Música Celtica

Exercícios Terapêuticos

Exercícios Terapêuticos
O universo está em constante movimento. O movimento significa vida. O movimento de uma espiral de energia vitaliza a célula única que marca o início de nosso tipo de vida humana. À medida que esse tipo de vida evolui, nós nos constituímos em um ser que constantemente troca energia com o cosmo. À medida que esta energia passa através de nós, ela nos alimenta, nos nutri e cria o movimento interno e externo de nossas vidas. Na expressão natural deste intercâmbio encontramos nossa saúde. O intercâmbio de energia é aumentado pelo movimento, e o movimento perfeito do corpo é uma extensão do interior para o exterior enquanto recebe estímulos que movem do exterior para o interior. (Greg Broòshy)

Translate

29.12.10

AS CÉLULAS CANCEROSAS SE ALIMENTAM DE:












a) O açúcar é um alimentador do câncer . Tirando o açúcar, se elimina a fonte de suprimento da sua alimentação mais Importante.

b) O sal de mesa tem uma substância química para torná-lo branco. Esta substância ingerida em excesso causa graves danos ao sistema gastrintestinal.

c) O leite faz o corpo produzir muco, especialmente na área gastrintestinal. O câncer se alimenta do muco. Eliminando o leite e substituindo-o por leite de soja não adoçado, as células cancerosas morrem de fome.

12. Células cancerosas prosperam em um ambiente ácido. Uma dieta com base na carne é ácida; assim é melhor
comer peixe e uma pequena quantidade de frango, do que ingerir carne de boi ou de porco. Carne de gado (criado em fazendas) contém antibióticos, hormônios de crescimento e parasitas, que
são prejudiciais, principalmente às pessoas com câncer.

13. Uma dieta feita com 80% de legumes frescos, sucos, grãos inteiros, sementes, nozes e um pouco de frutas ajudam pôr o corpo em um ambiente alcalino. Aproximadamente, 20% delas
podem ser ingeridas cozidas, incluindo os feijões. a) Sucos de vegetais frescos contêm enzimas que são facilmente absorvidas e alcançam até níveis celulares dentro de 15 minutos, para nutrir e aumentar o crescimento das células saudáveis. Para obter enzimas vivas, para formar células saudáveis, tente ingerir sucos de vegetal frescos (a maioria dos legumes, inclusive brotos de feijão) e comer alguns legumes crus, duas ou três vezes por dia. As enzimas são destruídas a temperaturas de 104 graus Fahrenheit (40 Graus centígrados). b) Evite café, chá e chocolate, que têm alto nível de cafeína. O chá verde é a melhor alternativa. c) É melhor beber água limpa e natural, deionizada, filtrada , para evitar as toxinas conhecidas e metais pesados da água de torneira. A água destilada é ácida; evite-a.



14. Proteína de carne é difícil de digerir e requer muitas enzimas digestivas. Carne não digerida, que permanece nos intestinos, putrefaz e causa a formação de mais tóxico.

15. Células cancerosas têm (suas) paredes cobertas de proteína dura. Privando-as, ou alimentando-as com pouca carne, elas se livram de mais enzimas (tóxicas) e do ataque às paredes de proteína das células cancerosas, e permitem que as células protetoras do corpo destruam as células cancerosas.

16. Alguns suplementos constroem o sistema imunológico: O IP6, Flor-essence, (flor de essência - uma mistura de ervas para fazer chá, que se acredita, tem propriedades para curar o câncer) antioxidantes, vitaminas, minerais, etc., para permitir que as próprias células protetoras do corpo
destruam as células cancerosas. Outros suplementos, como vitamina E, são conhecidos por causar apoptose, (autodestruição da célula; uma espécie de sistema programado para matá-las) - o método normal do corpo de se livrar das células estragadas, indesejáveis ou desnecessárias.



17. Câncer é uma doença da mente, do corpo e do espírito. Um espírito pró-activo e positivo ajudará o guerreiro do câncer a ser um sobrevivente. Raiva, inclemência e amargura põem o corpo em estresse, num ambiente acetoso. Aprenda ter um espírito clemente e amoroso. Aprenda relaxar e desfrutar vida.


18. As células cancerosas não podem prosperar num ambiente oxigenado. Exercitando diariamente e profundamente a respiração, ajuda adquirir mais oxigênio até o nível celular. A terapia de oxigénio é outra maneira usada para destruir as células cancerosas.






Wilson Dias
Naturoterapeuta

30.11.10

PREVININDO INFECÇÕES ASSOCIADAS AOS CUIDADOS DA SAÚDE (IACS)













Nós elaboramos uma lista de medidas preventivas que você, seus filhos, seus pais e familiares podem tomar antes, durante e depois da sua estadia no hospital para minimizar a exposição às Infecções associadas aos cuidados da saúde (IACS) e bactérias relacionadas, como SARM.


Handwashing helps prevent Healthcare-associated infections (HAI) Limpeza e higiene pessoal: :

Lave suas mãos. Esfregue por pelo menos 15 segundos com água morna e sabão. Use álcool-gel se você não tiver acesso a água e sabão.
De três a cinco dias antes de sua cirurgia, tome banhos diários com sabão contendo 4% de clorexidina, disponível em farmácias.
Quando já estiver no hospital: peça para a pessoa que te atender lavar as mãos antes de tocar em você – na sua presença. Exija isso tanto de médicos e enfermeiras que forem examiná-los quanto de visitantes que abracem, toquem ou ajudem você a se vestir, etc. Não tenha vergonha! Sua vida vale um segundo de constrangimento.
Certifique-se que a equipe médica esfregue a área da cirurgia antes do procedimento, pois bisturis e outros instrumentos cirúrgicos arrastam as bactérias da pele para a incisão.


Equipamentos:

Uma fonte comum de contaminação cruzada por bactérias são estetoscópios, que normalmente não são limpos após usados em cada paciente, então peça que sejam limpos – assim como qualquer outro equipamento médico – na sua presença.
Certifique-se de que as equipes hospitalares limpem e desinfetem todas as superfícies que você deve tocar, como grades de cama, cortinas e pias. Evite colocar comida ou utensílios nos móveis ou na cama.
Certifique-se que o cateter esteja adequadamente limpo quando inserido e removido e de que outro, novo e limpo, seja inserido a cada 3 ou 4 dias. Se alguma irritação aparecer na área em que for inserido, comunique a enfermagem imediatamente.
Monitore ataduras e drenos e avise prontamente a enfermagem se eles estiverem soltos ou molhados.
Evite o uso de cateteres urinários o máximo possível. Caso você precise de um, peça que seja removido de um a dois dias – o quanto antes melhor.


Exames:

Faça um exame para verificar a presença de Staphylococcus aureus resistente à meticilina (SARM) pelo menos uma semana antes de ser internado. Você pode já ter SARM e não saber! É importante saber disso o quanto antes.
Tenha a quantidade de açúcar sob controle se você tiver diabetes.


Medicação:

Pergunte a seu medico sobre a administração de antibióticos antes da cirurgia. Para algumas cirurgias, você pode receber uma dosagem antes da cirurgia para prevenir uma Infecção do Sítio Cirúrgico (ISC).


Estética e Conforto:

Se você precisa de depilação, use depiladores elétricos no dia da cirurgia em vez de lâminas, pois, com essas últimas, são maiores as chances de cortes na pele, o que aumenta a exposição às bactérias que causam infecção.
Peça a seu médico que lhe mantenha aquecido durante a cirurgia. Obviamente, você não irá sentir frio quando anestesiado, mas estudos provaram que procedimentos simples como manter os pacientes aquecidos diminui as chances de infecção.
Peça a quem estiver tossindo que use máscara ou que fique pelo menos dois metros longe de você, a fim de que você não pegue uma infecção transmitida pelo ar.
Embora visitas possam animar você, se familiares e amigos não estiverem se sentindo bem, peça a eles que esperem para visitá-lo quando estiverem melhor. Converse com eles por telefone enquanto se recupera.






Fonte: Kimberly Clark - Health Care - IACS
http://prevencaodeinfeccoes.com

26.11.10

"ÁGUA" EM ALGUNS LUGARES ELA JÁ NÃO EXISTE MAIS








































World Water Crisis book Blue Planet Run safe drinking water to the one billion people who lack it
Deli, Índia. Todos querem, apenas, um pouco de água...

World Water Crisis book Blue Planet Run safe drinking water to the one billion people who lack it
Dois Sudaneses bebem água dos pântanos, com tubos plásticos, especialmente concebidos para este fim,
com filtro para filtrar as larvas flutuantes, responsáveis pela enfermidade da lombriga da Guiné.
O programa distribuiu milhões de tubos e já conseguiu reduzir em 70% esta enfermidade debilitante.
World Water Crisis book Blue Planet Run safe drinking water to the one billion people who lack it
Os glaciares que abastecem a Europa de água potável perderam mais da metade do seu volume,
no século passado. Na foto, trabalhadores da estação de esqui do glaciar de Pitztal, na Áustria, cobrem o glaciar
com uma manta especial para proteger a neve e retardar o seu derretimento, durante os meses de Verão...
World Water Crisis book Blue Planet Run safe drinking water to the one billion people who lack it
As águas do delta do rio Níger são usadas para defecar, tomar banho, pescar e despejar o lixo.
World Water Crisis book Blue Planet Run safe drinking water to the one billion people who lack it
Água suja em torneiras residenciais, devido ao avanço
indiscriminado do desenvolvimento.
World Water Crisis book Blue Planet Run safe drinking water to the one billion people who lack it
Aldeões na ilha de Coronilla, Quénia, cavam poços profundos em busca
do precioso líquido, a apenas 300 metros do mar. A água é salobra.

World Water Crisis book Blue Planet Run safe drinking water to the one billion people who lack it
Aquele que foi o quarto maior lago do mundo, agora é um cemitério poeirento
de embarcações que nunca mais zarparão...

VALORIZE A ÁGUA!
EM ALGUNS LUGARES, ELA NÃO EXISTE MAIS...



ISTO, SIM, TEM QUE CHEGAR AO CONHECIMENTO DE TODOS.

AVISA CONSTATA ALTO TEOR DE SÓDIO EM ALIMENTOS

(23.11.10)

Algumas marcas de batata industrializada apresentaram até 14 vezes mais sódio do que o recomendável. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) constatou teores elevados de sódio em vários alimentos industrializados encontrados nas prateleiras dos supermercados. Dos mais de 20 tipos de produtos analisados, o macarrão instantâneo apresentou a maior quantidade de sódio.

De acordo com o levantamento, algumas marcas têm mais que o dobro de sódio do que o limite recomendável para consumo diário. A ingestão do elemento químico em altas concentrações contribui para o surgimento de doenças cardíacas e renais, obesidade, hipertensão e diabetes.

A pesquisa revela que os refrigerantes de baixa caloria (light e diet) à base de cola e guaraná têm maior concentração de sódio em comparação com os convencionais.

O estudo constatou ainda diferenças na quantidade de sódio de uma marca para outra. No caso da batata-palha, algumas marcas apresentaram até 14 vezes mais sódio do que o recomendável. Para a diretora da Anvisa, Maria Cecília Brito, a variação mostra que as empresas podem produzir alimentos com menos sódio e recomenda ao consumidor que observe o rótulo das embalagens.

"A população deve saber que existem alimentos semelhantes, porém menos saudáveis. A Vigilância Sanitária não pode dizer que recomenda este ou aquele produto. Seria insano lançarmos uma proibição desses alimentos neste momento, porque é preciso desenvolvimento técnico das empresas para adptar a produção", disse a diretora.

