Música Celtica

Exercícios Terapêuticos

Exercícios Terapêuticos
O universo está em constante movimento. O movimento significa vida. O movimento de uma espiral de energia vitaliza a célula única que marca o início de nosso tipo de vida humana. À medida que esse tipo de vida evolui, nós nos constituímos em um ser que constantemente troca energia com o cosmo. À medida que esta energia passa através de nós, ela nos alimenta, nos nutri e cria o movimento interno e externo de nossas vidas. Na expressão natural deste intercâmbio encontramos nossa saúde. O intercâmbio de energia é aumentado pelo movimento, e o movimento perfeito do corpo é uma extensão do interior para o exterior enquanto recebe estímulos que movem do exterior para o interior. (Greg Broòshy)

Translate

30.12.09

POR QUE OS LÍDERES RELIGIOSOS TÊM RAIVA DOS REFORMADORES DA SAÚDE DA PRÓPRIA IGREJA?


Por: Wilson Dias*
Em todas as igrejas evangélicas, especialmente na igreja adventista do sétimo dia, os líderes religiosos discriminam e perseguem os terapeutas da saúde não-médicos que congregam entre eles. Na verdade, eles não têm raiva dos terapeutas holísticos; eles têm medo! E para esconder esse medo eles projetam a raiva promovendo o preconceito e a discriminação. Esse clima de raiva foi criado na igreja adventista por um grupo de médicos e pastores norte-americanos da própria denominação religiosa que estão comprometidos com a Medicina Alopata. Eles criaram os VOTOS SOBRE SAÚDE DA IASD, através dos quais a igreja incentiva o corporativismo médico e a reserva de mercado, além de defender o uso de drogas medicamentosas, apoiando e protegendo os “cartéis de medicamentos”.

A raiva sempre é uma tentativa de esconder o medo. E que medo é esse dos médicos e pastores adventistas?

- A questão é que a Medicina Holística que foi criada pelo médico grego Hipócrates, em 420 antes de Cristo, está crescendo, ou seja, voltando a ser usada pelos seres humanos como foi até o ano 200 depois de Cristo. Para evitar esse crescimento, os médicos adventistas vêm usando todo tipo de estratégia na tentativa de barrar o avanço dos métodos naturais da chamada Medicina Alternativa. Uma das estratégias foi a criação dos Votos Sobre Saúde da IASD compostos de “sofismas e especulações” em torno da acupuntura e da iridologia, cujo objetivo é desestimular as pessoas das práticas alternativas e prendê-las à Medicina Convencional. Senão vejamos o que reza o artigo terceiro do Voto aprovado em 1996, pela Associação Geral da IASD:

Art. 03. Cremos que o Senhor tem dado ao homem recursos e poder mental para incrementar o conhecimento nas áreas de biologia, fisiologia e nos mecanismos causadores da enfermidade. Por essa razão, cremos que o desenvolvimento da Medicina Científica deve ser incorporado ao trabalho Médico-Missionário...
Este artigo é uma amostra da falta de entendimento ou discernimento na Palavra de Deus! Parece até que os médicos autores do texto desses VOTOS, que têm mais cheiro de “ditadura religiosa”, desconhecem os verdadeiros princípios da reforma de saúde, como também o verdadeiro pensamento da igreja e o principal objetivo da Obra Médica-Missionária. Ellen White, no seu livro Medicina e Salvação, pág. 24 e 25, explica que “A verdadeira Obra Médica-Missionária é de origem celeste. Ela não é originada de qualquer pessoa que vive neste mundo. Essa obra é de origem divina, e tem uma missão muito gloriosa a cumprir. Sou instruída a dizer que Deus fará com que a Obra Médica-Missionária seja purificada da mancha do mundanismo, e levada à sua verdadeira posição diante do mundo. O objetivo de nossa missão é o mesmo objetivo da missão de Cristo. O propósito de Deus ao confiar a homens e mulheres a missão que Ele confiou a Cristo é libertar Seus seguidores de todo o procedimento mundano: o uso de drogas e cirurgias desnecessárias, e dar-lhes uma obra idêntica à que Cristo realizou” – conclui a profetisa dos adventistas.
A Medicina Convencional está longe de preencher esses requisitos estabelecidos por Deus, através da pena inspirada. Referindo-se à verdadeira Obra Médica-Missionária, que o Senhor programou para Seu povo, Ellen White assim escreveu, em Medicina e Salvação, pág. 61: “O povo que guarda os mandamentos de Deus não deve unir-se com o mundo (pela prática da ciência médica humana) para manter os vários ramos da Obra (médica-missionária) segundo os planos do mundo e a sabedoria deste”, recomenda a pena inspirada.
Desonrando a Deus - Querer incorporar ao trabalho Médico-Missionário a Medicina Convencional ou científica tão combatida pelo Espírito de Profecia; isto representa um desacato à pena inspirada e uma desonra a Deus. O Senhor já está sendo desonrado pelos 150 hospitais da Obra adventista, num total de 18 mil leitos, em todo o mundo. A saúde adventista se envolveu com o Governo norte-americano, que contribui com 66% do orçamento. Com isso, a Obra Médico Missionária passou a ser "o braço direito" do Departamento de Estado dos EUA. Nossas instituições de saúde, além de usaram imagens de escultura, praticam os meios de cura que foram originados do paganismo, da feitiçaria, da bruxaria, da idolatria e da astrologia. Desprezando os princípios de saúde e enaltecendo a Medicina mundana que nasceu na Caldéia e foi desenvolvida no Egito (Revista Teológica do IAENE, edição de Julho/Dezembro de 1999, pág. 74 e 75; O Apocalipse Revelado, pág. 33-35), a IASD vem desonrando a Deus.
O que se percebe é que os líderes religiosos estão mais preocupados em defender o corporativismo médico com seus “cartéis de medicamentos” e a reserva de mercado, como também os exames laboratoriais que nem sempre são exatos, além do uso de drogas venenosas ou medicamentosas, em detrimento do bem-estar dos membros da igreja. Eles estão atropelando a Palavra de Deus que diz: “Amado, desejo que te vá bem, em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai à tua alma” (III João 2).

