Música Celtica

Exercícios Terapêuticos

Exercícios Terapêuticos
O universo está em constante movimento. O movimento significa vida. O movimento de uma espiral de energia vitaliza a célula única que marca o início de nosso tipo de vida humana. À medida que esse tipo de vida evolui, nós nos constituímos em um ser que constantemente troca energia com o cosmo. À medida que esta energia passa através de nós, ela nos alimenta, nos nutri e cria o movimento interno e externo de nossas vidas. Na expressão natural deste intercâmbio encontramos nossa saúde. O intercâmbio de energia é aumentado pelo movimento, e o movimento perfeito do corpo é uma extensão do interior para o exterior enquanto recebe estímulos que movem do exterior para o interior. (Greg Broòshy)

Translate

10.1.10

LIMPEZA DOS INTESTINOS










(como fazer)
Por: Wilson Dias

São os intestinos o ponto de apoio de toda enfermidade. Diante disso, o tratamento de rejuvenescimento ou voltado para a restauração da saúde e da vida deve começar pela limpeza dos intestinos, uma vez por semana, durante 2 meses, com administração de purgantes, laxantes, lavagem intestinal, ou jejuns terapêuticos, atendendo recomendação de Jesus que diz: "Limpa primeiro o Interior... para que também o seu exterior fique limpo” (Mat.23:26). Sem essa limpeza intestinal, ou prática de Jejuns periódicos, fica quase impossível haver uma mudança do regime cárneo para o regime vegetariano, como também, fica quase impossível a recuperação do doente, observa Ellen White, em alguns de seus livros sobre saúde.

Algumas pessoas começam o regime vegetariano, e voltam a comer carne, porque não seguiram a recomendação do Grande Médico, no sentido de fazer a limpeza periódica do interior do corpo, para eliminar as toxinas das entranhas e do sangue. Sabemos que sujeira atrai mais sujeira. Sem limpeza, não há mudança de hábitos, nem purificação do corpo e da alma (o sangue). A maioria das pessoas tem o sangue sujo ou envenenado, e envelhecem precocemente, porque não fazem, periodicamente, a limpeza do cólon intestinal.

Eis algumas dicas de purgantes naturais e lavagem intestinal para quem deseja limpar o templo do Espírito Santo, que é o corpo:

a) Bater no liquidificador, e tomar imediatamente, ao deitar, ou ao despertar, uma vez por semana, durante 2 meses, a seguinte mistura:

- 1 copo de suco puro de laranja, 8 ameixas-secas e uma fatia de mamão. Depois de coar, adicionar 10 colheres de leite de magnésio e tomar.

b) Tomar, ao despertar, semanalmente, durante 1 mês, um copo de suco de mastruço, contendo 5 colheres de óleo de rícino. Este purgante limpa os intestinos, pulmões e fígado, como também, elimina vermes e lombrigas. Muito ideal para desintoxicar todo o organismo.

c) Tomar, ao despertar, semanalmente, durante 6 semanas, um copo de chá de sene, contendo 2 colheres (de sopa) de óleo de rícino. Este purgante, além de limpar os intestinos, é recomendado para quem deseja emagrecer.

d) Usar a cada dez dias, durante 4 a 6 semanas, lavagem dos intestinos via retal, contendo um litro de água amornada, suco de um limão e uma colher de sal marinho. Esta lavagem deve ser administrada em pessoas magras e de baixa estatura. Em caso de vermes e lombrigas, a lavagem pode ser preparada com chá de hortelã miúdo e macela.

e) Usar durante 3 dias consecutivos, lavagem dos intestinos, via retal, preparada com um litro de água fervente, 2 colheres de café (não pode ser solúvel ou nescafé) e uma colher de sal. Aplicar quando estiver morna. Esta lavagem retal é recomendada para pessoas portadoras de enfermidades do fígado e do baço.

Depois de limpos os intestinos, devem evitar intoxicá-los novamente com alimentos cárneos ou antinaturais. É dentro deste pensamento que Jesus recomendava aos doentes que Ele os curava: "Olha que já estás curado; não peques mais, para que não te suceda cousa pior" (João 5:14).