O estudo avaliou também a quantidade de açúcar, ferro e gorduras trans e saturadas nos alimentos. Os sucos de polpa de fruta apresentaram menos açúcar que os néctares (bebidas com menor concentração de polpa). No caso dos néctares, o de uva foi o que apresentou o maior nível de açúcar.

Na avaliação da gordura saturada, 55% das marcas de batata-palha ultrapassaram o valor médio. Os biscoitos de polvilho lideram o índice de gorduras saturadas e trans.

Os resultados apontaram ainda que 87% das farinhas, dos fubás e dos flocos de milho têm menos ferro e ácido fólico que o exigido em lei.

Ainda este mês, representantes do Ministério da Saúde, da Anvisa e da indústria alimentícia devem se reunir para traçar metas de redução desses nutrientes nos produtos industrializados.

Av. Praia de Belas, 2266, 8º andar - Cep: 90110-000 - Porto Alegre - RS - Brasil

Desenvolvido por Desize.

25.11.10

LA MEDICINA NATURAL AL ALCANCE DE TODOS










(Dr.Manuel Lazaeta Acharán)

La Medicina Natural Al Alcance de Todos. Manuel Lazaeta Acharán Ed. KIER Bs. Aires. Este libro, que en 1989, iba por la décimo séptima edición, conoció la luz en la década de 1930, en Chile; el autor, médico y abogado desarrolla una teoría innovadora sobre la concepción de la salud, enfermedades y su recuperación en caso de pérdida de la misma, solo apelando a terapias o tratamientos naturales. Este autor, sufrió en carne propia una enfermedad venérea y estando en su última etapa, no le quedaba otra alternativa que esperar la muerte con resignación, según el mismo relata en su libro. En el se desarrolla una teoría completamente distinta y contrapuesta a la medicina clásica o alópata, conceptos que causaron su comparecencia a tribunales acusado de ejercicio ilegal de la profesión, según denuncia de la Soc. Médica de Chile (1932). Lazaeta salió triunfante de este juicio con un fallo favorable sentando jurisprudencia en la historia médica de Chile. Sin publicidad, este libro mantiene sus reediciones, tras años de la muerte de su autor y los avances técnicos en medicina; el fundamento de la teoría expuesta por Lazaeta, es su definición de la Salud, como un estado natural del hombre, la cual perdemos en el ejercicio de hábitos antinaturales al ingerir alimentos indebidos; también reconoce la perdida de este estado (salud), por accidentes mecánicos o de otra índole, que escaparían a estos postulados, sin invalidarlos. Estamos en presencia de un gran libro de consulta, que según pasa el tiempo, cobra más y más vigencia; hoy vemos con asombro el aumento y proliferación mundial de enfermedades que hace 40 ó 50 años eran casi desconocidas y que hoy adquieren la característica de pandemias, me refiero al aumento de Obesidad y Diabetes, por ejemplo, pero los países a través de sus sistemas de salud planifican estrategias para atacar consecuencias en vez de causas. El sentido común nos indica que estas enfermedades están relacionadas con malos hábitos modernos de nutrición, al acostumbrarnos al consumo de alimentos envasados que aguardan durante meses su consumo, gracias a conservantes y métodos artificiales de envasado. Todo esto fue visualizado por Lazaeta hace más de 80 años; claro, la práctica de su sistema de salud está lejos de recetarios, laboratorios y formulaciones químicas, por ende se trató de desprestigiarlo siendo condenado al silencio, no obstante su mejores defensores, que entre otras cosas ayudaron a que ganara el juicio antes mencionado, son sus propios pacientes a los cuales la medicina clásica no ofreció soluciones, entre los cuales se contaba el mismo autor. Lontue La Medicina Natural Al Alcance de Todos. Manuel Lazaeta Acharán Ed. KIER Bs. Aires. Este libro, que en 1989, iba por la décimo séptima edición, conoció la luz en la década de 1930, en Chile; el autor, médico y abogado desarrolla una teoría innovadora sobre la concepción de la salud, enfermedades y su recuperación en caso de pérdida de la misma, solo apelando a terapias o tratamientos naturales. Este autor, sufrió en carne propia una enfermedad venérea y estando en su última etapa, no le quedaba otra alternativa que esperar la muerte con resignación, según el mismo relata en su libro. En el se desarrolla una teoría completamente distinta y contrapuesta a la medicina clásica o alópata, conceptos que causaron su comparecencia a tribunales acusado de ejercicio ilegal de la profesión, según denuncia de la Soc. Médica de Chile (1932). Lazaeta salió triunfante de este juicio con un fallo favorable sentando jurisprudencia en la historia médica de Chile. Sin publicidad, este libro mantiene sus reediciones, tras años de la muerte de su autor y los avances técnicos en medicina; el fundamento de la teoría expuesta por Lazaeta, es su definición de la Salud, como un estado natural del hombre, la cual perdemos en el ejercicio de hábitos antinaturales al ingerir alimentos indebidos; también reconoce la perdida de este estado (salud), por accidentes mecánicos o de otra índole, que escaparían a estos postulados, sin invalidarlos. Estamos en presencia de un gran libro de consulta, que según pasa el tiempo, cobra más y más vigencia; hoy vemos con asombro el aumento y proliferación mundial de enfermedades que hace 40 ó 50 años eran casi desconocidas y que hoy adquieren la característica de pandemias, me refiero al aumento de Obesidad y Diabetes, por ejemplo, pero los países a través de sus sistemas de salud planifican estrategias para atacar consecuencias en vez de causas. El sentido común nos indica que estas enfermedades están relacionadas con malos hábitos modernos de nutrición, al acostumbrarnos al consumo de alimentos envasados que aguardan durante meses su consumo, gracias a conservantes y métodos artificiales de envasado. Todo esto fue visualizado por Lazaeta hace más de 80 años; claro, la práctica de su sistema de salud está lejos de recetarios, laboratorios y formulaciones químicas, por ende se trató de desprestigiarlo siendo condenado al silencio, no obstante su mejores defensores, que entre otras cosas ayudaron a que ganara el juicio antes mencionado, son sus propios pacientes a los cuales la medicina clásica no ofreció soluciones, entre los cuales se contaba el mismo autor.



Lontue

12.11.10

CRIE TEMPO PARA VOCÊ COMBATER O ESTRESSE.







O estresse é um dos maiores obstáculos à felicidade, e muitos estudos comprovam que o estresse prolongado tem efeitos nocivos sobre a imunidade, o sistema nervoso e o equilíbrio hormonal. Ele tem uma influência adversa em outras formas de comportamento relacionadas à saúde, como exercício, alimentação, fumo e bebida, e pode promover depressão, perda de memória e doenças como diabetes melito e doença cardíaca.

Um grande estudo no Reino Unido que acompanhou a saúde de servidores públicos desde 1960 relatou, em 2008, que altos níveis de estresse sempre causam danos ao coração. A pesquisa - parte do estudo Whitehall II observou mais de 10.300 servidores públicos e encontrou um risco de doença cardíaca 68% maior nos que apresentavam estresse crônico.

O Dr. Tarani Chandola, autor do estudo, diz: " O corpo é projetado para lidar com situações estressantes, mas o importante é que ele retorne aos níveis normais o mais rápido possível por causa dos danos que os hormônios do estresse podem causar em um longo período."

Então, reserve tempo só para você pelo menos uma vez por semana. Não importa o que fizer - correr, meditar, uma aula de yoga, de arte, shiatsu - contando que faça você esquecer dos problemas.








Fonte: Guia de saúde e Longevidade

2.11.10

KPC - KLEBSIELLA PNEUMONIAE CARBAPENEMASE

Respondemos 13 dúvidas sobre a superbactéria KPC
Infecção pode matar e tem se alastrado, fique atento e saiba como se prevenir

Por Ana Maria Madeira

Desde o ano passado, a superbactéria KPC (Klebsiella pneumoniae carbapenemase) começou a assustar os pacientes e médicos. De acordo com dados da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), 24 pessoas infectadas pela superbactéria morreram no Estado de São Paulo desde julho de 2009 - mesmo não se sabendo se todos os casos de morte foram causados pela bactéria. Nesse mesmo período, 70 casos de contaminação foram confirmados.

No Brasil, até o momento, já são 43 mortes associadas à KPC. No Distrito Federal, o número de contaminações é ainda maior - 183 casos, das quais 18 morreram. A KPC já apareceu em vários estados: São Paulo, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás e Santa Catarina.

A Anvisa prevê multa de R$ 1,5 milhão para farmácias que venderem antibióticos (remédios que atuam principalmente contra bactérias e fungos) sem reter a receita médica. Atualmente, a regra estabelece que o paciente apresente a receita médica, mas ele pode ficar com ela. Isso tudo é para conter o uso indiscriminado desse tipo de medicamento - apontado pelo Ministério da Saúde como um dos fatores do surgimento de organismos resistentes, como a KPC.

Outra resolução da agência obriga clínicas e hospitais a disponibilizarem álcool líquido ou em gel para médicos e enfermeiros limparem as mãos. Mas o que fazer para prevenir-se contra a doença? Quais são os riscos? Confira abaixo 13 dúvidas esclarecidas pela infectologista Ana Cristina Gales, da Unifesp.

1 - O que é a bactéria KPC?

KPC não é o nome da bactéria, mas de uma enzima produzida por ela, que é capaz de inativar os antibióticos mais potentes disponíveis para o tratamento de infecções graves, principalmente aquelas adquiridas no ambiente hospitalar.

2 - Ela é chamada de superbactéria? Por quê?


As superbactérias só são assim denominadas quando produzem uma enzima tão potente capaz de inativar a eficácia de outros antibióticos, limitando, assim, as possíveis opções para o tratamento de infecções graves.

3 - A KPC é uma mutação?

Não se trata de uma mutação. "Ninguém sabe ao certo como a primeira dessas bactérias surgiu, mas acredita-se que o uso dos antibióticos do tipo carbapenens, de uso comum, favoreceu sua aparição, mas ninguém sabe a origem do gene, nem como isto ocorreu exatamente", diz a especialista.

4 - Qual a velocidade de reprodução dessa bactéria?

As bactérias como as KPC, geralmente se multiplicam muito rápido, duplicando de número a cada 20 minutos.

5 - Qualquer pessoa pode ser infectada pela KPC? Há grupo de risco?

As pessoas que estão hospitalizadas, ou em contato com ambiente hospitalar têm maiores riscos. "Porém, pacientes hospitalizados em UTI's com doenças debilitantes como câncer ou com transplante, e que receberam antibióticos apresentam maior risco de ser contaminado com a bactéria", diz Ana.

6 - Como ocorre a transmissão entre as pessoas?

A transmissão ocorre por meio do contato direto, como tocar a outra pessoa, ou por contato indireto, por meio do uso de um objeto comum, por exemplo. Assim, é bom evitar tocar superfícies de hospitais, como camas, portas e paredes. Para evitar a maior proliferação, não tome antibióticos por conta própria e siga as orientações médicas. Caso precise entrar em contato com pacientes, lave bem as mãos antes e depois.

7 - A KPC está espalhada nas ruas ou em qualquer ambiente?

Até o momento, as bactérias produtoras de KPC foram observadas somente em pacientes hospitalizados ou que estiveram no ambiente hospitalar. "No ambiente, provavelmente esta bactéria teria menos chance de sobreviver quando "competisse" com outras, pois não criou ainda resistência", explica a médica.