Quando Cristo esteve nesta Terra ele nunca ministrou drogas ao efetuar curas, nem encaminhou algum doente a um consultório médico. Também, hoje não indicaria os médicos do SUS para tratamento de saúde, porque Deus não aprova o uso de drogas. Ellen White diz que “Jesus não usou nem recomendou medicações compostas de drogas”, e sim, sancionou o emprego de remédios simples e naturais, como: a argila, a água (hidroterapia), a massoterapia (o toque digital), a saliva, a imposição das mãos e outros remédios providos por Deus através da Sua Farmácia, que é a Natureza. Estas lições são para nós, e devem ser observadas por todos os que queiram conservar a saúde (Conselhos Sobre Saúde, pág. 30 e 31).
Veja o que escreveu Paulo sobre os “sofismas e especulações” que se criaram na IASD, através dos Votos Sobre Saúde: "Porque chegará uma época quando as pessoas não ouvirão a verdade, mas andarão de um lado para outro procurando mestres que lhes digam apenas aquilo que desejam ouvir. Não ouvirão aquilo que a Bíblia diz, mas seguirão alegremente suas próprias idéias desorientadas" (Bíblia Viva - II Timóteo 4: 3 e 4)
Medo e Raiva - Existem pessoas que riem somente para que possam conter as lágrimas. Quando ri, você esquece as mágoas; então as lágrimas são contidas. Na raiva, o medo permanece oculto. É o medo que mantém as pessoas fechadas e agressivas. As pessoas que têm medo não conseguem ouvir você – elas têm medo de ouvir. E a raiva delas é, na verdade, o medo ao contrário. Só uma pessoa com muito medo pode ficar imediatamente zangada. Se ela não ficar com raiva, você poderá ver o medo dela. A raiva encobre o medo. Ao ficar com raiva, ela está tentando deixar você com medo. O único jeito é deixar você com medo, aí ela fica à vontade. Você fica com medo e ela não – e não há por que ficar com medo de uma pessoa que está com medo, não é verdade?

A raiva e calúnia dos líderes religiosos para com os terapeutas holísticos é uma tentativa de enganar a si próprias. A raiva é o medo de ponta-cabeça. É sempre o medo que está escondido atrás da raiva; o medo é o outro lado da raiva. Sempre que você fica com medo, o único jeito de escondê-lo é ficar com raiva, pois o medo deixará você exposto. A raiva criará uma cortina à sua volta, atrás da qual você pode esconder seu medo. O medo de alguém descobrir que você está errado leva você a descarregar a raiva sobre a pessoa que está com a razão. Foi isso que levou o clero católico a queimar vivos 690 mil médicos holísticos da escola de Hipócrates, no século II, além de 100 milhões de cristão, na Idade Média, num período 1.260 anos, ou seja, de 538 a.C. até 1798 da nossa era.

Justificando a Raiva - O maior medo dos médicos e pastores adventistas é de que os membros da igreja descubram que eles estão errados em apoiar e defender as práticas médicas que envolvem o uso de drogas venenosas nos tratamentos de saúde e o uso de radiações perigosas de que os adventistas se expõem nos diagnósticos médicos. Por outro lado, a igreja adventista recebeu da parte de Deus, através de Ellen White, os maiores princípios de saúde que até agora nenhuma instituição médica tem pleno conhecimento. Nesses princípios da saúde adventista estabelecidos pelo Criador do homem estão envolvidas também as terapias naturais ou alternativas. E para que o Seu povo não fizesse uso de tratamentos agressivos ao organismo, Deus induziu Ellen White a incentivar a igreja para implantar um Centro de Tratamento Natural para a formação de médicos naturistas. Esse Centro foi fundado em 1906, e formou médicos naturopatas até a Segunda Guerra Mundial. Atualmente, transformado em Universidade, a Escola Médica de Loma Linda, situada ao Sul da Califórnia (EUA) está entre os quarto maiores centros mundial de formação de médicos alopatas. Como os nossos dirigentes estão agindo contrários à Bíblia e ao Espírito de Profecia e, temendo serem desmascarados pelos membros da igreja nessa questão da saúde, médicos e pastores adventistas escondem esse medo projetando a raiva contra os que desenvolvem a Medicina Natural. Ler II Crôn. 16:12; Jó 13:4; Mar. 5:26; II Reis 1:1-4; Jer. 46:11; Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 50-58; Medicina e Salvação, pág. 259; Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 289; Temperança, pág. 84, 85 e 88; Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 371. Essas fontes discordam da Associação Geral no seu apoio à Medicina científica. Os líderes, por serem na sua maioria intemperantes ou glutões, sentem sua autoridade ameaçada com a presença dos reformadores da saúde, na igreja, e por essa razão descarregam sua raiva para esconder o seu medo.
Guerra de idéias - Essa raiva é justificada através dos VOTOS SOBRE SAÚDE da IASD, publicados pela Associação Geral, em 1996. Através desses votos alguns pastores e anciãos da igreja adventista do sétimo dia sentem a necessidade de promover guerra contra os próprios membros que usam ou apóiam a iridologia e outras práticas da chamada “Medicina Alternativa”. Isso só serviu para gerar entre os membros da igreja muita discórdia, confusão e desconfiança, e também, despertou o espírito de ódio, do preconceito, discriminação e perseguição que no passado teria se apossado dos fariseus. Ao que me parece, os Votos Sobre Saúde da IASD saíram da cabeça do diabo, pois Deus não é de confusão, nem o autor de divergências ou contendas. Atualmente, segundo Ellen White, os membros de igreja vêm sendo enganados pelos seus próprios líderes, que ensinam o povo a confiar em métodos mundanos de invenção humana em vez de por a confiança no Senhor Deus de Israel (Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 129).

Se Ellen White vivesse hoje, ela se decepcionaria com a liderança da igreja e repudiaria essa atitude anti-bíblica da Associação Geral. Aliás, em Eventos Finais, pág. 44, a profetisa já teria escrito: “A própria Associação Geral se está corrompendo com sentimentos e princípios errôneos”. E diz mais: “Faz alguns anos que eu considerava a Associação Geral como a voz de Deus. Isso desses homens se encontrarem num lugar sagrado, para serem como a voz de Deus para o povo, conforme antes acreditávamos ser a Associação Geral - é algo que já passou; essa instituição não é mais a voz de Deus” (Boletim da Conferência Geral, 3 de abril de 1901, pág. 25; e Eventos Finais, pág. 45).
___________________________
* WILSON DIAS, CRT/SP 23.553; CRT/BA 522-05
Naturoterapeuta, Jornalista, Escritor e pesquisador de assuntos sobre origem, fundamento e filosofias das religiões.
Fez Bacharelado em Medicina Integrativa na área de Naturopatia, pela FAMET.
- Presidente da Associação Baiana de Medicina Natural e Preventiva (ABMNP).
- Presidente da Associação dos Reformadores da Saúde Integral no Brasil (ARSIB).
- Delegado do Conselho dos Terapeutas da Bahia.
Celular: (74) 8102-0013 – Atende pela manhã; (74) 8813-6566 – Atende à tarde.
E-mail:wilson-terapeuta@hotmail.com; Site:www.terapeutanatural.com.br

24.12.09

IRIDOLOGIA






O Oculto na Iridologia. O OCULTO REVELADO PELO EXAME.

são o reflexo da estabilidade do nosso corpo.

Dizem que os olhos são o espelho da alma e, se calhar, a expressão não está errada de todo. Se calhar, era mais apropriado dizer que, os olhos são o reflexo da estabilidade do nosso corpo. Aliás, e para quem não sabe, a Iridologia veio demonstrar que o próprio olho, é uma parte do cérebro...