Cristo sabia que os doentes de Israel encontravam-se naquele estado por conta dos seus erros alimentares. Quando Ele recomendava ao doente: "Não peques mais"; Ele estava pedindo não mais voltar aos hábitos prejudiciais antigos. Quanto aos líderes religiosos da época, Jesus os chamou de “cemitérios ambulantes”. Levando-se em conta a sua intemperança no comer, no beber, no pensar e no agir, os professores de teologia e líderes da igreja judaica foram considerados por Jesus como "sepulcros caiados: por fora com bela aparência, mas por dentro cheios de ossos dos (animais) mortos e toda espécie de podridão" (Mat. 23:27) .




NOZES PECAN

O chá de cascas de nozes pecan combate tumores (câncer em geral), mesmo estando o doente em fase terminal, se tomado em substituição à água, dois litros por dia. Combate, também, colesterol, diabete, doenças infecciosas, respiratórias, do sistema nervoso e circulatório, como colesterol, trombose, coágulos, bloqueio das artérias, evitando pontes de safena, insuficiência cardíaca, hipertensão, bronquite asmática, hepatite, úlceras gástricas, infecção urinária, úlcera varicosa, feridas no útero, doença de chagas, mal de Parkinson, doenças da próstata, reumatismo no sangue, cirrose hepática, hepatite, corrimento vaginal, prisão de ventre, enfisema pulmonar, doenças renais, da bexiga dos ovários.

Como preparar o chá: coloca-se dois litros de água para ferver e adicionar 2 colheres das de sopa das cascas moídas, e deixar ferver por mais 2 minutos. Desligar o fogo e deixar o chá abafado até esfriar. Tomar naturalmente, sem coar, em substituição à água, pelo período de 20 dias. Descansar 8 dias e voltar a tomar mais 20 dias, em 5 etapas.




MACONHA PODE COMBATER DOENÇAS

Por: Wilson Dias*

Conhecida também como “erva maldita”, bengue, fuminho, fumo-de-angola, ganja, haxixe, mato, baseado e marijuana, além de cânhamo, a maconha “Cannabis sativa” é uma erva tóxica de uso proibida pelas autoridades policiais e usada como narcótico pelos seus viciados. O cigarro desta erva causa insônia, excitação nervosa, irritação, ansiedade, tensão e dilatação das pupilas, além de olhos vermelhos.

No futuro, a Medicina deverá usá-la como remédio nos casos de asma, bronquites, AIDS, dores musculares e articulares, câncer e esclerose múltipla. Estudos nesse sentido estão sendo feitos na Holanda, onde já se usam a raiz da droga na forma de chá e xarope, para a cura da asma e bronquite asmática.

Na Europa medieval os médicos receitavam a raiz da maconha para combater reumatismo, gota, artrite e outras doenças dolorosas. A Medicina Natural estudada cientificamente descobriu que aplicando sobre a pele o pó da raiz da maconha com óleo de andiroba e manteiga, cura queimaduras, sem deixar marcas ou quelóides.

Já preparei tinturas e xaropes com a raiz da maconha, e comprovei sua eficácia no tratamento de epilepsias, convulsões, asmas e certos tipos de glaucoma. Ficou constatado que o uso da raiz da chamada “erva maldita” combate as náuseas ou efeitos do tratamento do câncer pala quimioterapia ou pela radioterapia. Enquanto na Europa a Cânhamo (maconha) é objeto de pesquisa pela ciência médica, já no Brasil, a posse dessa erva é ilegal.
_______________
* WILSON DIAS, CRT/SP 23.553; CRT/BA 522-05
Naturoterapeuta, Jornalista, Escritor e pesquisador de assuntos sobre origem, fundamento e filosofias das religiões.
Fez Bacharelado em Medicina Integrativa em Naturopatia, pela FAMET.
- Presidente da Associação Baiana de Medicina Natural e Preventiva (ABMNP).
- Presidente da Associação dos Reformadores da Saúde Integral no Brasil (ARSIB).
- Delegado do Conselho dos Terapeutas da Bahia.
Celular: (74) 8102-0013 – Atende pela manhã; (74) 8813-6566 – Atende à tarde
E-mail: wilson_terapeuta@hotmail.com; Site: www.terapeutanatural.com.br
Se precisar de ajuda, encomende um Guia de Avaliação da Saúde à Distância

Nenhum comentário:

Postar um comentário