8 - Quais são os maiores riscos?

O maior risco reside na não detecção da superbactéria, o que pode ocorrer com frequência por ser um organismo ainda desconhecido, causando eventual tratamento inadequado do paciente, o que aumenta as chances de morte do paciente.

9 - Como é feito o diagnóstico?

Existem testes especiais feitos caso o paciente apresente sinais e sintomas de infecção urinária, por exemplo. O médico irá solicitar exames urina e o antibiograma, que é o teste realizado para confirmar se a bactéria é sensível ou resistente a determinado antibiótico. "Por outro lado, se quero saber se um paciente está contaminado com a bactéria porque está ao lado de um paciente infectado por esta bactéria ou colonizado (que tem a bactéria no organismo, mas não apresenta infecção), solicitamos a realização de outro exame, o swab retal (introdução de um "cotonete"), para que seja avaliado se há o crescimento desta bactéria", afirma a especialista.

10 - Quais procedimentos devem ser adotados se houver o diagnóstico positivo?

Independentemente de o paciente estar infectado ou colonizado no ambiente hospitalar, ele será isolado em um quarto, as visitas serão restringidas, os profissionais da área saúde que o atenderem usarão medidas de barreira como avental e luvas que deverão ser desprezados antes de saírem do quarto do paciente. Se possível, estes profissionais não deverão prestar atendimento a pacientes não infectados ou colonizados, para não contaminá-los também.

11 - Como é o tratamento?

A maioria das amostras de KPC encontradas até agora são sensíveis aos antibióticos como aminoglicosídeos, polimixinas e tigeciclinas. "Porém, existe o risco de a bactéria desenvolver resistência a estas drogas, ou de o gene ser adquirido por uma espécie bacteriana que é naturalmente resistente à tigeciclina ou às polimixinas", diz Ana.

12 - Os hospitais devem fazer exames específicos nas pessoas em geral?

Não, uma vez que não existem casos de infecção fora dos quadros de risco descritos no país.

13 - Como posso me prevenir?

A lavagem das mãos, com sabão ou álcool gel, é a medida mais simples, mais barata e mais eficaz no controle da disseminação de das bactérias. Além disso, os profissionais de saúde devem manter todo o protocolo de medidas preventivas.

23.10.10

OS CONSELHOS IMBECIS DE DRAUZIO VARELLA

Enquanto Drauzio Varella tece uma ridícula campanha contra os terapeutas naturais rotulando-a como a medicina dos pobres “Que tipo de medicina o governo cria com uma medida como essa? Ele institui duas medicinas: a do rico e a do pobre” (Drauzio Varella em entrevista para a revista Època) muitas cabeças pensantes começam a se levantar.


Como se diz popularmente “Quem fala da vida dos outros se esquece da sua” veja o que diz o Prof. Dr. Renan Marino, professor de pediatria na FAMERP (Faculdade de Medicina de SJ Rio Preto-SP). Segundo o Prof. Dr. Renan a dengue é uma doença virótica, parente da hepatite C, e, sempre foi benigna, isto é, nunca matou. E não mata.


Isso até 1957, quando surgiu no mercado a droga chamada PARACETAMOL.


Imediatamente indicada como tratamento para dengue, pelo Ministério da Saúde Brasileiro, embora não exista nenhum trabalho no mundo todo, que comprove a eficácia deste veneno no tratamento da dengue.


A partir daí a dengue começou a matar. O PARACETAMOL é uma droga que destrói o fígado do paciente.


A dengue hemorrágica, nada mais é do que a reação do organismo quando o fígado é destruído pelo PARACETAMOL, o que pode provocar a morte do doente.


Segundo ainda o Professor Doutor, se o paciente não tomar Paracetamol ele terá todos os sintomas da dengue: (mal estar, febre, dores nas juntas, vômitos, coceiras e dor nos fundos dos olhos) mas, após uma ou no máximo duas semanas, estará VIVO e bem.


Mas se tomar o Paracetamol corre o risco de morrer.


Nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, esse veneno é proibido. Na Grã-Bretanha, é usado como forma de suicídio. (Tomando 10 comprimidos do veneno chamado PARACETAMOL, em cinco dias, seu fígado é destruído e se não fizer transplante, morre).


“Drauzio Varella deveria ficar preocupado com isso e não com o chazinho de camomila que Dona Maria, eu e muita gente toma” – finaliza o pesquisador.





Wilson Dias
Jornalista e Terapeuta Holístico.

19.10.10

ABÓBORA










Um segredinho revelado [1].

Alguns anos atrás, um meu ex-professor me mostrou uma análise de sangue; o que eu vi me deixou impressionado. Os cinco principais parâmetros do sangue, ou seja: uréia, colesterol, glicemia, lipídeos e triglicerídeos apresentavam valores que, em muito excediam os níveis permitidos.

Comentei que a pessoa com aqueles índices já deveria estar morta ou, se estava viva, isto seria apenas por teimosia. O professor, então, mostrou o nome do paciente que, até então, tinha sido ocultado pela sua mão. O paciente era ele mesmo!

Fiquei estupefato! E comentei: "Mas como? E o que você fez?". Com um sorriso, ele me apresentou a folha de uma outra análise, dizendo: "Agora, olhe esta, compare os valores dos parâmetros e veja as datas".

Foi o que eu fiz. Os valores dos parâmetros estavam nitidamente dentro das faixas recomendadas, o sangue estava perfeito, impecável, mas a surpresa aumentou, quando olhei as datas; a diferença era de apenas um mês (entre as duas análises da mesma pessoa)!

Perguntei: "Como conseguiu isso? Isso é, literalmente, um milagre!" Calmamente, ele respondeu que o milagre se deveu a seu médico, que lhe sugeriu um tratamento obtido de outro médico amigo. Este tratamento foi utilizado por mim mesmo, várias vezes, com impressionantes resultados. Aproximadamente, uma vez por ano, faço análise de meu sangue e, se algum dos parâmetros estiver apresentando tendência ao desarranjo, volto imediatamente a repetir esse processo. Sugiro que você o experimente.

Aqui está o SEGREDO: Semanalmente, por 4 semanas, compre, na feira ou em supermercado, pedaços de abóbora. Não deve ser a abóbora moranga e sim a abóbora grande, que costuma ser usada para fazer doce. Diariamente, tire 100 gramas da casca da abóbora, coloque os pedaços no liquidificador, junto com água (SÓ ÁGUA!), e bata bem, fazendo uma vitamina de abóbora com água. Tome essa vitamina em jejum, 15 a 20 minutos antes do desjejum (café da manhã). Faça isso durante um mês, toda vez que o seu sangue precisar ser corrigido. Poderá controlar o resultado, fazendo uma análise antes e outra depois do tratamento com a abóbora. De acordo com o médico, não há qualquer contra-indicaçã o, por tratar-se apenas de um vegetal natural e água (não se usa açucar!).

O professor, excelente engenheiro químico, estudou a abóbora para saber qual ou quais ingredientes ativos ela contém e concluiu, pelo menos parcialmente, que nela está presente um solvente do colesterol de baixo peso molecular : o colesterol mais nocivo e perigoso - LDL .

Durante a primeira semana, a urina apresenta grande quantidade de colesterol LDL (de baixo peso molecular), o que se traduz em limpeza das artérias, inclusive as cerebrais, incrementando, assim, a memória da pessoa.

Há apenas um inconveniente: o sabor da abóbora crua não é muito agradável! Nada mais.

Porém, há um detalhe importante: nem a abóbora, nem a água poderão ir para a geladeira, porque a refrigeração destrói os ingredientes ativos da vitamina. Esta é a razão de ter que comprar, semanalmente, a abóbora, pois, fora da geladeira, ela se estraga rapidamente.

Referência:
[1] Salvatore de Salvo e Mara Teresa de Salvo, Novos Segredos da Boa Saúde, Editado pela Biblioteca 24x7 [ www.biblioteca24x7. com.br ], São Paulo-SP, novembro 2008.

17.10.10

COMA PEIXE!











Níveis mais altos no sangue de ácido graxo ômega-3 chamado ácido docosa-hexaenoico (DHA) encontrado em peixes gordurosos como salmão, sardinha e cavala - melhoram a função cognitiva e reduzem o risco de demência em pessoas mais velhas, de acordo com os pesquisadores da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres. Estudos populacionais revelaram que o aumento do consumo de peixes reduz o risco de danos na função cognitiva. Duas a três porções de peixe oleosos por semana bastam, mas, se você não gostar de peixe, tente cápsulas de óleo de peixe. Um estudo sueco de 2006 revelou que tais cápsulas diminuíram o declínio mental em pessoas com a doença de Alzheimer de gravidade moderada.





Fonte: Guia de Saúde e Longevidade.

30.9.10

O MERCADO "MEDICINAL"










O mercado “medicinal”: até onde vai o poder alienante da mídia “Global”?
Por Verusa Pinho de Sá, jornalista

É bom pra quê? Seja bem-vindo ao novo quadro do Fantástico, apresentado pelo Dr. Drauzio Varela. A impressão inicial do espectador é que o programa tenta desmistificar as crenças populares a fim de evitar o uso equivocado de plantas, em especial. Mas no decorrer do quadro identificamos um forte apelo pelo uso das drogas de farmácia em vez das ervas medicinais, que há milhares de anos servem à humanidade. Ora, não são os princípios ativos das plantas a base para a produção dos remédios convencionais, massificados pela indústria farmacêutica? A resposta é simples: contra a autonomia dos cidadãos, tem-se a dependência dos hipocondríacos. Contra a conscientização, a manipulação do sistema capitalista preocupado em vender, não com a cura das doenças.
Afinal, tomar chás faz mal à saúde? O Dr. recomenda: 'Para tratar doenças, não tome nada que não tenha rótulo e nem bula'. Ora, cabe ao cidadão o direito à informação, e hoje, mais do que em qualquer outro momento, temos de ser curiosos e buscar o conhecimento necessário, cobrando, inclusive, dos fitoterapeutas informações mais precisas.
Se prevenir é melhor do que remediar e as drogas farmacêuticas são muito mais paliativas do que fórmulas milagrosas contra a causa primária das doenças, qual seria a solução? Bem, em alguns casos os coquetéis são a única saída, amenizando a dor dos aflitos. O caminho então seria uma conhecida operação matemática: SOMAR, ou seja, utilizar como fundamento a Medicina Natural em busca do conhecimento holístico entre corpo, mente e natureza, aliada, quando imprescindível pelo caráter emergencial, à Medicina convencional. Mas a mídia “Global” quer dependentes químicos, espectadores passivos para continuar a dar audiência a seus conteúdos “Fantásticos”!
Dependência! Eis a questão. O que há por trás das supostas explicações do “médico Fantástico”? Será que a saúde no Brasil não vai bem pela resistência do conhecimento popular, ou a sociedade brasileira anda meio bamba pela falta de criticidade da maioria dos cidadãos, manipulados facilmente pela elite e pela mídia convencional? Mente sã, Corpo São, já dizia o filósofo. É Fantástico!

CAPANHA DO LIVRO DE HISTÓRIA DA MEDICINA - PARTICIPE!!!

A Bíblia, em Eclesiastes 1, verso 9; e também no verso 15 do terceiro capítulo, referindo-se à Medicina Holística criada pelo médico grego Hipócrates, por volta de 420 antes de Cristo, que caiu em desuso no ano 200 depois de Cristo, após o assassinato de 690 mil médicos holísticos, que foram queimados vivos como bruxos com seus livros científicos, por determinação dos líderes religiosos da igreja em Pérgamo, para a implantação da Alopatia, diz que “o que se fez, isso se tornará a fazer; o que já foi, Deus fará renovar-se o que se passou”.