A Iridologia, estuda a Íris do olho e analisa as componentes e problemas do organismo, tanto aqueles já existentes à nascença, como aqueles que no decorrer da vida se instalam no nosso interior, fruto de situações ou condutas menos adequadas. O estudo da Íris, permite revelar que tipo de problemas se aglomeram no interior do corpo humano.

O exame da Íris, actua sobre as suas cores, sinais e o próprio centro da íris. A todos os sinais, como pontos, manchas ou lacunas, é dada particular atenção. Nascida do empirismo, esta arte veio desenvolver-se ao longo dos tempos, para mais tarde passar a ser fundamentada na experiência dos exames.

Para ser realizado este exame, é necessário um aparelho específico, de maneira a aumentar a Íris para que a mesma seja ampliada, facilitando o seu estudo exaustivo. Os avanços tecnológicos, nomeadamente no seio da informática, permitem que a Íris seja projectada na tela de um computador. Após este processo, o exame da Íris será arquivado para futuras avaliações intensas, no que diz respeito aos vários detalhes e pormenores da Íris no seu conjunto total.

Os dados que se conseguem recolher deste exame, são registados no Mapa Iridológico, dando a conhecer a constituição e resistência orgânica no seu todo, o padrão genético do examinado, a actual situação de todos os sistemas orgânicos, as necessidades do metabolismo e a condição de cada orgão em particular.

Para além destes elementos reveladores, é ainda possível investigar a vertente comportamental, que faz mover a pessoa em causa. A Íris revela como se encontra psicologicamente, e os indícios na mesma são mais que reveladores. Se estiver a caminhar pelo mau caminho digestivo, a Íris apresenta manchas brancas e quando a situação piora, essas manchas já são compostas por uma parte cinzenta.

A constituição orgânica positiva, é representada na Íris pela homogeneidade das suas fibras enquanto que, se a situação for oposta a Íris demonstra pequenas repartições, quase como se estivesse entrecortada aos bocados. A tensão e o stress podem ser verificados na Íris, tendo em conta a quantidade de anéis circulares à volta da própria.

A pupila também revela a condição do seu estado clínico, tal como a cor da sua Íris. As cores normais são o azul celeste e o castanho claro, dando a entender uma boa constituição e funcionamento orgânico. As restantes cores que possam existir na sua Íris, sem ser o azul celeste e o castanho claro, revelam o estado negativo do seu equilíbrio orgânico,

Agora, se quiser, pode informar-se sobre esta arte e ciência e analisar a sua Íris, para poder ter acesso ao estado do seu organismo e interior. Mas, se conseguir, e se tomar o máximo de atenção à sua Íris, pode ser que você mesma descubra já alguns pontos reveladores do seu equilíbrio interno. Experimente, e quem sabe não tenha agradáveis surpresas...




Teodomiro Marinho
Terapeuta Iridologista
Professor de Iridologia
CRTH-0019













POESIA DA SAÚDE






COM SAÚDE É MELHOR
POR: TEODOMIRO MARINHO

O tema aqui escolhido
Traz saúde e perfeição
Muita paz e harmonia
Para esta bela nação.

Falar de frutas e verduras
Muita gente tem falado
Sem colocar, contudo
As vantagens dos grãos tostados.

Falar de manga e banana
Melancia, melão e umbu
Vocês podem estar pensando
Vai continuar o tabu.

É que a nossa sociedade
Igualzinho ao “pobre” Jô
Só conhece as propriedades
De ouvir falar, e só.

Não vou poupar palavras
Pra dizer tudo que sei
Nos resultados alcançados
Aonde estive e contei:

Contei em vilas e cidades
No rádio, jornais e na TV
Em igrejas também deixaram
Falar do poder de Deus.


O poder que vem de Deus
Através do sol, da água e da terra
Todo homem e mulher devem saber
Que a natureza não erra.

Errados somos nós todos
Ou chegando próximo a isso
Como é que o repolho
Ajuda na cura do Quisto.

Repolho, cenoura e água
Batidos em forma de suco
Duas vezes por dia tomados
Sara o doente a baixo custo.

E os distúrbios da tireóide
Por falta de sal integral
Nunca foi factóide
É um fato cruel e real.

Com o sal marinho refinado
O iodo foi tirado da mesa
Com ele o magnésio, coitado
Ambos perderam a vez.

Comendo algumas verduras
O problema se desfaz
Com beterraba e folhas cruas
Algas marinhas e sassafrás.

A hipertensão e diabetes
Reumatismo, morte súbita
São males que acarretam
Perdas de vidas prematuras

Outros males conhecidos
Do nosso meio social
Podem ser combatidos
Com sucos medicinais.

A couve e a batatinha
Tomate mamão e o alho
Contém clorofila, tiamina
Ninguém nega tais fatos.

Temos alface, aipo e cebola
Que usamos contra o tédio
Ah, e a amarelinha cenoura
Bom remédio para a pele.

A cura da uva roxa
A cura pelo limão
Temos também alcachofra
Coentro, salsa e melão.

Eu até acho graça
Da ignorância de todos
Só sabem beber cachaça
O grande ópio do povo.

Não importa se é artrite
Dor de cabeça ou coluna
Artrose, arteriosclerose ou gastrite
As plantas curam com o sumo.


Arteriosclerose, hérnia de disco
Existem mundo afora
E o câncer ? doença triste
A população é quem mais chora.

A popular abobrinha
Com a casca e as sementes
Batidas com a cebolinha
São boas pra prisão de ventre.

As batidas do coração
Precisam de um bom ritmo
Ar puro e açafrão
Amor-perfeito ou pepino.

Muita atenção agora
Você vai virar cantor
Com saúde você não chora
Só canta pra seu amor.

Uma boa alimentação
Traz saúde e alegria
Faz da vida uma canção
Só Deus sabe e avalia.

02

HINO DO HINÁRIO Nº 500
ADAPTAÇAO: TEODOMIRO MARINHO

Com o hormônio terei mais saúde
Com saúde, mais força e vigor
Com o pro-saúde mais solicitude
Com Natumel mais presente estou.

Com o hormônio a saúde voltou
Com alegria dou graças a Deus
Com o hormônio a saúde voltou
Com alegria dou graças a Deus.

Não gastarei mais dinheiro a-tôa
Só esperarei nas promessas de Deus
Me preparando prá chuva serôdia
Testemunhando a respeito do Reino.

HINO 501
LETRA: TEODOMIRO MARINHO


Com o hormônior terei mais saúde
Com a enzima mais força e vigor
Entre o povo serei mais amiúde
Para pregar a mensagem de amor.

Terei mais saúde e mais alegria
Para contar a história da cruz

Dizer a todos do amor do Messias
Tenho certeza de um futuro seguro.

Não gastarei mais dinheiro no léu
Só esperarei nas promessas de Deus
Para a saúde vou de Natumel
Testemunhando a respeito do Reino.

HINO 510 – HINÁRIO ADENTISTA

A saúde está chegando
Com o mundo dos naturais
Que das plantas vem tirando
Soluções para os meus ais.

Meu produto eu tomo e fico
Esperando o resultado
Jesus Cristo está comigo
Não sou mais desesperado.

