui luteína, que ajuda a prevenir a degeneração macular, um problema da retina que afeta principalmente os idosos.

Quanto ingerir por dia: 1 xícara de espinafre fresco ou ½ xícara da verdura cozida.

Você pode substituir por: Couve ou alface romana.

Dicas: Use espinafre nas saladas, nos ovos mexidos, sobre a pizza e molhos para massas.


Fonte: Revista Época

14.7.11

ALIMENTOS RICOS EM LÍTIO

Alimentos ricos em lítio
podem amenizar calvície



Em relação à matéria sobre minerais, foi falado que a falta de lítio provoca queda de cabelo e que o mineral é encontrado em gengibre, nozes e alguns cogumelos. Fazendo uma refeição com esses alimentos é possível amenizar a queda de cabelo?
Rui da Silva, leitor


Resposta do médico Fernando Requena


Com certeza esses alimentos mencionados no artigo ajudam na reposição do lítio quando ingeridos, mas devemos verificar se a parte digestiva dessa pessoa está preparada para assimilar o lítio.

Isso porque quem faz essa ponte, daquilo que comemos para dentro dos vasos sanguíneos, são as bactérias intestinais e se ela não as tem em quantidade ou em qualidade suficiente para assimilar o lítio, por exemplo, tudo o que come vai ser eliminado na forma de fezes e só será aproveitada uma pequena parte. Como sugestão eu indico corrigir a flora intestinal com leveduras especiais ao lítio.

A vitamina C é muito importante para fragilidade capilar. A cisteína é um aminoácido que deve ser levado em conta, pois ela vai fortalecer o folículo piloso. A vitamina E também tem uma forte influência para o pêlo.

O mineral zinco tem ação principalmente quando os pacientes são idosos, e os seus cabelos vão ficando finos e frágeis, e, conseguentemente, caem.

Os bioflavonóides também são recomendados para a restauração da microcirculação do bulbo piloso. Dentro dos bioflavonóides recomendam-se em especial os "anthocyanosideos" e a "hesperidina", esta última deficiente principalmente na menopausa.

O excesso de selênio pode levar à alopecia ou calvície, doença à qual também está relacionado o excesso de vitamina A.

A deficiência de "riboflavina", vitamina B-6, ácido pantotênico, ácido linoleico, cobre, 'inositol' e biotina também está associada à alopecia.


Fernando Requena, médico homeopata e ortomolecular