Com a finalidade de desarticular a Medicina Natural Alternativa, que atualmente vem sendo usada por cerca de 50% dos brasileiros e, visando torná-la desacreditada, o Conselho Federal de Medicina vem usando a mídia, em particular a Rede Globo, que vem sendo obrigada a fazer uma série de reportagens contra as terapias naturais, aos domingos, durante o FANTÁSTICO, usado o médico Varela, para desfazer de tudo aquilo que a própria Globo vinha transmitido às sextas feiras, por muitos anos, pelo “Globo Repórter”. Antes, falava da importância das ervas medicinais e seu valor terapêutico, com depoimentos de cientistas renomados, herbalistas e pesquisadores de universidades. Agora, diz que as ervas não tem nenhum valor medicinal por não terem “embasamento científico”.

Isto vem acontecendo por pressão da Sociedade Médica, que atualmente vem manipulando os órgãos fiscalizadores do Governo Federal para fechar as indústrias fabricantes de remédios naturais. Também, vem usando políticos, a imprensa e a organização adventista, para perseguir os terapeutas holísticos e inviabilizar a Medicina Natural. Essas instituições vêm sendo usadas por “forças ocultas” para afastar o povo das terapias naturais, em atendimento à pretensão da indústria farmacêutica, a maior e mais poderosa fábrica de doenças e enfermidades, que desde a Segunda Guerra Mundial vem usando os médicos para converter os usuários da Medicina em “cobaias humanas” e farmacodependentes.

Esses e outros desmandos promovidos pela “máfia branca” constam no meu livro: ANTROPLOGIA DA HISTÓRIA DA MEDICINA, lançado em 18 de setembro/2010, em Jacobina, no Auditório da Casa de Repouso do Divino Espírito Santo, na abertura do VI Seminário da Saúde Holística e 3ª Feira de Terapias Naturais.

Seja um dos agenciadores do nosso livro, e ganhe mais de 50% do investimento feito.
O livro é repassado ao público pelo valor de R$ 16,90 e pode ser encomendado por este e-mail: wilson_terapeuta@hotmail.com, ou pelo Site: www.terapeutanatural.com.br

Investimento:
- Encomenda de 100 livros, para revenda: R$ 800,00 ......... 8,00/exemplar;
- “ “ 50 livros “ “ :R$ 500,00 .........10,00/exemplar;
- “ “ 20 livros “ “ :R$ 240,00 .........12,00/exemplar;
- “ “ 10 livros “ “ :R$ 140,00 .........14,00/exemplar;
- “ “ 05 livros “ “ :R$ 75,00 .........15,00/exemplar;
- “ “ 01 livro “ “ :R$ 16,90 .........16,90/exemplar.

Pagamento:
- Deposite o valor do investimento de acordo com o número de exemplares encomendados, em uma das Contas Bancárias: Agência Banco do Brasil: 0228-3; Conta Corrente: 18.740-2; ou Caixa Econômica Federal: Ag. 076; Op. 013; Conta Poupança: 4.120-0 – favorecido: Wilson Dias da Silva.
- Envie-nos um e-mail formulando o seu pedido e acusando o depósito, incluindo valor, agência bancária, data do depósito e o número do terminal em que foi efetuada a operação.




WILSON DIAS
Naturoterapeuta CRT/SP 23.553; CRTH/BA 522-05

28.9.10

DR. MARCIO BONTEMPO







"Olá amigos e leitores
E ai, tudo bem com vocês?

É com imenso prazer que apresento para vocês meu amigo, Dr. Marcio Bontempo, médico sanitarista, candidato a Deputado Federal pelo Partido Verde. Ele é um cara muito especial e tem uma longa história na luta pela saúde do povo brasileiro, além de ser consciente e preocupado com o bem-estar das pessoas. Vou votar nele por estar muito identificado com as suas ideias e gostaria de lhes pedir que dêem uma lida na sua mensagem como candidato, logo abaixo, seguida de um resumo das suas interessantes propostas e projetos. Caso vocês queiram saber detalhes dessas propostas, abra o arquivo anexo. Para saber mais da sua vida e trajetória, dêem uma olhada no seu site: www.drmarciobontempo.com.br
Se vocês gostarem, por favor me dêem um feed back, ou façam vocês mesmos um contato com ele, mas gostaria da sua opinião. Precisamos dessa transparência para saber em quem votar de modo a elegermos pessoas confiáveis, determinadas a mudar essa política que ai está. Assim contribuiremos com a renovação desse Congresso, colocando lá "gente nossa".

Aguardo sua resposta

Um abraço"



Dados: Deputado Federal 4322 Partido Verde. Email de campanha para contato: marciobontempo4322@gmail.com

Um abraço

Marcio Bontempo




Mensagem de Marcio Bontempo aos cidadãos do Distrito Federal

Foram necessários cerca de trinta anos para eu decidir ingressar no mundo da política. Para mim, a imagem dos políticos sempre esteve associada a interesses pessoais disfarçados, hipocrisia e corrupção. Mas quando Marina Silva surgiu como candidata à presidência, e pelo Partido Verde, uma chama de esperança foi acesa. Cresceu fortemente a motivação e a vontade de contribuir na virada de página da história política brasileira e ajudar a construir o Brasil que sempre sonhei.

Com o incentivo de amigos, resolvi aceitar o desafio e hoje, além de assessorar nossa competente, séria e honesta Marina Silva, sou candidato a Deputado Federal pelo PV em Brasília-DF. Hoje estou fortemente envolvido no movimento de resgate da dignidade política e da imagem do DF, manchadas pela corrupção e por oportunistas enganadores. Para a nossa vergonha, na área da saúde pública, o DF tem muitos problemas e é um dos piores exemplos para a nação e para o mundo. Mas isso vai mudar.

Quem me conhece sabe da antiga luta por uma Medicina livre de interesses sombrios dos cartéis, embasada em métodos capazes de promover a saúde, individual e coletiva, como a medicina natural, a homeopatia, a fitoterapia, a alimentação terapêutica, a acupuntura e as terapias integrativas. O povo brasileiro pode e será saudável, desde que o modelo de assistência à saúde seja adequado, o que não acontece atualmente e os problemas se avolumam.

Sempre atuei fora do âmbito da política convencional, no universo da cultura alternativa, cuja marca foi a das transformações da consciência e do comportamento, numa forma paralela ao modelo político tradicional.

Tudo o que fiz, teve e tem como base a coerência com a filosofia de viver em harmonia com as leis naturais, e com os mais legítimos princípios do humanitarismo, da fraternidade, da verdadeira ética e da cidadania, em todos os sentidos.

Sempre trabalhei e atuei acreditando no surgimento de um novo tempo, uma nova humanidade, com a certeza de que o Brasil é o país predestinado a ser o berço da Nova Civilização e, Brasília, a capital profetizada do Novo Mundo.

Agora, com Marina Silva e a legião de valorosos cidadãos que se filiaram ao Partido Verde, estamos unindo o que pertencia ao universo “alternativo”, ao processo político, o que resultará numa nova forma de fazer política, consubstanciando um modelo de cidadania sustentável, consciente e responsável. E nesse processo, ao pedir votos, estou convocando quem se identifica com esta ideologia, a participar de uma revolução sem precedentes no âmbito sociopolítico brasileiro, que representará um exemplo para todos os povos, pois transcenderá os limites nacionais, estabelecendo as bases da nova consciência cívica planetária, o verdadeiro fundamento para o mundo melhor que tanto queremos.



Resumo das algumas propostas e projetos do Dr. Marcio Bontempo como Deputado Federal:



· Projeto de reforma, atualização e adequação do SUS e do modelo de assistência à saúde, hoje deficiente.



· Projeto que determina à cantinas escolares- e a merenda escolar - a oferecer apenas alimentos saudáveis.



· Trabalhar pela aprovação da Lei de Responsabilidade Sanitária, que elimina a corrupção com a verba da saúde.



· Regulamentação da profissão de Terapeuta Naturista ou Holístico, democratizando as terapias.



· Reconhecimento da profissão de Acupuntor, hoje só no âmbito médico.



· Revisão ampla e mais democrática do Ato Médico - PL 7703.



· Criação do Centro Nacional de Referência de Terapias Complementares e Integrativas-DF, para implantar as terapias em parceria com o Governo.



· Projeto que informa os riscos e possibilidades de dano à saúde nos rótulos dos alimentos industrializados e não apenas na propaganda.



· Lutar pelo direito dos animais, contra o uso dos mesmos em experiências, pesquisas comerciais e industriais, vivissecção, circo, incluindo o abate desumano, confinamento e maus- tratos.



· Criação de Hospital e Pronto Socorro Veterinário (SUS Animal e SAMU). Incluir um veterinário no PSF - Programa de Saúde da Fam


Mensagem de Marcio Bontempo aos cidadãos do Distrito Federal

Foram necessários cerca de trinta anos para eu decidir ingressar no mundo da política. Para mim, a imagem dos políticos sempre esteve associada a interesses pessoais disfarçados, hipocrisia e corrupção. Mas quando Marina Silva surgiu como candidata à presidência, e pelo Partido Verde, uma chama de esperança foi acesa. Cresceu fortemente a motivação e a vontade de contribuir na virada de página da história política brasileira e ajudar a construir o Brasil que sempre sonhei.

Com o incentivo de amigos, resolvi aceitar o desafio e hoje, além de assessorar nossa competente, séria e honesta Marina Silva, sou candidato a Deputado Federal pelo PV em Brasília-DF. Hoje estou fortemente envolvido no movimento de resgate da dignidade política e da imagem do DF, manchadas pela corrupção e por oportunistas enganadores. Para a nossa vergonha, na área da saúde pública, o DF tem muitos problemas e é um dos piores exemplos para a nação e para o mundo. Mas isso vai mudar.

Quem me conhece sabe da antiga luta por uma Medicina livre de interesses sombrios dos cartéis, embasada em métodos capazes de promover a saúde, individual e coletiva, como a medicina natural, a homeopatia, a fitoterapia, a alimentação terapêutica, a acupuntura e as terapias integrativas. O povo brasileiro pode e será saudável, desde que o modelo de assistência à saúde seja adequado, o que não acontece atualmente e os problemas se avolumam.

Sempre atuei fora do âmbito da política convencional, no universo da cultura alternativa, cuja marca foi a das transformações da consciência e do comportamento, numa forma paralela ao modelo político tradicional.

Tudo o que fiz, teve e tem como base a coerência com a filosofia de viver em harmonia com as leis naturais, e com os mais legítimos princípios do humanitarismo, da fraternidade, da verdadeira ética e da cidadania, em todos os sentidos.

Sempre trabalhei e atuei acreditando no surgimento de um novo tempo, uma nova humanidade, com a certeza de que o Brasil é o país predestinado a ser o berço da Nova Civilização e, Brasília, a capital profetizada do Novo Mundo.

Agora, com Marina Silva e a legião de valorosos cidadãos que se filiaram ao Partido Verde, estamos unindo o que pertencia ao universo “alternativo”, ao processo político, o que resultará numa nova forma de fazer política, consubstanciando um modelo de cidadania sustentável, consciente e responsável. E nesse processo, ao pedir votos, estou convocando quem se identifica com esta ideologia, a participar de uma revolução sem precedentes no âmbito sociopolítico brasileiro, que representará um exemplo para todos os povos, pois transcenderá os limites nacionais, estabelecendo as bases da nova consciência cívica planetária, o verdadeiro fundamento para o mundo melhor que tanto queremos.