Confiando sempre em Deus
E no mundo dos naturais
Jamais vou me arrepender
Sofrimento nunca mais.

HINO 501 – HINÁRIO ADVENTISTA

Aguardo o dia de ter mais saúde
No qual terei mais força e vigor
Entre o povo serei mais amiúde
Para pregar a mensagem de amor.

Terei mais saúde e mais alegria
Para contar a história da cruz
Dizer a todos o amor do Messias
Tenho certeza de um futuro seguro.

Não gastarei mais dinheiro a-tôa
Só esperarei nas promessas de Deus.
Me preparando para a chuva serôdia
Testemunhando a respeito do Reino.

HINO 500 – HINARIO ADVENTISTA
ADAPTAÇÃO – LETRA TEODOMIRO MARINHO

Você que sente doente
Procure tomar o composto
E faça do seu tratamento
O adeus para sempre da dor.

Deus sabe o que vai dentro d' alma
E te ajuda de forma constante
Deus vê sua angústia e o acalma
Você seja mais temperante.
Deus sabe o que vai dentro d’ alma
De você e seu semelhante
Deus vê sua angustia e o acalma
Você seja mais temperante.

Se a doença levou os castelos
A saúde vai reconstruí-los
Com Tangem e Potensex
E o efeito seguro do tiro.

HINO 379 – HINÁRIO ADVENTISTA

Ó Deus, tudo é tristeza
Os males dão pavor
Tem muita gente morrendo
Que faço, por favor.

Sou um terapeuta cristão
Assim como João foi
Me ajuda nesta jornada
Meu Deus, Senhor, salvador.

O povo quer saúde
Dá-nos ciência, Senhor
Temperança, muita prudência
E força interior.

Doenças serão curadas
Aqui e ali também
Seja tal alvo alcançado
Que os anjos digam amém.

HINO 518

A saúde, sim, eu quero
Pra sarar a minha dor
E vou usar estes remédios
Que Jesus me ofertou.

Ó meu Deus, eu não sabia
Que o errado era eu
Agora canto com alegria
Os remédios de meu Deus.

Beber água na hora certa
Combinar os alimentos
Vou evitar o diabetes
E muitos outros sofrimentos.

HINO 474

Estou seguindo o tratamento
Comendo certo pra ter saúde
Comer errado é sofrimento
Assim falou o Senhor Jesus.

Só me faltava as instruções
Que a irmã White falava tanto
Do crescimento com educação
De todos nós como irmãos.

A vida agora é diferente
A Deus eu sigo com alegria
Em tudo sou bem mais contente
Sou da Igreja do Messias.

LETRA: TEODOMIRO MARINHO

Feijão com arroz e macarrão
Isto não.
Feijão com farinha e macarrão
Isto não.
Não estrago mais dinheiro
A saúde, a salvação, eu agora
A intemperança digo não, não, não.

Reumatismo, diabetes e hipertensão
Isto não.
Anemia, impotência e lesões
Isto não.
Não estrago mais dinheiro
A saúde, a salvação, eu agora
Á intemperança digo não, não, não.

ADAPTAÇAO: WILSON DIAS – REFORMADOR CRISTÃO

Vivia doente de aflição
Sozinho chorando sem direção
Jesus alcançou-me e estendeu a mão
Melhorei minha vida e o meu coração.

Troquei, então, o mal pelo bem
Troquei, enfim, o gemido por louvor
Troquei, também, a morte pela vida
Troquei o ódio pelo amor.

Eu padecia e sofria
Carente vivia de amor
Por de falta de conhecimento
Eu comia errado e sofria de dor.

20.12.09

"TIREI O PÉ DA COVA"


“Eu estava com o pé na cova. Em 1998, fui desenganado pelos médicos. De todos que me consultou em Jacobina, nenhum me deu esperança de sobrevivência. Vários exames laboratoriais acusaram que eu era portador de doença de chagas. O meu coração cresceu de tal maneira, segundo os médicos, que eu poderia morrer a qualquer momento, dizendo eles que eu já estava com o pé na cova. Quanto mais usava medicamentos, minha saúde se agravava. Além do coração inchado, foi diagnosticado em mim câncer de próstata, úlcera do estômago, duas hérnias ingnais e um grande tumor no rosto, sendo constatado câncer de pele”.
“Todo médico que eu procurava para pedir um internamento, a resposta era uma só: “Olha Zé Maleiro, a Medicina não pode dar jeito no seu caso; se for para você morrer internado num hospital, é melhor morrer em sua casa”. Isso me deixava angustiado ao saber que eu já estava com o pé na cova. Mas, eu não desisti de viver. Um dia eu fiz uma prece a Deus e pedi que Ele me mostrasse um médico bom para me curar e tirar desse meu sofrimento; então, alguém me recomendou procurar o terapeuta Wilson Dias que, ao fazer minha avaliação pelo exame do olho, me deu esperanças, falando coisas bonitas a respeito da pessoa de Jesus como curador. Ele me internou na Casa de Repouso do Divino Espírito Santo, no bairro Bananeira, em Jacobina, onde fui tratado pela Medicina Natural”.
“Sou muito grato a Deus, porque Ele me mostrou a pessoa certa que me curou com alimentação e terapias naturais. Atualmente, graças ao Eterno, estou vivo e sem nenhuma das doenças que me ameaçavam levar-me à cova”.
O depoimento é do popularmente conhecido em toda região de Jacobina, “Zé Maleiro” (José Sifrônio Cezar), atualmente com 94 anos, pai de 16 filhos e militante do Partido dos Trabalhadores, no povoado de Lages do Batata, município de Jacobina. Ele submeteu-se ao tratamento natural sob a administração do citado terapeuta da saúde, no inicio de 1998. Na época, ele estava muito abatido, com anemia profunda, à beira de uma leucemia. Entre outros sintomas ele sentia falta de ar, canseira física, e se queixava de fortes dores no estômago, além de dor no pé da barriga. Ao ser examinado pela íris do olho, foi constatado que nada ia bem e, na verdade, seus dias de vida estavam contados como diziam os médicos. O velho “Maleiro” estava em fase quase terminal, e sua saúde foi restabelecida pela infinita misericórdia do Deus Altíssimo.
Seu “Zé Maleiro”, como assim é conhecido em toda a região de Jacobina, detalhou sobre seu caso: “Antes de eu ser curado das doenças diagnosticadas pelos médicos, meu sofrimento era tamanho que eu não sentia prazer de viver, apesar de não ter perdido a esperança de obter a cura. Mesmo nessa idade, com 94 anos, eu ainda tenho forças para viajar sozinho a Salvador para visitar meu amigo particular, o governador Jaques Vagner, meu companheiro de luta na fundação do PT, na Bahia”.
“Depois de dois anos de tratamento natural, ao ser curado da doença de chagas e libertado dos tumores da próstata e do rosto, além da úlcera do estômago – continua “Maleiro” – eu procurei um dos médicos que havia me desenganado, em Jacobina, para pedir um exame geral e ver se na verdade estava mesmo curado. Ao ver-me diante dele o médico tomou um susto enorme que quase caiu da cadeira, para trás. Então eu perguntei: “Doutor, por que o senhor se assustou em me ver”?! Ele respondeu: “Achei que estava diante de mim o seu espírito, pois seu caso era de morte”. “Seu estado de saúde, não era para você estar vivo.”.
Depois de fazer todos os exames, o médico assim falou: “Olha, Maleiro, não estou acreditando no que vejo, pois eu nunca soube que alguém com doença de chagas fosse curado. Sobretudo, você tinha outras doenças graves que tornava impossível sua sobrevivência”. E continuou o médico: “Agora eu pergunto: O que você fez para até hoje estar vivo?”. “Em resposta falei do tratamento natural e da pessoa do terapeuta Wilson Dias”.
– Ass.: José Sifrônio Cezar, “Zé Maleiro”.