Resumo das algumas propostas e projetos do Dr. Marcio Bontempo como Deputado Federal:



· Projeto de reforma, atualização e adequação do SUS e do modelo de assistência à saúde, hoje deficiente.



· Projeto que determina à cantinas escolares- e a merenda escolar - a oferecer apenas alimentos saudáveis.



· Trabalhar pela aprovação da Lei de Responsabilidade Sanitária, que elimina a corrupção com a verba da saúde.



· Regulamentação da profissão de Terapeuta Naturista ou Holístico, democratizando as terapias.



· Reconhecimento da profissão de Acupuntor, hoje só no âmbito médico.



· Revisão ampla e mais democrática do Ato Médico - PL 7703.



· Criação do Centro Nacional de Referência de Terapias Complementares e Integrativas-DF, para implantar as terapias em parceria com o Governo.



· Projeto que informa os riscos e possibilidades de dano à saúde nos rótulos dos alimentos industrializados e não apenas na propaganda.



· Lutar pelo direito dos animais, contra o uso dos mesmos em experiências, pesquisas comerciais e industriais, vivissecção, circo, incluindo o abate desumano, confinamento e maus- tratos.



· Criação de Hospital e Pronto Socorro Veterinário (SUS Animal e SAMU). Incluir um veterinário no PSF - Programa de Saúde da Família, pois 90% das famílias no DF têm animais.





Dados: Deputado Federal 4322 Partido Verde. Email de campanha para contato: marciobontempo4322@gmail.com

26.9.10

UM PEDIDO ESPECIAL





EMBRULHE OS CHICLETES ANTES DE JOGAR FORA:


Atraídos pelo cheiro adocicado e pelo sabor de fruta, OS PÁSSAROS comem restos de chicletes deixados, irresponsavelmente, em qualquer lugar. Ao sentirem o chiclete grudando em seu biquinho, tentam, desesperados, retirá-lo com OS pés... E aí, acontece o pior: acabam sufocados.
Por favor, embrulhe o chiclete num pedaço de papel
e jogue-o no lixo.

Além disso, você ajuda a NATUREZA!!!




SEMENTES DO VIVER
Grupo Ecológico
Ilha de Itapecirica-Bahia

10.9.10

ENTREVISTA COM Dr. MARCIO BONTEMPO









O MÉDICO DA NOVA SAÚDE NO BRASIL


TM-Dr.Marcio, o sr. é autor de vários livros sobre saúde, alimentação etc. e é conhecido como um dos implantadores da medicina natural científica no Brasil. Nesse âmbito, como está seu trabalho aqui em Brasília?

MB-Estou aqui há penas 6 anos, mas sinto que estou há 40, porque nunca na minha vida profissional consegui tantos resultados concretos em relação à luta pela implantação das terapias naturais, holísticas e integrativas. Vim para Brasília para poder me dedicar mais a essa luta.

TM- Poderia explicar melhor. O sr. se refere a atividades públicas ou privadas?

MB- Tenho uma cLínica de medicina ortomolecular e medicina integrativa, mas o mais importante são os contatos que tenho com parlamentares ligados à saúde, colegas médicos, companheiros que praticam as terapias não convencionais, dentro do universo de uma nova concepção de saúde, incluindo a saúde pública. Existem novas políticas de saúde que surgiram no governo atual que precisam ser firmadas, e esse é um dos meus trabalhos. Há muitos anos me dedico à difusão de técnicas como a fitoterapia, a acupuntura, a naturopatia... e agora elas estão sendo aplicadas principalmente na rede pública.

TM- E o sr. acha que elas podem mudar o quadro negativo da saúde no DF e no Brasil?

MB- Elas apenas não, mas desde que façam parte de uma política que inclua a atenção primária em saúde, com a participação de agentes comunitária de saúde, capacitados e treinados para também atuarem em terapêutica, mesmo que simples, para pequenos problemas, podemos ter uma grande mudança na qualidade da saúde do povo. E o que é bom para o DF é bom para o Brasil, porque aqui temos uma situação caótica na saúde pública.

TM- E, além disso, quais suas sugestões para melhorar a saúde no DF?

MB- Primeiro, devemos saber que o DF tem um orçamento de dois bilhões anuais e que há dinheiro suficiente para financiar a saúde e remunerar bem o pessoal. O problema é que existe a corrupção e o desvio de verbas, além do excesso de procura por parte de pacientes de outras cidades goianas próximas do DF, o que sobrecarrega o sistema e prejudica o atendimento da população.

TM- Sim, este último é um problema antigo e crucial do DF. E como resolvê-lo?

MB- Claro que não é simples, mas se entendermos que grande parte do problema se deve à omissão do próprio governo federal, fica mais fácil traçarmos o caminho da solução. Some-se que as prefeituras dessas cidades procuram se eximir da responsabilidade e dos custos de atendimento à população, enviando os doentes - mesmo para casos simples - para os hospitais e postos de Brasília. Para resolver, é necessário chamar para o diálogo sério os três agentes envolvidos no problema: o GDF, as prefeituras e o Governo, de modo a se estabelecer uma linha de ação. Isso nunca foi feito. E, dentro dessas propostas, incluir o modelo de medicina preventiva e de ampliação do PSF - Programa de Saúde da Família, extensivo às cidades goianas, de modo fomentar saúde e prevenção, educação em saúde, o que certamente vai reduzir, em médio prazo, a procura aos serviço no DF.

TM- Mas isso não é fácil, uma vez que o PSF é falho e incompleto até no DF.

MB- Sim, porque falta vontade política. Verba há, mas prefere-se investir em atenção terciária (equipamentos, tecnologia, medicamentos sofisticados etc.) e menos na atenção básica e nos programas de teor preventivo, como o saúde de Mulher etc.

TM- O sr. acha que o sistema de saúde no DF e no Brasil podem ser perfeitos?

MB- Perfeito não é possível, mas podemos chegar perto, desde que os servidores sejam mais conscientes das suas responsabilidades , principalmente os médicos. Sempre digo que a democracia é maior que o governo e que a saúde é maior do que a Medicina. É preciso ter consciência da sua responsabilidade como profissional de saúde e se dedicar mais a sua função.

TM- De um modo geral, quais seriam as suas idéias básicas em relação à medicina?

MB- De um modo geral, tenho as seguintes proposições:
* Projeto de reforma, atualização e adequação do SUS e do modelo de assistência à saúde, hoje deficiente.
* Projeto que determina às cantinas escolares - e à merenda escolar - a oferecer apenas alimentos saudáveis.
* Aprovação da Lei de responsabilidade Sanitária, que elimina a corrupção com a verba da saúde.
* Regulamentação da profissão de Terapeuta Naturista ou Holística, democratizando as terapias.
* Reconhecimento da profissão de Acupuntor, hoje só no âmbito médico.
* Revisão ampla e mais democrática do Ato Médico - PL 7703.
* Criação do Centro Nacional de Referência de Terapias Complementares e integrativas -DF, para implantar as terapias em parceria com o Governo.
* Projeto que informa os riscos e possibilidades de dano a saúde nos rótulos dos alimentos industrializados e não apenas na propaganda.
* Lutar pelo direito dos animais, contra o uso dos mesmos em experiências, pesquisas comerciais e industriais, vivissecção, circo, incluindo o abate desumano, confinamento e maus tratos.
* Criação de Hospital e Pronto Socorro Veterinário (SUS Animal e SAMU). Incluindo um Veterinário no PSF - Programa de Saúde da Família, pois 90% das famílias no DF têm animais.

TM-São propostas bem interessantes. Desejamo-lhe sorte na empreitada de tornar possíveis essas idéias.

MB-Certamente que com a ajuda dos profissionais e políticos conscientes, poderemos pôr em prática essas propostas e, com isso, a certeza de que teremos um povo muito mais saudáveis e menos dependente do jogo de interesse dos cartéis da indústria farmacêutica, estabelecendo um sistema de tratamento mais simples, menos agressivo e menos oneroso à economia, tanto individual quanto familiar, da população e do próprio governo.


IMB-Instituto de Medicina Biológico
Dr. Marcio Bontempo -
CRM-DF 15458

Clinica Geral - Homeopatia - Nutrologia
Fone: 61-3361-0790

2.9.10

A IMPORTÂNCIA DO FÍGADO PARA O BOM FUNCIONAMENTO DO NOSSO CORPO.









Sejamos sinceros: quem, no dia-a-dia, lembra que tem um fígado?
A não ser que já se tenha tido algum tipo de problema hepático, as pessoas não costumam se preocupar com ele - o maior órgão interno do nosso corpo (só por curiosidade, o maior órgão do corpo humano é a pele).

Se eu pedir nesse momento que você coloque a mão sobre o seu fígado, quantas pessoas saberão com certeza onde ele está? Eu mesma, antes da minha primeira biópsia, não saberia. Pra quem tem dúvida, imagine uma linha dividindo o seu abdômem em quadro partes iguais: o fígado está localizado no quadrante superior direito, protegido pelas costelas, e pesa entre 1,5 kg e 2 kg.

Qual é o órgão mais importante do corpo humano? O coração? O cérebro? Então experimente viver sem o fígado... impossível.

Geralmente, o fígado é lembrado apenas em piadas daqueles que gostam de tomar "umazinha" (por exemplo: "inimigos do fígado"). Mas por mais que se saiba que as bebidas alcóolicas o prejudicam, ninguém costuma levar isso muito a sério. Afinal, apesar de progressivo, o dano é tão lento que nem se percebe. Além disso, esse é o tipo de coisa que só acontece aos outros, nunca com a gente, não é verdade?

O fato é que não percebemos o fígado, porque ele trabalha mudo e sofre calado.

E o que o seu fígado faz mesmo? Desintoxica o organismo, barra a ação de fungos e bactérias que causam infecções e produz a bile que dissolve gorduras. Trabalha... e trabalha muito! E não reclama nem mesmo quando o sobrecarregamos com as besteiras que comemos, com as drogas que ingerimos (a maior parte de nós costuma tomar mais remédios do que deveria, mesmo que receitados por médicos), com o álcool e com a raiva.

Raiva? Pois é, quando cultivamos sentimentos como a raiva, a irritação, a amargura e o ódio, o cérebro libera uma toxina que (como as outras toxinas) é processada no fígado. Existe fundamentação científica nisso? Não sei, só sei que já li em diferentes fontes sobre a tese de que as emoções nos afetam fisicamente - e acredito nela.

O fato é que o fígado está lá, trabalhando para nos manter vivos, sem que a gente sinta, sem que a gente perceba, sem que a gente lembre... Isso é muito bom (uma preocupação a menos!), mas também pode ser ruim, a medida que não somos alertados quando o fígado está sobrecarregado - não se sente dor no fígado, porque ele não possui nervos. E, sem ciência do problema, não tomamos os cuidados necessários.

É verdade que o fígado tem um poder incrível de regeneração. E é por isso que se pode fazer transplantes inter vivos. Imagine que podemos doar até 60% do nosso fígado e um mês depois ele já terá atingido o tamanho normal (quem disse isso foi o Dr. Dráuzio Varela, no Fantástico).

Só que as pessoas confundem: as fibroses, essas pequenas lesões que vão se acumulando, não são possíveis de se regenerar assim tão fácil. Elas vão enrijecendo o fígado, até chegar no seu grau mais alto, a cirrose. Isso vai deixando o fígado debilitado e, aos poucos, ele vai perdendo as suas funções - como todos os meus leitores são inteligentes, não preciso nem dizer o que acontece quando o fígado pára de funcionar, né?

É aí, quando o fígado já está bem comprometido, que ele começa a pedir socorro e a gente passa a sentir alguns sintomas (se bem que tenho uma amiga que já tem cirrose e nunca sentiu absolutamente nada). O problema é que, muitas vezes, pode ser tarde demais.

É isso que acontece nas hepatites crônicas: as pessoas estão infectadas com os vírus B e C há anos e não sentem nada. O vírus está lá, comprometendo o fígado, e a gente não tem sintoma algum. Fui infectada pelo vírus da hepatite C na infância, há 23 anos, já tenho uma hepatopatia moderada - fibrose F2 (cirrose, F4, é o último nível). E eu não sinto absolutamente nada. Estou sendo muito repetitiva? A idéia é essa mesma, mostrar que não é porque você acha que seu fígado vai bem, que ele realmente vai.

Uma primeira dica: reflita se não é conveniente pedir ao seu médico na próxima consulta os exames de hepatite B e C - leia na lateral direita o texto "Conhecendo a Hepatite C" e analise se você pode ter entrado alguma vez em contato com o vírus, sem saber.

De qualquer forma, independente de ter alguma doença hepática, será que não é hora de prestar um pouquinho mais de atenção em seu fígado? Hoje em dia, médicos e nutricionistas atendem até crianças com esteatoses (fígado gorduroso). Esse dado é alarmante!

Um bom começo é cuidar da alimentação e manter um estilo de vida saudável - não só seu fígado, mas o corpo todo agradece. E já que as emoções também afetam o fígado, é legal tentar manter o bom humor - as pessoas a sua volta também agradecem (rs!).

Falando em alimentação, vejam as dicas publicadas no jornal A Tarde para manter o fígado em bom estado: Água-de-coco, uvas e sucos são alimentos capazes de contribuir para a manutenção do bom funcionamento do fígado. Alimentos com potássio e sumos verde também são importantes. Sandra Gordilho [endocrinologista e nutróloga] conta que a beterraba é a 'mãe do fígado', por contribuir com a desintoxicação hepática. 'Frutas secas são ótimas para isso'. Ela indica a mistura composta por salsa, cenoura, beterraba, couve e suco de lima, que pode ser preparada em casa, para a limpeza do fígado. 'Deve ser tomada em jejum, para o organismo absorver mais facilmente', conclui."

Não dava pra terminar esse artigo sem trazer um recado do fígado que rola pela internet. Eu imagino que você já esteja cansado de tanto ler (afinal, estou escrevendo este post há três dias), mas vale a pena saber que órgão é esse e do que ele é capaz.


Olá! Sou teu fígado! Permite que eu me apresente!
Como podes gostar e cuidar de mim, se não me conheces?

Sou o maior órgão do teu corpo e estou localizado no lado superior direito do abdômen, protegido pelas costelas (gradio costal).

Sou responsável por aproximadamente 5.000 (cinco mil) funções vitais, produzindo a grande maioria das substâncias essenciais para manter funcionando o resto do teu organismo.

Sou um grande laboratório!

Produzo a bile que é levada ao intestino delgado para se juntar ao processo de digestão.

Eu mantenho as reservas de ferro que tu necessitas, bem como as vitaminas e outros minerais. Também produzo hormônios, proteínas e enzimas que mantêm teu corpo funcionando normalmente.

Tenho participação na produção de substâncias que ajudam o sangue a coagular e um papel importante na decomposição do colesterol e de medicamentos. Sem mim não terias forças para levar tua vida adiante!

Eu armazeno todas as toxinas, venenos, álcool, substâncias químicas e drogas que entram em teu corpo. Minha função é quebrar quimicamente estes venenos, de modo que possam ser mais facilmente eliminadas pelos rins e pela pele.

Sou um depósito de toxinas. Elas permanecem em mim por bastante tempo até serem processadas. Se a carga se torna excessiva, fico impedido de trabalhar adequadamente e o processo digestivo se torna difícil.

Eu reservo energia, como uma bateria, armazenando açúcar (carboidratos e gorduras) até que dele necessites. Sou eu quem alimenta o teu cérebro de energia e o faz funcionar. Sem mim, entrarias em estado de coma!

Na verdade, nem poderias te levantar da cama se eu não estivesse trabalhando!

É importante que gostes de mim!
Mas não te peço muito... Basta que me trates bem! Não me entupas de álcool - cerveja, uísque ou cachaça!
Se bebes com frequência, podes me lesionar para o resto das nossas vidas!

E eu me lesiono facilmente... Estas lesões chamadas "cirrose“, são permanentes.

Toma cuidado com o hábito da auto-medicação! Os medicamentos são importantes, mas ao tomares remédios sem necessidade, podes me sobrecarregar e intoxicar!

Todos os medicamentos são produtos químicos e quando tu os combina sem a aprovação de um médico, podes criar algo venenoso e prejudicar-me seriamente.

E saibas, eu não me queixo. Se me maltratas, não poderei avisar-te que estou em perigo!

Outra coisa importante - cuida da tua alimentação! Não abuses dos alimentos gordurosos!

Eles podem me deixar coberto de gordura e, se isso acontecer, desequilibrarei vários sistemas do teu corpo! Alimenta-te com uma dieta balanceada.

Sou vulnerável aos diversos vírus da hepatite, que podem viver no sangue, na saliva, nas fezes e no sêmem humano.

Quase sempre sou capaz de destruir esses vírus, mas às vezes eles são mais fortes que eu e me infectam, causando-me muito dano.

Os vírus da hepatite C são transmitidos pela transfusão de sangue e hemodiálise, pelo uso de drogas intravenosas, material cortante ou perfurante de uso coletivo, sem esterilização adequada, procedimentos médicos/odontológicos, tatuagens, piercing, manicure etc.

Já o vírus da hepatite A, é transmitido através da água e dos alimentos, enquanto o da hepatite B, através dos contatos íntimos, da mãe infectada para o recém nascido e pelo uso do sangue infectado.

Então observa a procedência do sangue que acaso precises receber, dos alimentos e da água que ingeres e toma cuidado com a higiene ao toalete. Usa preservativos com novos parceiros, exige que os instrumentos que perfurem tua pele ou boca sejam esterelizados.

Segundo a Tradicional Medicina Chinesa, sou um órgão regido pela energia da madeira. Por isso, como uma planta, se me tiras um pedaço, sou capaz de me regenerar e crescer novamente.

Sou eu quem controla teu sistema nervoso e exerço uma atividade importante sobre teus pensamentos.

Quando estou desequilibrado, não consegues te concentrar e nem ter clareza mental. Também te enervas facilmente, ficas instigado às brigas, predisposto à dores de cabeça, na nuca e região lombar...

Ainda segundo a milenar Medicina Chinesa, sou a morada das HUN, seres espirituais que zelam por tua saúde.

E elas não gostam, absolutamente, da raiva e suas toxinas venenosas!

Quando te tornas irado, sou agredido pelas toxinas do estresse. Se isso ocorre com frequência, as HUN me abandonam e fogem do teu corpo...

Então, torno-me endurecido e o teu humor cada vez pior.

Na antiguidade, Hipócrates classificou os principais temperamentos humanos de acordo com os humores predominantes. Ele denominou temperamento bilioso - que significa cheio de bilis e de raiva, irritável - aquele dominado por minha atuação negativa...

As toxinas da raiva são um veneno que não consigo metabolizar... E elas podem me destruir, tornando-me um sério candidato ao câncer...

Além disso, quando envenenado pela raiva, afetarei o teu coração, que tornar-se-á impaciente e rancoroso, incapaz de sentir amor, alegria e respeito.

E isso, facilmente, pode destruir teus relacionamentos...

A única forma de convencer as HUN a voltarem ao teu corpo, é praticares atos de bondade para contigo mesmo e para com os outros. Quando transformares tuas atitudes raivosas em tolerância, conciliação e solicitude, elas ficarão ao teu lado, trazendo-te saúde e sorte!

Entendes agora que precisas buscar a Sabedoria do Viver, para poderes enfrentar os desafios do dia a dia, com inteligência, calma e serenidade?

Compreendes a importância de te apaziguares com todas as circunstâncias da tua vida e todos os seres à tua volta?

Como vês, tua vida, saúde e felicidade, dependem de que cuides muito bem de mim e de ti!

Evita o estresse. Correr contra o relógio é hábito perigoso. Cultiva o bom humor. Pra que levar a vida tão a sério? Procura sorrir e brincar. Permita-te o lazer e o prazer. Descontração e diversão são essenciais para manter-me desopilado!

Busca o teu bem-estar através do contato com a natureza, da prática de exercícios físicos, do relaxamento e, principalmente, da meditação, que te conecta com a Fonte da Vida!

Que as HUN te dêem uma saúde vibrante e muita sorte!


Teu silencioso companheiro,
O fígado.







Fonte: Tuto Mania

25.8.10

OSTEOPOROSE














OSTEOPOROSE

Fantasma predileto de quem defende a adição de hormônios na menopausa, a osteoporose tem sido enquadrada como doença - mas não é.
Faz parte do envelhecimento.
É uma condição, um estado dos ossos, que com a idade avançada podem ir descalcificando e se tornar porosos, frágeis e quebradiços, especialmente na coluna vertebral, nas costelas e na bacia.
Afeta 25% das mulheres ocidentais com mais de 60 anos e apenas 8% dos homens.
Nosso esqueleto está sempre sendo remodelado pela perda de 300 a 700 mg de cálcio por dia.
Repor esse cálcio através da alimentação ou de suplementos é fácil, fazer os ossos assimilarem é que são elas.
A assimilação depende de vários fatores, entre eles sol, vitamina D, exercícios, fósforo, magnésio e estrogênio.
Por isso a situação da mulher cuja massa óssea já não é muito densa pode se tornar problemática após a menopausa, já que haverá muito menos estrogênio em circulação.
Mas atribuir a osteoporose exclusivamente à falta de estrogênio é muito simplismo.
Estudo recente envolvendo uma série de amostras de densidade óssea de mulheres de 20 a 88 anos mostrou que 50% da massa óssea são perdidos antes da menopausa.

E por que se perde cálcio?

Por miríades de razões da vidinha cotidiana: ansiedade, depressão, stress, falta de exercício, diarréia, disfunção na tireóide, excessos de proteína, gordura, sal, açúcar, fibras suplementares e ácido oxálico na comida, deficiência de ácido hidroclorídrico, ingestão habitual de álcool e cafeína, uso de antiácidos, tetraciclina, heparina, laxativos, diuréticos, anticonvulsivantes, aspirina e cortisona.
O consumo de refrigerantes, carnes conservadas, queijos fortes, molhos industrializados, pães e massas de farinha branca também atrapalha, já que nos faz absorver muito fósforo, mineral que inibe a absorção do cálcio se estiver em maior proporção.
A lactose (açúcar lácteo) tem um papel decisivo na assimilação do cálcio do leite.
Pessoas alérgicas ou cujo organismo não digere a lactose aproveitarão pouco cálcio, ainda que seu consumo de leite e laticínios seja grande.
Na osteoporose, tudo depende de duas coisas: a densidade óssea inicial e a velocidade com que se vai perdendo o cálcio.
Ambas podem ser modificadas pelo estilo de vida.
Na verdade, uma mulher com alto risco de osteoporose faria bem em adotar uma alimentação mais vegetariana: perderia muito menos cálcio.
É o caso das mulheres orientais, cuja taxa de osteoporose é baixíssima apesar do pequeno consumo de cálcio.
Mas quando passam a comer uma dieta americanizada, muito rica em proteína, suaeliminação de cálcio pela urina aumenta, porque o organismo gasta muito cálcio para processar a proteína.
E isso não tem nada a ver com redução de estrogênio.