17.12.09

DEPRESSÃO

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- Quais são os tipos de depressão?
- Quais são as causas da depressão?
- Existem fatores de risco para depressão?
- Qual a gravidade da depressão?
- Como a depressão é tratada?

A depressão é uma doença extremamente comum, mas, infelizmente, dois terços dos pacientes afetados não são tratados adequadamente pois não têm a doença diagnosticada ou não conseguem ajuda médica. Os sintomas incluem distúrbios do sono, insatisfação com as atividades diárias, desânimo, dificuldade de concentração e muitos outros.

Todo mundo passa por períodos de desânimo. Os sentimentos de pesar e dor que acompanham estes períodos geralmente são necessários e transitórios, e podem até mesmo representar uma oportunidade de crescimento pessoal. Todavia, quando a depressão persiste e começa a prejudicar a vida diária, isto pode ser o indício de uma doença depressiva, e não somente um quadro passageiro de melancolia. A gravidade, a duração e a presença de outros sintomas são os fatores que distinguem a tristeza normal de um distúrbio depressivo.

A maioria das pessoas deprimidas não procura auxílio médico. Nos idosos, devido à relação complexa entre depressão, medicações e doenças graves, é especialmente importante não deixar de detectar este distúrbio. Ao contrário do que acontecia no passado, hoje a depressão é reconhecida como uma doença.

Quais são os tipos de depressão?

Existem 5 tipos principais de Depressão: Depressão Maior, Depressão Crônica Leve (ou Distimia), Depressão Atípica, Distúrbio Afetivo Sasonal, Tensão Pré-menstrual e Pesar.

Depressão Maior

Os pacientes com este tipo de depressão apresentam pelo menos 5 dos sintomas listados a seguir, por um período não inferior a duas semanas:

1. Desânimo na maioria dos dias e na maior parte do dia (em adolescentes e crianças há um predomínio da irritabilidade).
2. Falta de prazer nas atividades diárias.
3. Perda do apetite e/ou diminuição do peso.
4. Distúrbios do sono – desde insônia até sono excessivo – quase todo dia.
5. Sensação de agitação ou languidez intensa
6. Fadiga constante
7. Sentimento de culpa constante
8. Dificuldade de concentração
9. Idéias recorrentes de suicídio ou morte

Além destes critérios, devem ser observados outros pontos importantes: os sintomas citados anteriormente não devem estar associados a episódios maníacos (como na doença bipolar); devem comprometer atividades importantes (como o trabalho ou os relacionamentos pessoais); não devem ser causados por drogas, álcool ou qualquer outra substância; e devem ser diferenciados de sentimentos comuns de tristeza. Geralmente, os episódios de depressão duram cerca de vinte semanas.

Os sintomas da depressão nas crianças podem ser diferentes daqueles dos adultos, incluindo tristeza persistente, incapacidade de se divertir com suas atividades favoritas, irritabilidade acentuada, queixas freqüentes de problemas como dores de cabeça e cólicas abdominais, mau desempenho escolar, desânimo, concentração ruim ou alterações nos padrões de sono e de alimentação.

Depressão Crônica (Distimia)

A depressão crônica leve, ou Distimia, caracteriza-se por vários sintomas também presentes na Depressão Maior, mas eles são menos intensos e duram muito mais tempo – pelo menos 2 anos. Os sintomas são descritos como uma "leve tristeza" que se estende na maioria das atividades

Em geral, não se observa distúrbios no apetite ou no desejo sexual, mania, agitação ou comportamento sendentário. Pensamentos suicidas não são comuns. Talvez devido à duração dos sintomas, os pacientes com depressão crônica não apresentam grandes alterações no humor ou nas atividades diárias, apesar de se sentirem mais desanimados e pessimistas. Os pacientes crônicos podem sofrer episódios de Depressão Maior (estes casos são conhecidos como depressão dupla).

Depressão Atípica

As pessoas com esta variedade geralmente comem demais, dormem muito, sentem-se muito enfadadas e apresentam um sentimento forte de rejeição.

Distúrbio Afetivo Sasonal (DAS)

Este distúrbio caracteriza-se por episódios anuais de depressão durante o outono ou o inverno, que podem desaparecer na primavera ou no verão – quando então tendem a apresentar uma fase maníaca.

Outros sintomas incluem fadiga, tendência a comer muito doce e dormir demais no inverno, mas uma minoria come menos do que o costume e sofre de insônia.

Tensão Pré-menstrual (TPM)

Há depressão acentuada, irritabilidade e tensão antes da menstruação. Afeta entre 3% e 8% das mulheres em idade fértil. O diagnóstico baseia-se na presença de pelo menos 5 dos sintomas descritos no tópico Depressão Maior na maioria dos ciclos menstruais, havendo uma piora dos sintomas cerca de uma semana antes da chegada do fluxo menstrual, melhorando logo após a passagem da menstruação.

Pesar

Os sintomas de Pesar e da depressão possuem muito em comum. Na verdade, pode ser difícil diferenciá-los. O Pesar, contudo, é considerado uma reposta emocional saudável e importante quando se lida com perdas. Normalmente é limitado.

Nas pessoas sem outros distúrbios emocionais, o sentimento de aflição dura entre três e seis meses. A pessoa passa por uma sucessão de emoções que incluem choque e negação, solidão, desespero, alienação social e raiva. O período de recuperação consome outros 3-6 meses. Após esse tempo, se o sentimento de pesar ainda é muito intenso, ele pode afetar a saúde da pessoa ou predispô-la ao desenvolvimento de uma depressão propriamente dita.

Quais são as causas da depressão?

Fatores Psico-sociais

As pessoas que já experimentaram períodos de depressão relatam um acontecimento estressante como o fator precipitante da doença. A perda recente de uma pessoa amada é o fato mais citado, mas todas as grandes perdas (e mesmo as pequenas) causam um certo pesar.