Ébano & marfim

Mulheres negras têm uma densidade óssea inicial 25 a 30% maior que as brancas, ou seja, não precisam se preocupar tanto.
A candidata mais forte à osteoporose é a mulher branca que tem ossos pequenos, fuma, bebe álcool ou descende de europeus do norte, especialmente se alguma mulher da família teve osteoporose.
Se você quer saber a quantas andam seus ossinhos, procure fazer uma densitometria óssea.
Isso se vê através de uma radiografia simples e com dose de radiação mais baixa que uma radiografia dentária.
Nos Estados Unidos qualquer dentista presta este serviço à sua saúde;aqui, por enquanto, você ainda tem que ir atrás de clínicas ortopédicas e serviços especiais.

Alô, amigas dentistas, há possibilidade de dar atenção a isso?

O MAPA DA MINA

Mexa-se!
Atividade física é a chave para conservar a densidade óssea.
Pessoas de 50, 60 e 70 anos que se exercitam têm 30% mais densidade óssea que as sedentárias.
Se você não usa, os ossos se atrofiam.
Mas devem ser exercícios que estimulem o alongamento dos músculos, como andar, correr, dançar, andar de bicicleta.
Nadar não conta, porque a água não oferece resistência que os músculos e ossos possam enfrentar.
Tome sol para garantir a vitamina D
Ela é sintetizada na pele quando tomamos sol e possibilita a absorção de cálcio nos intestinos.
Meia hora de exposição por dia, com o mínimo de roupa ou sem ela, é suficiente para as pessoas de pele clarinha; as mais morenas precisam duas ou três vezes mais tempo.
Gema de ovo e fígado de galinha são boas fontes de vitamina D.
Cuidado com os suplementos, que podem ser tóxicos, especialmente acima de 25 mg por dia.
Muito melhor tomar sol neste vastíssimo país tropical...
Cuide de suas glândulas
Tireóide, adrenais, ovários e pâncreas funcionando bem: este equilíbrio é essencial para o seu balanço de cálcio.
Não fume
Entre mulheres de condições semelhantes, as que fumam têm menos densidade óssea que as não fumantes.
Como a ansiedade está ligada a um gasto maior de cálcio, e também ao hábito de fumar, pode ser que você mate três coelhos de uma cajadada só - livrando-se da ansiedade, do cigarro e da osteoporose.
Cuidado com o excesso de proteína
A dieta muito proteica aumenta a perda de cálcio pela urina, especialmente se for proteína animal, que tem maior volume de certos ácidos cujo efeito é retirar cálcio dos ossos.
No interior do Japão, velhinhas que nunca consumiram mais de 300 mg diários de cálcio têm muito menos osteoporose que as norte-americanas, que consomem 800 mg de cálcio por dia.
Mas as japonesas comem apenas 30 g de proteína por dia, enquanto as americanas comem 80 g ou mais.
Varie as fontes de cálcio
Não precisa depender do leite: agrião, folhas de batata-doce, caruru/bredo, melado, espinafre, folhas de nabo, couve-chinesa, todos eles são boas fontes de cálcio se você comer em porções generosas.
Se quiser garantir mais ainda a presença de cálcio na comida, use o pó da casca de ovo - seque ao sol, ou torre no forno; bata no liquidificador ou moa no pilão até obter um pó fininho; guarde num vidro.
Use uma colherinha de café por dia, na sopa, no feijão ou no mingau, deixando antes de molho num pouquinho de vinagre ou limão para desmanchar a estrutura microscópica que prende o cálcio.
Uma casca de ovo contém 2.400 mg de cálcio, um copo de leite 290 mg, uma xícara de agrião cozido 300 mg.
Evite refrigerantes
O nível de fósforo no organismo tem que ser um pouco menor que o de cálcio para haver uma boa absorção.
Os refrigerantes usam muito fósforo em suas fórmulas - em cada copo de coca-cola há 116 mg - e uma pessoa que toma refrigerantes regularmente acaba se expondo aos riscos de perda óssea e hiperparatireoidismo.
Controle sal, açúcar e fibras
O alto consumo de sal faz perder cálcio na urina, o consumo de açúcar também - só que, no caso do açúcar, a ação é indireta: ele provoca a eliminação de cobre, que faz falta para a mineralização dos ossos.
Farelo de trigo ou biscoitos de fibras podem impedir a absorção de cálcio, principalmente se a pessoa consumir basicamente farinhas e grãos refinados, como farinha de trigo branca, pão branco, macarrão branco, arroz branco.
A pessoa que usa grãos integrais não tem esse problema, a não ser que coma um excesso de fibras adicionais.
Olho nos minerais e na vitamina c
A ingestão adequada de cálcio, fósforo, magnésio, manganês, zinco e cobre pode ser decisiva para a sua saúde óssea; se for o caso, peça à sua médica a indicação de suplementos.
O magnésio ativa a vitamina D e permite que o cálcio forme cristais nos ossos.
Tem sido usado em doses de 500 mg diários.
O boro reduz a excreção de cálcio e magnésio pela urina e tem uma ação positiva sobre o estradiol-17-beta, que é a forma de estrogênio mais ativa no sangue.
Para obtê-lo você pode aumentar o consumo de alguns alimentos ricos em boro: brotos de alfafa, repolho, alface, ervilhas, subprodutos fermentados da soja, maçã, tâmara, ameixa preta, uva-passa, amêndoas, amendoins.
A vitamina C é fundamental para a síntese do colágeno, tecido conjuntivo dos ossos.
Tem sido usada a dosagem de 2 g diários.

Suplementos de cálcio? Não confie, porque eles podem simplesmente não funcionar.
O sistema mais sofisticado do organismo é o que cuida da absorção de cálcio.
Ele modula a secreção de hormônios, secreção de muco, utilização de nutrientes, eliminação de resíduo celular, contração muscular, secreção ácida do estômago, resposta inflamatória, cura de lesões.
A quantidade necessária a cada momento depende de um conjunto de circunstâncias.
Se você tomar suplementos de cálcio nas refeições corre o risco de não aproveitar o cálcio e ainda inibir a absorção de ferro, manganês e zinco, elementos-traço essenciais à saúde.

O Dr. Jeffrey Bland diz que os suplementos dão uma falsa sensação de segurança às pessoas - elas acham que é uma resposta fácil para a dificílima questão de como conduzir a vida.
"Sou contra essa mentalidade band-aid", resmunga.


Fonte: Capítulo integral do livro Só Para Mulheres, de Sonia Hirsch

http://www.unioeste.br/projetos/unisol/projeto/c_fisioterapia/osteroporose.htm

17.8.10

DOAÇÃO DE ÓRGÃOS.












ADOTE - Aliança Brasileira pela Doação de Órgãos e Tecidos.
Faça a sua Parte - Clique Aqui.
ADOTE - ong doação de órgãos O que Saber
Educação Permanente As Perguntas mais Freqüentes. Doação de órgãos na sala de aula Legislação. Links Interessantes: Como se Tornar um Doador, Depoimentos, Direitos dos Usuários da Saúde, Direitos dos Transplantados Meld / Peld Endereços Úteis Estatísticas.

Doação de órgãos, um ato de amor a serviço da Vida.


O tema do transplante e da doação de órgãos é hoje um dos assuntos em debate na sociedade. Tem havido grande esforço de conscientização da população, tanto no que se refere aos aspectos médicos, quanto no que toca ao aspecto ético. Surgem inclusive associações para promover e estimular a doação de órgãos, bem como para fiscalizar a observância de critérios éticos e o cumprimento da legislação já promulgada a respeito. A campanha promovida pela ADOTE é mais um evento significativo no sentido de ajudar a população a perceber o alto valor de um jogo.

A afirmação de uma cultura da vida e da solidariedade.
Do ponto de vista da fé cristã, a doação de órgãos se inscreve entre aqueles atos cujo sentido profundo é afirmar uma cultura da vida e da solidariedade. Órgãos vitais que se corromperiam em cadáver são ofertados e transferidos para salvar vidas e comunicar saúde e alegria de viver. Estabelece-se, assim, uma corrente de vida que confronta a morte, como os meios que nos são possíveis.

Ato de amor.
Quando alguém se dispõe a ofertar seus próprios órgãos, ou quando parentes autorizam a retirada de órgãos para transplante, estamos diante de ato de amor, cuja motivação é a solidariedade e o interesse de salvar e promover a vida. Um órgão corporal é sempre algo que faz parte da pessoa, mediação pela qual a personalidade espiritual se realiza e se manifesta. Não se trata de coisa simplesmente material, como se fosse objeto qualquer. Antes, trata-se de parte do corpo através da qual a dimensão espiritual do ser humano se realiza e se expressa na vida. Doar um órgão não é simplesmente doar "alguma coisa", é ofertar algo de si. Ora, estamos diante daquilo que é a expressão maior do amor, "dar a própria vida" para que outros tenham vida, Disso, o modelo acabado é a doação total de Jesus (cf. 10, 10-18).

A afirmação da "comunhão dos santos".
Outro elemento fundamental da fé cristã é a negação da "individualidade" como algo separado em relação aos demais seres humanos e do universo. É claro que somos, de algum modo, uma "coisa" ao lado de outras coisas. Nesse sentido, somos "indivíduos", com fronteiras definíveis em relação a outros elementos do universo. Mas, ao mesmo tempo, somos parte de um todo. Entre cada qual de nós e a totalidade do universo há uma profunda ligação de "parentesco" e de complementaridade. O ser humano é feito do mesmo tecido do mundo. A novidade é que em nós o mundo material toma consciência de si mesmo. Somos o mundo que sabe de si (inteligência) e é capaz de abrir-se ao diálogo (amor). Enquanto pessoas somos essencialmente relações entre nós e com a totalidade do seres. O "milagre" humano é que, mediante o corpo, estabelecemos vínculos de intimidade e de presença no próprio interior de outros seres humanos. Para a fé cristã isso é a "comunhão dos corpos", isto é, ninguém está isolado, estamos misteriosamente vinculados umas pessoas às outras e com o universo, de tal modo que formamos um único todo. A eventual presença de órgãos de alguém em outrem é inteiramente coerente com essa convicção profunda de que não há nem um ser que esteja separado dos demais. Na verdade, o universo é uma complexa e variada combinação de energia. As fronteiras entre os corpos, aparentemente tão nítidas, têm muito de ilusão. De fato, estamos todos os seres em continuidade profunda, como se o universo fosse um grande e único "corpo".

Somos o corpo de Cristo.
Por que seria estranho doar e receber órgãos se, como nos ensina o Apóstolo Paulo, somos membros uns dos outros, constituindo o único Corpo cuja cabeça é o próprio Cristo? (cf. 12, 12-27). O mundo criado, segundo o propósito divino, já foi estruturado para realizar-se como um complexo "organismo" solidário do qual todos os seres são partes integrantes, irrigadas por um misterioso dinamismo de unidade da pluralidade (cf. Cl 1, 15-19) e impulsionadas num processo que as dirige à consumação dessa mesma unidade, conforme nos ensina a Carta aos Romanos cap. 8, 18-25.

Sinal da Ressurreição.
Finalmente, Ressurreição não é a simples sobrevivência eterna de um "eu" individual, mas a consumação da perfeita unidade e comunhão, e não só dos seres humanos, mas de todo o conjunto do universo, de acordo com a doutrina paulina. Revelar-se-á em nós claramente o que agora ainda é latente: que participamos do próprio dinamismo íntimo de Deus, conforme nos ensina a primeira Carta de Apóstolo João (cf.1Jo 3, 1-2). Ora, o mistério de Deus Triuno consiste nisto: a pluralidade em perfeita e consumada unidade. Doar órgãos, passar a viver como parte do corpo de outrem, não seria um pequeno sinal desse dinamismo profundo que nos habita?

Critérios de ética médica.
Portanto, do lado de quem doa, ofertar órgãos para transplante é um dos gestos de mais alta expressão ética, pois é gesto de amor e de afirmação do valor da vida. Mas não basta doar, faz parte de nosso dever de cidadania zelar para que critérios de ética médica sejam preservados: qualquer órgão só pode ser retirado de alguém se o próprio doador o consentir, ou, em caso de morte, se parentes ou pessoas responsáveis derem claro consentimento; a doação tem de ser gratuita, a própria palavra o diz, não podendo ser degradada a transação comercial, pois, além de não se tratar de mercadoria, isso poderia ter terríveis conseqüências, como se pode verificar no comércio clandestino de órgãos, alimentado inclusive pelo assassinato deliberado até de crianças; a escolha das pessoas receptoras tem de obedecer a critérios objetivos, sendo prioritários a necessidade, o grave risco de vida e a posição na "lista de espera", do contrário, se cairia facilmente na malha de sistema de privilégios, inclusive financeiro; para a retirada de órgãos é preciso que seja confirmada a morte da pessoa doadora, de acordo com os parâmetros estabelecidos pela ciência médica - atualmente, a morte encefálica.

Dom Sebastião Armando Gameleira Soares

Bispo da Diocese Anglicana em Pelotas.

16.8.10

A DIFERENÇA ENTRE OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS E OS AFETIVOS É ALARMANTE
















:: Rosana Braga ::

Nos últimos 50 anos, os avanços conquistados na área da tecnologia, da ciência e da medicina foram (e tudo nos leva a crer que serão cada vez mais) inimagináveis.
Nunca evoluímos tanto no desenvolvimento da informática, maquinários, descobertas científicas e também no universo da saúde, especialmente no que se referem à extensão da juventude, cirurgias estéticas e transplantes de órgãos.

Os meios de comunicação também surpreendem os que, há menos de 25 anos, ainda se comunicavam fundamentalmente por telex e linha telefônica - que era disputada a ferro e fogo e custava uma quantia considerável. Quem imaginava que tão rapidamente teríamos câmeras ao vivo, espalhadas pelo mundo todo?
Hoje, a tecnologia nos permite acompanhar a dinâmica do mundo em tempo real. Já se fala até em construir um Avatar de você mesmo para deixar para a posteridade. Ou seja, você já pode ser imortal, o que significa que seus bisnetos, tataranetos e gerações seguintes poderão falar com a sua versão virtual, através de qualquer computador.

Espantoso? Creio que não! Ou melhor, creio que esse avanço é totalmente compatível com a inteligência e a criatividade humana. Porém, espantoso mesmo é o quanto nos mantemos retrógrados e atrasados no campo das emoções. Se traçarmos um paralelo entre esse estonteante crescimento e o amadurecimento afetivo que tivemos no mesmo período, constataremos que estamos diante de um dilema bastante perigoso.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), daqui a 10 anos, a depressão será a segunda causa de improdutividade das pessoas, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares. Prevê também, que a cada 30 segundos, pelo menos uma pessoa cometerá suicídio no mundo. Além disso, sabe-se que cerca de 400 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de distúrbios afetivos, incluindo ansiedade, bipolar, TOC, depressão, entre outros.

Agora, pensemos: a expectativa de vida aumenta a cada ano, mas a nossa capacidade de lidar com nossas emoções, expressar nosso afeto ou simplesmente conversar sobre o que nos incomoda continua tão pequena. Bastaria analisarmos o fato de que uma mulher, por exemplo, pode voltar a "ser virgem" por meio de uma cirurgia de reconstituição do hímen e, no entanto, a maioria dos casais sequer consegue falar sobre sua sexualidade e suas dificuldades porque têm medo de se entregar, de confiar ou de compreender melhor suas crenças sobre sexo.

Tudo isso sem falar sobre a tão pouca atitude consciente que ainda temos a respeito da preservação da natureza, ou ainda sobre como ser gentil com as pessoas que mais importam, seja nosso cônjuge, nossos filhos ou familiares. No ambiente de trabalho, quantos ainda cumprem sua carga horária exclusivamente em troca do salário mensal, sem nenhuma perspectiva de transformação humana, sem nenhum comprometimento com a qualidade das relações que mantém a maior parte do dia, da semana, do tempo de sua vida?

Se quisermos realmente vivenciar a felicidade enquanto desfrutamos de avanços como cura de doenças, possibilidades de novos relacionamentos e facilidades tecnológicas, é urgente adotarmos uma nova postura diante da vida. Claro que as atitudes que nos conduzem ao amadurecimento não são resultado apenas de uma decisão, mas certamente este é o primeiro passo. Em seguida, por meio de leituras, terapias, espiritualização e novos aprendizados, é certo que poderemos fazer um ótimo trabalho.

Sobretudo, que não nos enganemos: conhecimento se dá pelo processo de assimilação das informações corretas. Mas sabedoria, aquela que promove a transformação de que tanto precisamos, só é possível quando nossas atitudes são coerentes com o que sabemos. Ou seja, exercício diário, consistente e ininterrupto!

Rosana Braga é Escritora, Jornalista e Consultora em Relacionamentos Palestrante
e Autora dos livros "Alma Gêmea - Segredos de um Encontro"
e "Amor - sem regras para viver", entre outros.
www.rosanabraga.com.br e Comunidade no Orkut

Email: rosanabraga@rosanabraga.com.br

15.8.10

SOJA PODE AJUDAR AS MULHERES NA PERDA ÓSSEA.













12 de agosto de 2010 (Bibliomed). Mulheres que já passaram da menopausa correm maior risco de ter problemas ósseos, como a osteoporose, por causa da perda do hormônio estrógeno, que auxilia na fixação de cálcio no osso. Entretanto, o consumo de alimentos à base de soja pode ajudar essas mulheres a reduzir as chances de terem esses problemas, segundo estudo recentemente publicado no American Journal of Clinical Nutrition.

Avaliando, por três anos, dois grupos de mulheres na pós-menopausa selecionadas para tomar suplementos contendo diferentes quantidades de isoflavona (composto da soja similar ao estrógeno) e um grupo que não ingeriu essas cápsulas, pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, descobriram que esses suplementos não apresentavam significativos efeitos benéficos para a saúde óssea. Entretanto, o consumo da soja na alimentação pareceu proteger os ossos das mulheres na pós-menopausa.

De acordo com os autores esses resultados podem ter ocorrido devido ao fato de as cápsulas não conterem níveis suficientes de isoflavona, que é o composto da soja associado, por muitas pesquisas, à proteção contra osteoporose. E os resultados indicam que, dependendo da fonte da soja, o organismo pode ser afetado de forma diferente pelos nutrientes dos alimentos.

Embora mais estudos sejam necessários para confirmação dos resultados e dos mecanismos envolvidos nessa proteção, os pesquisadores destacam que outros estudos mostram, também, que o consumo de soja está associado à perda de peso saudável na pós-menopausa. Portanto, a inclusão da soja na dieta pode ser uma alternativa saudável para essas mulheres.







Fonte: Better Health Research. 03 de agosto de 2010.

3.8.10

OS DEZ ALIMENTOS MAIS SAUDÁVEIS DO MUNDO








O nutricionista e psicólogo americano Jonny Bowden esteve no ano passado no Brasil para lançar o livro "As Refeições mais Saudáveis do Mundo".

Com doutorado em nutrição pela Universidade Clayton pela Saúde Natural, ele se dedica há mais de duas décadas à pesquisa dos alimentos e aqui enumera quais são os dez mais saudáveis do mundo e que deveriam fazer parte do
nosso cardápio diário:

1 - Sardinha:
É rica em proteínas e possui minerais essenciais, como magnésio, ferro e selênio, que têm ação anticancerígena.

Esse tipo de peixe também ajuda o organismo a liberar o mercúrio e tem altas concentrações de Ômega 3, um tipo de gordura "boa", essencial para o funcionamento do cérebro, do coração e para a redução da pressão arterial.

As sardinhas são chamadas de "comida saudável em lata" por Bowden, que aconselha que sejam compradas as preservadas no próprio óleo ou em azeite, quando não puderem ser consumidas frescas.

2 - Repolho:
As folhas do vegetal contêm grandes concentrações de substâncias antioxidantes e anticancerígenas chamadas de indoles e sulforafanos. Uma pesquisa da Universidade

de Stanford, nos EUA, apontou que o sulforafano é a substância química encontrada em plantas que mais eleva o nível de enzimas anticancerígenas no organismo.

3 - Folha de beterraba:
Geralmente jogada fora, é rica em vitaminas, minerais e antioxidantes. Contém carotenóides, pigmento natural dos vegetais que ajuda a protegerr os olhos contra o envelhecimento. Bowden também afirma que a beterraba em si também é um dos alimentos mais ricos que existem.

As folhas podem ser comidas cruas na salada ou

refogadas, como espinafre.

4 - Açaí:
Em suco ou misturado à comida, como é feito no norte do país, o açaí é uma das frutas com maior concentração de antioxidantes. Também é rica em gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas, que são benéficas e auxiliam na redução do colesterol ruim e na prevenção de doenças cardíacas. Para Bowden, os brasileiros que não consomem a fruta frequentemente desperdiçam a bênção que a natureza lhes proporcionou.

5 - Goiaba:
Rica em fibras, minerais e vitaminas. Também possui grandes quantidades de licopeno, o mais antioxidante entre todos os carotenóides. O licopeno auxilia na prevenção do câncer de próstata e reduz os riscos de surgimento de catarata e doenças cardiovasculares.

6 - Cereja fresca:
Tem altas concentrações de antocianina, um

antiinflamatório natural. Deve ser comida ao natural ou misturada com iogurte ou vitaminas.

7 - Chocolate meio-amargo:
Rico em flavanóides, que diminuem a pressão sanguínea e promovem o bom funcionamento do sistema circulatório, tem altas concentrações de magnésio, um mineral importante para mais de 300 processos biológicos do organismo.

8 - Frutas oleaginosas:
São as castanhas, as nozes e as amêndoas. Bowden afirma que todas trazem inúmeros benefícios, apesar do elevado teor calórico. Possuem muitos minerais, proteínas e altos níveis de ômega 3 e ômega 9.

9 - Canela:
Ajuda a controlar o nível de açúcar e de colesterol no sangue, o que previne o risco de doenças cardíacas. Para usufruir dos benefícios da especiaria, basta polvilhar um pouco de canela em pó no café ou no cereal matinal.

10 - Semente de abóbora:
É uma grande fonte de magnésio. Esse mineral é tão importante, explica Bowden, que estudiosos franceses concluíram que homens com altas taxas de magnésio no sangue têm 40% menos chances de sofrer uma morte prematura do que aqueles com baixos índices. Para consumi-las, toste-as no forno e coma-as por inteiro, inclusive com a casca, que é rica em fibras.