Acontecimentos traumáticos, como a perda súbita de um ente querido, ou mesmo eventos naturais como enchentes, podem causar uma depressão imediata, sendo necessário um longo período de recuperação. A maioria das pessoas supera este estado sem se tornar cronicamente deprimida. Alguns fatores genéticos ou biológicos podem explicar a maior vulnerabilidade de certas pessoas. A existência ou a ausência de uma forte malha social ou familiar também influenciam – positiva ou negativamente – na recuperação.

Fatores Biológicos

Alterações nos níveis de neurotransmissores (principalmente serotonina, acetilcolina, dopamina, epinefrina e norepinefrina) relacionam-se à susceptibilidade para depressão. Alguns hormônios também podem ter um papel importante – ainda que isto não esteja muito claro. Ainda, atrofias em certas áreas do cérebro (particularmente no lobo pré-frontal) responsáveis pelo controle das emoções e produção de serotonina são responsáveis por distúrbios depressivos importantes.

Outras possíveis causas de depressão

Medicamentos como betabloqueadores, corticosteróides, anti-histamínicos, analgésicos e anti-parkinsonianos podem causar depressão, bem como a retirada de qualquer medicação utilizada no longo prazo.

Existem fatores de risco para depressão?

Sim, existem. Qualquer pessoa que já passou por um episódio de Depressão Maior possui uma chance de 50% de apresentar outro episódio – podendo acumular 4 a 5 episódios por toda a vida. Algumas pessoas apresentam crises depressivas recorrentes separados por vários anos de sanidade mental. Outras passam por crises repetidas separadas por breves períodos normais. Infelizmente, cerca de 35% das pessoas apresentam uma depressão crônica que nunca desaparece, nem mesmo com o tratamento adequado.

O problema parece estar crescendo. Neste século, cada geração teve mais episódios de depressão que a anterior, e cada vez em idade mais tenra.

Mulheres

A correspondência de casos de depressão entre mulheres e homens é de 2:1. Não se sabe exatamente porquê isto ocorre – hereditariedade, desequilíbrios hormonais, maneira de lidar com as próprias emoções, maior facilidade em diagnosticar depressão em mulheres, pior situação sócio-econômica, abuso físico e sexual, etc.

Estima-se que uma em cada 4 mulheres apresentará um episódio de depressão ao longo de sua vida. A maioria das mulheres deprimidas encontra-se entre 25 e 40 anos, é casada e tem filhos para criar. A depressão é mais comum nos dois extremos sócio-econômicos e naquelas que fazem uso abusivo de medicamentos.

Crianças

Acontecimentos desagradáveis na escola ou em casa podem desencadear uma crise depressiva, esta, porém, quando dura mais de duas semanas, torna-se preocupante. Crianças deprimidas tornam-se irritadiças, cansadas ou ansiosas. Podem perder o interesse em suas atividades habituais, recusar a ir para a escola ou se auto-agredir (batendo a cabeça contra a parede, por exemplo). Até mesmo crianças de 5 ou 6 anos de idade podem tentar o suicídio.

Em geral, a depressão dura cerca de 7 meses, e as chances da criança vir a apresentar um novo período depressivo são grandes. A consulta médica é imprescindível para se confirmar o diagnóstico de depressão e, principalmente, excluir a possibilidade de outras doenças.

Algumas crianças e adolescentes podem necessitar de medicamentos antidepressivos, mas os remédios devem ser utilizados como parte de um tratamento que inclua acompanhamento psicoterápico. Entretanto, ainda existe muita controvérsia quanto ao uso de antidepressivos nesta faixa etária. Em geral, os antidepressivos tricíclicos são a primeira escolha, pois seus efeitos já são bastante conhecidos. A principal preocupação com seu uso é o risco de morte, principalmente decorrente de problemas cardíacos, que tem sido associada ao uso de desipramina (um tipo de tricíclico) em jovens hiperativos.

Adolescentes

Muitas pessoas experimentam sua primeira grande crise de depressão durante a adolescência, ainda que não o saibam. Comumente ocorre entre os 15 e 19 anos de idade e o suicídio é sempre uma preocupação nesse grupo. Pode manifestar-se como baixa auto-estima, consumo de drogas e/ou abuso de álcool, abandono da escola, problemas com a autoridade, comportamento anti-social, pessimista, supersensível, pouco cooperativo ou agressivo. Uma vez que estes padrões de atitude são, até certo ponto, considerados normais por nós em um adolescente, não é de se espantar que muitos casos de depressão neste grupo permaneçam não-diagnosticados e sem tratamento adequado.

Depressão em Adolescentes: sinais de alarme para o risco de suicídio
• Tentativas anteriores: jovens que tentam suicidar-se permanecem vulneráveis por vários anos, especialmente nos primeiros três meses após a tentativa.

• Antecedentes psiquiátricos: o risco é maior em pacientes que já foram internados para tratamento psiquiátrico.

• Insucesso pessoal: metas muito difíceis e críticas rígidas podem desencadear uma espiral descendente que terminará no suicídio.

• Perdas recentes: a morte de um ente querido ou de um amigo, divórcio, gravidez indesejada ou o fim de um namoro podem fazer com que o adolescente se sinta tão perdido que o suicídio lhe pareça como a única saída.
• Armas em casa: pode facilitar o suicídio de um adolescente problemático.

• Violência familiar: ensina aos jovens que a maneira mais fácil de resolver qualquer conflito é através da violência.

• Falta de comunicação: a incapacidade de discutir raiva e sentimentos desconfortáveis com a família podem levar ao suicídio.

• Abuso de drogas: alguns adolescentes fazem uso de drogas ou álcool para escapar da depressão, mas isto pode apenas aumentar o risco de suicídio.

Idosos

Este é outro grupo onde a depressão é mal interpretada. Estima-se que cerca de 20% das pessoas acima de 65 anos de idade apresentem distúrbios depressivos. Na verdade, a depressão é 4 vezes mais comum nesta faixa etária que na população em geral, e o risco de suicídio para pessoas com mais de 65 anos é 15 vezes maior.

A depressão não faz parte do envelhecimento, apesar de se acreditar justamente o contrário. Uma vez que esta doença causa dificuldade de concentração, indiferença, problemas de memória e desorientação, freqüentemente ela não é percebida, sendo confundida com senilidade. Cerca de 12% dos idosos com diagnóstico de demência na verdade estão deprimidos (associações entre demência e depressão também são possíveis).

Além disso, muitas das doenças que acometem os idosos podem se manifestar como depressão: doença de Parkinson, doença de Cushing, doenças da tireóide, doenças pulmonares, deficiências de vitaminas, câncer e derrame. Uma vez que o metabolismo diminui com a idade, geralmente os idosos necessitam de uma dose menor de antidepressivos para obter uma boa resposta.

Qual a gravidade da depressão?

A preocupação com o suicídio ou ameaça de suicídio, especialmente vinda de alguém sabidamente infeliz ou que tenha sofrido uma perda recente, deve ser considerada séria.

Estima-se que a depressão contribua para cerca de 50% de todos os suicídios e é uma causa importante de morte entre jovens. Na velhice, os homens respondem por cerca de 80% dos casos de suicídio – o maior risco encontra-se entre os divorciados ou viúvos.

A depressão exerce um efeito importante na piora de várias doenças e pode até mesmo predispor a pessoa a outros males. Estudos recentes indicam que a depressão pode influenciar aspectos do sistema imune, coagulação sanguínea, pressão arterial, vasos sanguíneos e ritmo cardíaco - em alguns casos, até mesmo prejudica a resposta aos medicamentos utilizados para controlar uma doença cardíaca. A saúde dos idosos deprimidos que são hospitalizados tende a piorar, e sua recuperação é mais lenta.

Existe uma forte associação entre depressão e aumento na incidência e na gravidade de derrames e ataques cardíacos. A depressão aumenta a autocrítica e diminui o desejo sexual, além de ter um efeito direto sobre o sistema nervoso, podendo acarretar problemas de ereção. Por outro lado, disfunções eréteis podem causar depressão, e as duas condições podem terminar perpetuando-se. A pessoa deprimida possui um maior risco de alcoolismo, tabagismo e abuso de outras drogas.

Como a depressão é tratada?

A despeito da eficácia do tratamento, mais de dois terços das pessoas com depressão não serão tratados. Mesmo nos EUA, pesquisas indicam que apenas 3% dos idosos com depressão estejam sendo adequadamente tratados. Imagine no Brasil...

Algumas vezes, o distúrbio é sério o suficiente para necessitar hospitalização, mas na maioria dos casos o tratamento pode ser realizado no consultório ou ambulatório. Psiquiatras são médicos e são os únicos que podem prescrever medicamentos, mas muitos Psicólogos possuem acordos com psiquiatras para medicar seus pacientes.

A confiança do paciente em seu médico ou psicólogo é o componente mais importante do tratamento. Não se sinta embaraçado em dizer ao seu analista que você não se sente à vontade com ele, e troque de profissional se não se sentir confiante.

A maioria dos adultos necessita de antidepressivos e psicoterapia – estes variam de caso para caso. Nos casos que não conseguem sucesso com esta abordagem, a terapia com eletrochoques pode ser uma boa opção. Existe muito preconceito com respeito a esta ferramenta terapêutica, mas pesquisas desenvolveram técnicas e medidas de segurança que tornaram os eletrochoques uma forma de tratamento bastante eficaz, desde que indicada apropriadamente. Os casos que não respondem ao tratamento eletroconvulsivo podem ser triados para cirurgia.

Crianças e adolescentes respondem melhor a psicoterapia que ao uso de remédios. Quando se necessita lançar mão de uma droga, os inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS) são os mais indicados. Os medicamentos são mantidos inicialmente por 6 meses, quando se inicia a fase de manutenção, que pode durar um ano ou mais.

Em idosos, se dá preferência ao uso de ISRS, pois seus efeitos colaterais são menos intensos que aqueles dos tricíclicos. Contudo, devido aos benefícios ainda modestos destes medicamentos e o risco de queda, os especialistas recomendam psicoterapia para os casos leves e moderados. Idosos com depressão grave respondem melhor ao uso de antidepressivos tricíclicos – mas estes devem ser usados com cautela devido ao risco de doença cardíaca e outros efeitos indesejáveis.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc. 17 de Dezembro de 2009

14.12.09

O MAL DO ADOÇANTE

O asunto é o Aspartame, com o nome direto ou simulado como Zero Cal e outros tantos por aí.





ALZHEIMER, MAL DO ADOÇANTE

(Artigo escrito pela Dra. Mancy Marckle).
'Passei alguns dias falando na CONFERÊNCIA MUNDIAL DE MEIO AMBIENTE a respeito do ASPARTAME, conhecido como Nutrasweet, Equal, Zerocal,Finne e Spoonful.
Eles anunciaram que existia uma epidemia de Esclerose Múltipla e Lúpus sistêmico, e não entendiam que toxina estava fazendo com que essas doenças assolassem os Estados Unidos tão rapidamente.
Eu expliquei que estava lá para falar extamente sobre este assunto'.


Quando a temperatura excede 30º C, o álcool contido no ASPARTAME se converte em formaldeído e daí para ácido fórmico (o ácido fórmico é o veneno das formigas), que provoca acidose metabólica. A toxicidade do metanol imita a esclerose múltipla e as pessoas recebem diagnóstico errado de esclerose múltipla.

A Esclerose múltipla não se constitui em sentença de morte, mas a toxicidade do metanol sim. No caso do Lúpus sistêmico, estamos percebendo que é quase tão grave quanto a esclerose múltipla, especialmente em usuários de Diet Coke e Diet Pepsi.

Nos casos de Lúpus sistêmico causado pelo ASPARTAME, a vítima geralmente não sabe que o Aspartame é a causa de sua doença e continua com seu uso, agravando o lúpus a um grau tão intenso que algumas vezes ameaça a vida.
Quando interrompemos o uso do Aspartame, as pessoas que tinham lúpus ficam assintomáticas.

Em uma conferência eu disse: 'Se você está usando ASPARTAME (Nutrasweet, Equal, e Spoonful, etc.) e sofre de sintomas como fibromialgia, espasmos, dores, formigamento nas pernas, câimbras, vertigem, tontura, dor de cabeça, zumbido no ouvido, dores articulares, depressão, ataques de ansiedade, fala atrapalhada, visão borrada ou perda de memória - você provavelmente tem a DOENÇA DO ASPARTAME!
As pessoas começaram a pular durante a palestra dizendo: Eu tenho isto, é reversível? É impressionante.

Há um tempo atrás houve Audiências no Congresso dos EUA incluindo o aspartame em 100 produtos diferentes. Nada foi feito.
Os lobbies da droga e da indústria química têm bolsos muito profundos.

Agora existem mais de 5000 produtos contaminados com este produto químico, e a patente expirou. Na época da primeira audiência, as pessoas estavam ficando cegas.

O metanol no aspartame se converte em formaldeído na retina do olho.
Formaldeído é do mesmo grupo das drogas como cianeto e arsênico - Venenos mortais! Infelizmente, leva muito tempo para matar, mas está matando as pessoas e causando todos os tipos de problemas neurológicos.

O Aspartame muda a química do cérebro. É a causa de diversos tipos de ataque.

Esta droga muda os níveis de dopamina no cérebro. Imagine o que acontece com os pacientes que sofrem de Doença de Parkinson?
Também causa malformações fetais. Não existe nenhuma razão para se utilizar este produto.

NÃO É UM PRODUTO DIETÉTICO! Os anais do congresso dizem: Ele faz você desejar carboidratos e faz engordar. Dr. Roberts viu que quando ele interrompeu o uso do Aspartame a perda de peso foi de 9,5 kg por pessoa. O formaldeído se armazena nas células adiposas, principalmente nos quadris e coxas.

O Aspartame é especialmente mortal para os diabéticos. O Dr. H.J. Roberts, especialista diabético e perito mundial em envenenamento pelo Aspartame , escreveu um livro intitulado:

DEFESA CONTRA A DOENÇA DE ALZHEIMER
(http://www.sunsentpress.com/defenseAgainstAlzheimers.HTML).

Dr. Roberts conta como o envenenamento pelo Aspartame está relacionado à doença de Alzheimer. E realmente está. Mulheres de 30 anos estão sendo internadas com Alzheimer.
Dr. Russell Blaylock e Dr.. Roberts estão escrevendo uma carta-posição com alguns casos relatados e vão colocá-la na Internet.

PEDIMOS QUE VOCÊ SE ENGAJE TAMBÉM.
TIRE TUDO O QUE CONTÉM ASPARTAME DO ARMÁRIO.
ENVIE PARA NÓS SUA HISTÓRIA.

Eu asseguro que A MONSANTO, A CRIADORA DO ASPARTAME - SABE COMO ELE É MORTAL ELES FINANCIAM A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIABETES, A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIETÉTICA, O CONGRESSO E A CONFERÊNCIA DO COLÉGIO AMERICANO DE MEDICINA.

O New York Times, em 15 de Novembro de 1996, publicou um artigo a respeito de como a Associação Americana de Dietética recebe dinheiro da indústria Alimentícia para endossar seus produtos. Por isso, eles não podem criticar aditivos ou falar a respeito de sua ligação com a MONSANTO. A que ponto chega isso? Dissemos a uma mãe cujo filho estava usando Nutrasweet para interromper o uso do produto. A criança estava tendo convulsões diárias.

SUGERIMOS QUE CADA PESSOA QUE RECEBA ESTE ARTIGO O DIVULGUE PARA O MAIOR NÚMERO POSSÍVEL DE PESSOAS E ENTIDADES. PRECISAMOS COMBATER OS AUTORES DE MAIS ESTE CRIME CONTRA A SAÚDE HUMANA, QUE INCLUEM A MONSANTO E AS VÁRIAS ENTIDADES MEDICAS.





Rubens Luiz Monteiro

13.12.09

IGREJA PROFÉTICA DE APOCALIPSE DEZ

A Igreja profética de Apocalipse dez conforme descrição de Ellen White

A igreja Adventista do Sétimo Dia tem Cristo como seu Líder maior, ou Cabeça da igreja, e está representada por um anjo majestoso, todavia, com o braço direito engessado, que é a Mensagem de Saúde. Afinal, “A verdade presente repousa na obra da reforma de saúde como o braço direito da mensagem. A ignorância nessas coisas é pecado”
(Testemunhos para a Igreja, vol. 6, pág. 327 e 369)
O BRAÇO DIREITO DO ANJO - Representa a Mensagem de Saúde que Deus transmitiu à igreja através da Senhora White, e envolve também a Obra Médica-Missionária representada pelas unidades de saúde da igreja, que somam 150 hospitais, num total de 18 mil leitos, em todo o mundo. Com o envolvimento da saúde adventista com o Governo norte-americano, que contribui com 66% do orçamento, a Obra Médico Missionária passou a ser "o braço direito" do Departamento de Estado dos EUA. Isto está confirmado no Art. 03, dos Votos Sobre Saúde da IASD, onde lemos: “Cremos que o Senhor tem dado ao homem recursos e poder mental para incrementar o conhecimento nas áreas de biologia, fisiologia e nos mecanismos causadores da enfermidade. Por essa razão, cremos que o desenvolvimento da Medicina Científica deve ser incorporado ao trabalho Médico-Missionário” (Leia sobre essa questão em Conselhos Sobre Regime Alimentar, 19, 32, 73, 74 e 331; M. S. pág. 238; Oséias 4:6; Jer. 50:6.
Os Votos Sobre Saúde da IASD parece terem saído da cabeça do inimigo de Deus, visto que, desde que foram publicados pela Associação Geral, em 1996, tem gerado entre os adventistas muita confusão, discórdias, ódio, perseguições, divisão e desconfiança entre irmãos de igreja. “Porque, segundo o apóstolo Paulo, Deus não é de confusão; e, sim, de paz” (I Cor. 14: 33).
ATUAÇÃO DO BRAÇO DIREITO - Parcialmente inativo ou imobilizado, sem ação, o “braço direito da Obra”, ou seja, a Mensagem Adventista de Saúde e Cura é praticada por apenas 8% dos pastores e membros da igreja. A Escola Médica de Loma Linda, situada ao Sul da Califórnia (EUA), foi fundada por Ellen White, em 1906, para a formação de médicos naturopatas, para tornar o braço direito ativo e, por meio dele evangelizar o mundo tendo a mensagem de saúde como a chave para abrir portas para entrada de outras verdades. Atualmente, transformada em Universidade, a Escola de Loma Linda está colocada entre os quarto maiores centros de formação de médicos alopatas do mundo. Como essa Mensagem atualmente não faz parte do trabalho de evangelismo da igreja, o braço direito da Obra é tido como “sem utilidade”, principalmente pelo fato de os hospitais adventistas virem ofendendo a Deus com o emprego de drogas venenosas nos tratamentos de saúde. Infelizmente, a igreja deixou cair por terra o seu castiçal, que é a obra da reforma de saúde. A igreja se calou e as pedras estão clamando por meio do Globo Repórter e através dos terapeutas holísticos, que estão segurando o castiçal da mensagem de saúde. (Temperança, pág. 83-89).
O BRAÇO ESQUERDO - A disseminação do evangelho através dos Colégios e Escolas Adventistas, em todo o mundo, e pela página impressa (colportagem), representa a atuação do braço esquerdo da Igreja.
ATUAÇÃO DO BRAÇO ESQUERDO - Em franca atividade, através do qual, é apresentada ao mundo, a mensagem de advertência àqueles que rejeitam os mandamentos de Deus e aceitam a adoração da besta mediante a guarda do dia por ela estabelecido – o domingo – em lugar do sábado que foi instituído por Deus para adoração do Criador. Através da obra de colportagem a igreja vem mostrando parcialmente o evangelho eterno. Ler Apoc. 14:9-12; Mar. 7:6-9; Rom. 9:27; 11:5 Mat.24:14.
AS PERNAS - A igreja de Deus, na Terra, caminha sob orientação da Bíblia e do Espírito de Profecia. (Sal. 119:105; Apoc. 19:10; Isa. 8:20. Então, a perna direita representa a Bíblia; e a esquerda, os escritos do Espírito de Profecia. A doutrina adventista é fundamentada nesses dois instrumentos.
__________________________
* WILSON DIAS, CRT/SP 23.553; CRT/BA 522-05
- Terapeuta da Saúde, Jornalista, Escritor e pesquisador de assuntos sobre fundamentos e filosofias das religiões.
- Presidente da Associação Baiana de Medicina Natural e Preventiva (ABMNP).
- Presidente da Associação dos Reformadores da Saúde Integral no Brasil (ARSIB)
- Delegado do Conselho dos Terapeutas da Bahia.
E-mail: wilson_terapeuta@hotmail.com; Sites: www.terapeutanatural.com.br